Confiante, ministro Orlando Silva vai hoje à  Câmara

Ministro Orlando Silva.

Robustecido pelos apoios da presidenta Dilma Rousseff e da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, o ministro do Esporte, Orlando Silva, comparecerá hoje à  tarde, a partir das 14h30, na comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados.

Foi o próprio ministro que se ofereceu a dar esclarecimentos aos parlamentares sobre as denúncias da revista Veja, que, em reportagem do final de semana, o acusou de receber propina em nome do PCdoB.

“Essa denúncia é uma farsa, não tem prova. à‰ coisa de bandidos”, contra-atacou o ministro, referindo-se ao policial que já esteve preso justamente por desvio de dinheiro público e a revista Veja, também envolvida em trambicagens e espionagens.

O Palácio do Planalto tem-se mostrado solidário com Orlando seja através de declarações de ministros, seja através do pronunciamento da presidenta. A avaliação é de que o ministro do Esporte se saiu bem nas explicações, até agora.

Hoje à  tarde, Orlando Silva vai à  Câmara com uma rede de apoios infinitamente maior que seus colegas que enfrentaram crises semelhantes anteriormente, por isso o conforto do acusado em partir para o contra-ataque.

O ministro do Esporte ofereceu respostas rápidas com objetivo de desqualificar a denúncia da revista Veja. O governo entende que a publicação é anti-Dilma e anti-PT. Recentemente, o semanário chegou a espionar o ex-presidente do partido, José Dirceu, tudo em busca de um factoide para ajudar a combalida oposição.

Comentários encerrados.