Aldo Rebelo do PCdoB é o novo ministro do Esporte

do G1

O deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP) foi anunciado nesta quinta (27) como novo ministro do Esporte, em substituição a Orlando Silva (PC do B-SP), que pediu demissão nesta quarta após denúncias, que ele nega, de envolvimento em um esquema de desvio de verbas no ministério.

O anúncio foi feito pelo próprio deputado, ao deixar o Palácio da Alvorada, onde se reuniu com a presidente Dilma Rousseff.

“Aceitei o convite, e o processo de transição ainda vai ser iniciado”, declarou o novo ministro. Segundo ele, o pedido da presidente foi “comprometimento” em relação à  condução das tarefas relacionadas à  Copa do Mundo 2014 e à s Olimpíadas 2016.

O deputado disse que agradeceu a confiança da presidente e que aceitaria “o desafio” e que procurará se “desincumbir da tarefa da melhor forma possível”. Rebelo não quis comentar as circunstâncias da crise que levou à  demissão de Orlando Silva.

Rebelo (PC do B-SP) tem 55 anos e é deputado federal há 20. Em 2004 e 2005, foi ministro de Relações Institucionais do governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Antes, foi líder do PC do B e do governo. Ao deixar o ministério, assumiu a presidência da Câmara, posto que ocupou até 2007. Neste ano, foi relator do projeto que altera o Código Florestal e contrariou o governo por não abrir mão de itens polêmicos da proposta.

Na juventude, Rebelo, foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) e criou a União da Juventude Socialista, vinculada ao PC do B. Ele se filiou ao partido em 1977.

Como deputado, foi autor de propostas polêmicas, como o projeto que proíbe a utilização de palavras estrangeiras e o que propõe transformar o dia 31 de outubro no Dia Nacional do Saci-Pererê, em substituição à  festa norte-americana de Halloween.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Parabéns para a presidente Dilma que não está passando a mão na cabeça desses ladrões. È uma pena que ela seja do PT. Pois o PT sempre acha um culpado.

  2. Esmael,
    Não adianta querer defender ou justificar o “pedido”de demissão do ex ministro Orlando Silva. Jogar a culpa na imprensa é prórpio dos re3gimes socialistas que voce defende, como o de Cuba e o da Venezuela. O próprio PC do B reconheceu que a permanência de Orlando Silva a frente do Ministério dos Esportes era insustentável. O Brasil tem que acaba com essas ONGs de fachada. Como você não é nada democrático, não publicará este comentário. Não há problemas!!!

  3. VAMOS VER ATÉ QDO A IMPRENSA PORCA VAI DEIXAR ELE LÁ. ATÉ QDO O BRASIL VAI SER REFÉM DESSES FILHOTES DA DITADURA…inVEJA, GLOBO E S.A