13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
5 Comentários

João Arruda, o caçador de corruptores; veja o vídeo

Nesta semana, a multinacional Siemens demitiu o presidente da filial brasileira, Adilson Primo, devido a contravenções, suspeita de desvio de dinheiro da empresa e do pagamento de propina a agentes públicos.

Este é um exemplo concreto do trabalho da Comissão Especial (CE), que vai analisar o projeto da presidenta Dilma Rousseff para criar uma legislação capaz de punir os agentes corruptores no Brasil.

A comissão é presidida pelo deputado federal João Arruda (PMDB-PR). Ele explicou o cronograma de trabalho no Palavra Aberta, programa da TV Câmara que foi ao ar nesta quinta-feira (13). Leia mais

13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
4 Comentários

Beto Richa pega carona no AeroDilma

Dilma dá carona a Richa.

Depois de assistir a presidenta Dilma Rousseff anunciar recursos na ordem de R$ 1,75 bilhão para a construção do metrô, um sonho curitibano, o governador Beto Richa (PSDB) ainda ganhou uma carona no AeroDilma até Porto alegre. ... 

Leia mais

13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
7 Comentários

PSDB vai hoje à  televisão defender legado de FHC

via Correio Braziliense

De olho nas eleições de 2012, o PSDB vai usar o programa partidário de hoje para começar a desenhar uma nova fórmula de reaproximação com o eleitor. Saem os governadores, sempre prestigiados nos programas anteriores, e entram jovens, mulheres e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso como marca registrada do partido.

Estão previstas também falas do senador Aécio Neves (MG), que já se apresentou como pré-candidato a presidente em 2014, e do ex-governador de São Paulo José Serra, que empunhou a bandeira tucana na última sucessão presidencial. As aparições, entretanto, não serão o ponto principal do programa.

“Nós vamos reestruturar o partido no sentido de reaproximá-lo da sociedade e das suas bandeiras. Esse é o objetivo”, comenta o presidente da legenda, Sérgio Guerra, sacando da manga projetos como o braço sindical do partido, a secretaria das mulheres e uma aproximação maior com a juventude e as minorias.

Diante dessas metas, avaliaram os tucanos em conversas recentes, não haveria espaço para o desfile dos administradores estaduais. A ideia é valorizar o legado de Fernando Henrique Cardoso e, com isso, tentar resgatar o que eles consideram os pontos positivos dos oito anos em que o PSDB administrou o Brasil. A ordem é mostrar que Fernando He Leia mais

13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
2 Comentários

Entidade pede na Justiça que presidente da Assembleia devolva R$ 160 mil aos cofres públicos

Rossoni. Charge da Gazeta do Povo.

O presidente da Federação das Associações de Moradores de Curitiba (Femotiba), Edson Feltrin, ingressou nesta quinta-feira (13) ajuizou uma ação na Promotoria de Defesa do Patrimônio Público contra o presidente Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), pedindo a devolução de R$ 160 mil aos cofres públicos recebidos a título de verba de gratificação. ... 

Leia mais

13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em Gleisi Hoffman anuncia cessão de uso gratuito e doação de imóveis em coletiva nesta quinta em Curitiba

Gleisi Hoffman anuncia cessão de uso gratuito e doação de imóveis em coletiva nesta quinta em Curitiba

Na companhia da presidenta da República, Dilma Rousseff, a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, participa, nesta quinta-feira (13), da cerimônia de anúncio dos investimentos da obra do metrô de Curitiba, à s 15h, na Prefeitura Municipal de Curitiba. O projeto prevê 14,2 quilômetros de linhas e 13 estações. O investimento do governo federal está estimado em R$ 1 bilhão. ... 

Leia mais

13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
4 Comentários

Artigo de opinião: “Metrô: menos conversa, mais ação”

por Roberto Elias Salomão *

Fosse a política econômica do Brasil a neoliberal dos governos do PSDB, Curitiba não estaria dando passo tão importante para se manter como cidade propulsora de desenvolvimento econômico e social.

O tema metrô tem sido um dos mais abordados nos debates sobre Curitiba há muitos anos. Isso desde o momento em que a capital paranaense deixou de ser um modelo de tranquilidade e passou a apresentar os problemas típicos de uma metrópole em crescimento, entre eles, em particular, o congestionamento das vias públicas.

