16 de outubro de 2011
por Esmael Morais
1 Comentário

Dilma embarca hoje para primeira visita à  àfrica

da Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff viaja na noite hoje (16) para a àfrica do Sul, depois segue para Moçambique e Angola. Esta será a primeira visita de Dilma ao Continente Africano. Amanhã (17), por volta das 11h (cerca de 7h de Brasília), ela desembarca em Pretória (àfrica do Sul) para participar da 5!ª Cúpula do Fórum de Diálogo do Ibas (àndia, Brasil e àfrica do Sul). àndia, Brasil e àfrica do Sul despontam pelos avanços e pelo crescimento econômico e são considerados destaques pela comunidade internacional.

Os líderes dos três países querem a reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Eles pretendem um assento permanente do conselho e são críticos das ações militares para encerrar impasses !“ posição oposta a dos Estados Unidos e da União Europeia.

Nas reuniões, Dilma, o presidente da àfrica do Sul, Jacob Zuma, e o primeiro-ministro da àndia, Manmohan Singh, deverão conversar ainda sobre os impactos da crise econômica internacional e os desafios dos países em desenvolvimento. A conversa ocorre há menos de um mês da Cúpula do G20 (as maiores economias mundiais), marcada para 3 e 4 de novembro, na França.

O fluxo de comércio entre os países do Ibas quadruplicou entre 2003 e 2010, passando de US$ 4,38 bilhões para US$ 16,1 bilhões. Indianos, brasileiros e sul-africanos desenvolvem ainda parcerias, por meio do Fundo Ibas, para combater a fome e a pobreza em seis países. Juntos apoiam projetos de coleta de resíduos sólidos no Haiti e mais oito países, além de projetos de melhoramento agropecuário.

Dilma, Zuma e Singh também pretendem mencionar o agravamento da situação na Síria e Líbia e o desenvolvimento sustentável, principal tema Confe Leia mais

16 de outubro de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bancários podem retornar ao trabalho nesta segunda-feira

Bancários podem retornar ao trabalho nesta segunda-feira

Neste domingo (16), a partir das 16 horas, os bancários de Curitiba e região metropolitana se reúnem em assembleia geral para avaliar a proposta feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na última sexta-feira (14). ... 

Leia mais

16 de outubro de 2011
por Esmael Morais
9 Comentários

MP investigará pagamento de gratificações a Rossoni & Cia

por Sandro Moser, via Gazeta do Povo

O Ministério Público Estadual (MP) do Paraná afirmou que vai investigar as gratificações pagas aos deputados que ocuparam a presidência da Assembleia Legislativa desde 1992. A assessoria do MP informou que a Promotoria de Defesa do Patri!­!­mônio Público vai avaliar individualmente cada caso de pagamento e, caso irregularidades sejam identificadas, vai tomar as providências judiciais e administrativas cabíveis!.

Desde que o benefício foi concedido já presidiram a Assem!­!­!­bleia os deputados Aníbal Khury (já falecido, que comandou a Casa de 1996-1999); Orlando Pessuti (1993-1994); Hermas Brandão (2001 a 2006); Nelson Justus (1999-2000 e 2007-2010); e Valdir Rossoni (eleito em fevereiro deste ano).

Especialistas em direito público ouvidos pela reportagem dizem que as sanções po!­!­!­!­dem variar desde a devolução dos valores recebidos de forma irregular até a abertura de processo de improbidade administrativa contra Rossoni e os outros ex-presidentes. No entanto, como a prática só se tornou ilegal a partir de uma emenda à  Constituição Federal editada em 1998, ao ex-governador Pessuti não seriam aplicáveis punições.

Na última sexta-feira, o presidente Valdir Rossoni (PSDB) devolveu os valores referentes à s gratificações que recebera entre fevereiro e setembro. Rossoni deve mostrar o comprovante da transferência bancária dos R$ 160,3 mil da conta pessoal do deputado para a conta da Assembleia na sessão plenária desta segunda-feira, quando irá expor o caso Leia mais

16 de outubro de 2011
por Esmael Morais
3 Comentários

Presidente do PCdoB diz que denúncias de desvio de recursos públicos são infundadas

da Agência Brasil

Uma grande armação. Assim, o presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, classifica as denúncias publicadas pela revista Veja na edição que começou a circular hoje (15). Em entrevista à  publicação, o ex-militante do partido João Dias Ferreira acusa o ministro do Esporte, Orlando Silva, filiado ao PCdoB, de envolvimento em um suposto esquema de desvio de dinheiro público.

De acordo com Rabelo, está em andamento uma campanha contra o partido por meio de ações que atingem os representantes que ocupam cargos no governo, como é o caso de Orlando Silva. Para o presidente da legenda, a reação do ministro foi acertada. Ele tomou uma atitude justa. Há denúncia e o ministro pede à  Polícia Federal que a investigue.!

Segundo Rabelo, o ministro está tranquilo em relação à  sua inocência e se colocou à  disposição para depor sobre o caso na Câmara dos Deputados, na próxima terça-feira (18), atendendo pedido da bancada do PCdoB.

Rabelo também rotulou as informações como infundadas. A única prova é o depoimento de João Dias Ferreira, cuja trajetória é pontuada por ações obscuras. Ele é réu em algumas ações na Justiça. Não sei se agora é revanche. Isso tudo nos causa muita estranheza!. O dirigente do partido informou também que Ferreira saiu do PcdoB antes de 2006. O partido, disse Leia mais