15 de outubro de 2011
por Esmael Morais
8 Comentários

Orlando Silva vê fundo político em acusação e diz que gostou da reação da presidente Dilma

via UOL

O ministro do Esporte Orlando Silva Jr. respondeu as acusações de que teria recebido propina, publicadas pela revista Veja neste sábado. O político atribuiu as informações da matéria a uma reação do acusador contra as ações de sua pasta, viu um fundo político no surgimento do caso e disse que gostou da reação da presidente Dilma Rousseff, com quem conversou já nesta manhã.

Procurei a presidente quando tive a notícia de que a reportagem estava sendo feita. Mostrei os números e nossas ações para transmitir a confiança de que a nossa conduta foi correta. As impressões que ela teve é melhor vocês [jornalistas] perguntarem a ela. Mas eu fiquei muito feliz depois de ter conversado com a presidente Dilma!, disse Orlando Silva, que está em Guadalajara, no México, para acompanhar a abertura dos Jogos Pan-Americanos, que aconteceu na última sexta.

A matéria da revista Veja ouviu o policial militar João Dias Ferreira, preso no ano passado acusado de fazer parte de um esquema supostamente organizado pelo PCdoB (partido de Orlando Silva) para desviar dinheiro público do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte. Ferreira conta que Orlando Silva comandava o esquema ilegal quando era secretário-executivo de Agnelo Queiroz, responsável pela pasta no primeiro mandato de Lula e hoje Leia mais

15 de outubro de 2011
por Esmael Morais
14 Comentários

Eliane Cantanhêde: “A mídia é tucana”

por Eduardo Guimarães, via Blog da Cidadania

A jovem, simpática, inteligente e progressista Eliane Cantanhêde aceitou dar uma entrevista ao Blog da Cidadania. Confira, abaixo, as opiniões dela sobre a questão da mídia e sobre o ex-governador de São Paulo José Serra:

Blog da Cidadania !“ Eliane, o que você acha da imprensa brasileira?

Eliane Cantanhêde !“ A imprensa confunde jornalismo com opinião pessoal e/ou do patrão, seja ele brasileiro ou não. E não informa. Pelo contrário, desinforma para privilegiar certos segmentos.

Blog !“ O que você acha da Folha de São Paulo?

Eliane !“ Acho melhor não dizer o que penso. Digamos que prefiro mil vezes a Falha de São Paulo!.

Blog !“ Você acha que deveríamos fazer uma Ley de Medios!, no Brasil?

Eliane !“ A julgar pela polvorosa em que este tema pôs a mídia, sim. à‰ claro. Todo mundo tem regras a seguir, não? Ou só os indefesos é que têm que obedecer?

Blog !“ Agora uma pergunta picante: você acha que a mídia é tucana?

Eliane !“ à‰ elitista, arrogante, preconceituosa, tendenciosa, entreguista!¦ Sim, a nossa mídia é tucana.

Blog !“ Eliane, você compraria um carro usado do José Serra?

Eliane !“ Para deixar bem claro: não compraria nada desse senhor. Nem se fosse no Mercado Livre.

Blog !“ Eliane, fale um pouco de você. Uma microbiografia. Pode ser?

Eliane !“ Claro, Eduardo. Meu nome completo é Eliane de Oliveira Cantanhêde. Sou ofic Leia mais

15 de outubro de 2011
por Esmael Morais
1 Comentário

TSE promete aplicação rigorosa da Ficha Limpa

da Agência Estado

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, assegurou que a Justiça Eleitoral será mais rígida nas próximas eleições em relação à  Lei da Ficha Limpa. “Nós vamos atuar mais firmemente nas eleições municipais, porque no nosso entendimento a lei é constitucional e contribui para a moralização dos costumes políticos.” O ministro disse que é a favor de que a medida seja estendida para os ocupantes dos cargos de confiança no Executivo.

Lewandowski considera a legislação eleitoral antiquada para combater a corrupção, mas avalia que o recadastramento de eleitores para o voto biométrico e a aplicação efetiva da Lei da Ficha Limpa contribuirão para impedir a candidatura de corruptos.

“A Legislação é um tanto quanto antiquada, precisa de consolidação e de uma atualização, mas é uma legislação satisfatória. Do ponto de vista de controle técnico, os TREs têm acordo com a Receita Federal, com o Tribunal de Contas da União para fazer cruzamento de dados e detectar caixa 2 e doações irregulares de campanha.” Leia mais

15 de outubro de 2011
por Esmael Morais
5 Comentários

Gleisi parabeniza professores

Ministra Gleisi Hoffmann.

“Em minha vida acadêmica muitos foram meus mestres. Muitas são as lembranças e ensinamentos que ficaram. Tenho profunda adminiração por essa profissão e extremo respeito. Neste dia 15 de outubro, vamos celebrar o Dia dos Professores. E para além disso, vamos ajudar no resgate da valorização desses profissionais da Educação. Parabéns aos professores e professoras de todo o Brasil, que trabalham por um País melhor a cada dia.” ... 

Leia mais

15 de outubro de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em Mais de 50% dos afastamentos de professores são por depressão

Mais de 50% dos afastamentos de professores são por depressão

por Poliana Lisboa, via O Diário

Mais de 50% dos atestados médicos de professores na rede estadual de ensino em Maringá e região são decorrentes de depressão. De janeiro ao fim de setembro, o total de afastamentos aumentou cerca de 40% em relação ao mesmo período de 2010. A informação é do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Maringá.

Nesse Dia dos Professores, o anúncio só confirma o fim da época de ouro da atividade, em que mestres eram vistos com respeito. Agora, quem se dedica à  profissão lida com outra realidade: salários baixos, falta de estrutura, indisciplina, ofensas e ameaças constantes.

Adriana (nome fictício), professora da rede estadual há 7 anos, acumula memórias de agressões verbais e estresse decorrente do trabalho.

Concursada com 20 horas semanais, ela gasta muito mais que isto na elaboração das aulas, correção de provas e trabalhos. A retribuição por anos de dedicação vem em doses de antidepressivos.

A depressão estava no começo quando uma situação com uma ex-aluna em 2008 deixou a professora tão abalada a ponto de precisar ficar um mês em casa. Enquanto pesquisava o próprio nome na internet, encontrou-o na página de relacionamentos Orkut. Curiosa, pediu a ajuda de um amigo que tinha conta na ferramenta para ler o comentário.

“Ela me chamou de vagabunda. Estava o meu nome completo lá no Orkut, desde o ano anterior (2007), quando ela era minha aluna. Aquilo foi um choque. Nunca fiz nada para ser tão ofendida, muito mais daquela maneira”, revela Adriana.

Depois daquele episódio, ela nunca mais foi a mesma. Atualmente, ela move um processo contra a estudante. A única audiência marcada não pôde acontecer porque a menina não foi com advogado.

“Tive uma depressão forte, precisei ficar um mês em casa, não aguentava mais. Pedi afastamento e deixei aquela escola. Mesmo assim, desde então, quando chega nesta época do ano, estou exausta. Preciso de licença todos os Leia mais