Não faz tanto tempo assim. Quem conheceu Curitiba há 30 anos pode atestar que o tempo de deslocamento médio pela cidade só aumentou, que a insegurança se agravou, que o número de acidentes de trânsito se multiplicou, que os ônibus estão sempre cheios, que a eficiência e a credibilidade do sistema de multas tornaram-se cada vez mais nebulosos, que as pessoas ficam cada vez menos tempo em casa.

O modelo curitibano de transporte coletivo, que funcionou bem durante muitos anos, não da mais conta da demanda de uma cidade, de um estado e de um país que crescem tão rapidamente.

Nas últimas quatro campanhas eleitorais para a prefeitura, pelo menos, o metrô esteve presente nos discursos dos candidatos. Isso significa que há pelo menos 15 anos o assunto está no centro das atenções dos candidatos e dos prefeitos eleitos. No entanto, não se viu, em todo esse período, nenhuma ação concreta no sentido de viabilizar o metrô.

Por isso, a vinda da presidente Dilma Rousseff a Curitiba nesta semana assume uma importância não apenas administrativa, mas também simbólica. Dilma vem fazer o lançamento oficial do tão esperado metrô de Curitiba. Leia mais

13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
11 Comentários

Fracassada, marcha direitista pediu implantação do voto distrital

Movimento pediu voto distrital. Foto: Roberto Corradini.

Cerca de 200 pessoas participaram ontem de uma marcha nas ruas centrais de Curitiba. O movimento fora convocado pelo Facebook para combater a corrupção. Nada mais justo e nada de mais até aí. O que realmente chamou a atenção foram as bandeiras direitistas levantadas pelo grupo, dentre as quais a adoção do voto distrital no país. ... 

Leia mais

13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
8 Comentários

“Ah, ha, uh, hu, a Dilma é nossa!”

Gleisi Hoffmann será uma das estrelas no evento de hoje à tarde

Logo mais, a partir das 15 horas, no Parque Barigui, a presidenta Dilma Rousseff anunciará investimento de R$ 1,75 bilhão para a construção do metrô da capital paranaense.  ... 

Leia mais

13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em Fenaban volta à  mesa de negociações com os bancários

Fenaban volta à  mesa de negociações com os bancários

Uma nova rodada de negociações entre bancários em greve e a Federação Nacional de Bancos (Fenaban) deverá ocorrer nesta quinta-feira (13), à s 16 horas, em São Paulo, que pode colocar fim à  paralisação de 16 dias.

A volta da Fenaban à  mesa de negociações com os grevistas foi possível graças à  ampliação do movimento dos bancários em todo o país.

“Foi a força da greve, que paralisa mais de 9 mil agências de bancos públicos e privados em todos os 26 estados e no Distrito Federal, que reabriu finalmente o diálogo e agora esperamos que os bancos venham para a mesa de negociações com uma proposta decente que atenda as justas reivindicações da categoria”, afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional dos Bancários. Leia mais

13 de outubro de 2011
por Esmael Morais
1 Comentário

Funcionários dos Correios voltam ao trabalho nesta quinta

Os trabalhadores dos Correios voltaram ao trabalho nesta quinta-feira (13) depois de 29 dias de greve. Eles atendem a uma determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que julgou na última terça (11) o dissídio coletivo da empresa.

Os ministros do TST decidiram pelo fim da paralisação mesmo não sendo considerada abusiva, pois entenderam que os trabalhadores cumpriram os tramites para deflagrar a greve. O TST optou por determinar o aumento real de R$ 80, a partir de outubro, e o reajuste de 6,87% desde agosto.

Durante a sessão de julgamento das cláusulas econômicas, o presidente do TST, ministro João Orestes Dalazen, reformulou a proposta apresentada pelo relator do dissídio, Maurício Godinho Delgado, e ofereceu abono de R$ 800, reajuste de 6,87% para agosto e aumento real de R$ 60 em janeiro. Contudo, os ministros, por maioria, seguiram a proposta apresentada pelo relator com os 6,87 % de reajuste e mai Leia mais