Biometria nas eleições de 2012 pode ser cancelada em Curitiba

do G1 PR

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná, desembargador Irajá Prestes Mattar, informou nesta quinta-feira (20) que se até 20 de janeiro de 2012, no mínimo, 80% dos eleitores de Curitiba não estiverem recadastrados, as eleições biométricas na cidade podem ser suspensas. A determinação está em resolução emitida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O artigo 14 da resolução 23335/2011, diz que “verificando-se o não comparecimento de quantitativo que ultrapasse 20% (vinte por cento) do total de convocados para o procedimento, poderá o corregedor regional, presentes circunstâncias peculiares que impeçam o adequado atendimento das demandas de regularização das inscrições que vierem a ser canceladas, indicar ao respectivo tribunal a não homologação dos trabalhos”.

No primeiro semestre deste ano, o recadastramento começou a ser feito em todos os municípios de Alagoas e de Sergipe, nas capitais Curitiba (PR) e Goiânia (GO), em seis cidades de Pernambuco e mais duas do estado de São Paulo. A partir de julho, o recadastramento iniciou em três cidades de Minas Gerais, quatro de Rondônia, sete de Mato Grosso, onze de Tocantins e uma do Espírito Santo.

A identificação do eleitor pela impressão digital já ocorreu nas eleições de 2008 em Colorado do Oeste (RO), São João Batista (SC) e Fátima do Sul (MS). No último pleito, em 2010, mais 57 cidades utilizaram a biometria.

Foi registrado até o momento o recadastramento de 7.7709.982 eleitores no país. A estimativa do TSE é a de que 10 milhões de pessoas utilizem a biometria nas eleições de 2012.

Até esta quarta-feira, de acordo com o TRE, 52% dos 1,3 milhão de eleitores curitibanos foram recadastrados. Para garantir as eleições biométricas, o Tribunal anunciou que vai encaminhar correspondências para os eleitores que ainda não fizerama revisão eleitoral. O órgão já havia informado que os eleitores que não comparecerem poderão ter o título cancelado. O prazo não será prorrogado.

Medidas para aumentar a divulgação do recadastramento também serão adotadas. Em toda a cidade, serão distribuídos 200 cartazes informativos nos pontos de ônibus. Além disso, o TRE vai estabelecer parcerias com operadoras de telefonia móvel para que os clientes recebam mensagens SMS sobre o recadastramento e ainda haverá a circulação de um ônibus nos pontos mais distantes da cidade, no qual os eleitores poderão agendar o recadastramento.

A instituição também receberá reforço de pessoal vindo da Secretaria de Segurança do Paraná. Os plantões, aos fins de semana, permanecem até o fim do prazo. Segundo o TRE, o cidadão que agenda o atendimento pela internet leva de cinco a sete minutos para realizar o recadastramento. Sem horário marcado, o tempo passa de 15 a 20 minutos.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. que cancelar q nada!!!!!
    eu fui la fazer, e bem no dia caiu o sistema fiqei 2 horas la!!!! eu e mais um monte de gente!!!!
    quem nao fizer o cadastro novo, tem que perder o titulo que se dane!!!!
    por isso q essa merda de pais nao vai pra frente!!!!

  2. É bom que cancele mesmo, só eles querem nos fiscalizar; nós não podemos saber nada da caixa preta que é a urna eletrônica…