Chávez propõe organização paralela à  Opep formada por “gigantes petrolíferos!

da Agência Brasil

O presidente Hugo Chávez propôs ontem (6) aos líderes dos países produtores a criação de um organismo paralelo à  Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep). Segundo ele, a nova organização deverá incluir apenas os grandes produtores de petróleo, como a Venezuela e a Rússia.

“Tive a ideia de criar uma nova organização, neste mundo novo que está surgindo, dos gigantes petrolíferos que não são mais que quatro ou cinco [países]”, disse o venezuelano, que fez a sugestão durante a reunião do Conselho de Ministros. “[A Opep] é uma organização com uma história, um perfil, e trajetória, e a Venezuela tem jogado e continuará jogando um papel de muita importância.”

A Venezuela é um dos países fundadores da Opep. Os venezuelanos produzem, em média, 3 milhões de barris diários de petróleo. Segundo a Opep, a Venezuela tem atualmente as maiores reservas mundiais provadas de petróleo.

A mensagem de Chávez foi transmitida pelas rádios e televisões do país. A reunião contou ainda com a presença do vice-primeiro-ministro russo, Igor Sechin, que estava em visita a Caracas com uma delegação empresarial da russa e com o ministro russo de Energia, Sergei Smatko.

“A Rússia e a Venezuela são dois dos gigantes petrolíferos do planeta e duas superpotências petrolíferas. Estamos fazendo muito trabalho e temos muito o que realizar. Isso dependerá do futuro do mundo petrolífero”, disse Chávez.

Os governos da Venezuela e da Rússia assinaram ontem acordos de cooperação técnico-militar, nas áreas petrolífera e comercial.

Comentários encerrados.