Sindicato diz que 11,6 mil bancários aderiram à  greve em Curitiba e região

da Agência Brasil

No primeiro dia da greve nacional dos bancários, 13 centros administrativos (setores responsáveis pela manutenção dos serviços internos dos bancos) e 114 agências de Curitiba e região estão fechados. De acordo com o primeiro balanço da greve, divulgado há pouco pelo Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região Metropolitana, 11.680 empregados aderiram ao movimento. A entidade estima que só nos centros administrativos estejam concentrados cerca de 8,5 mil trabalhadores.

O pecuarista Bianor Prado precisou ir a uma das agências da Caixa Econômica Federal, no centro da cidade, e, mesmo sem conseguir fazer o saque de R$ 2 mil de sua caderneta de poupança, apoiou o movimento.Esqueci as letras da minha senha e, nas casas lotéricas, onde não pedem esse procedimento, fui informado de que só posso sacar R$ 1 mil. A solução é usar cartões de duas contas!, disse. Já a professora aposentada Maria José Pereira voltou para casa sem resolver seu problema. Não sabia da greve e vim renegociar o saldo devedor do financiamento da minha casa. Paciência, volto outro dia.!

Os bancários decidiram em assembleia ontem (26) deflagrar greve nacional por tempo indeterminado. De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), a paralisação tem o objetivo de pressionar a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) a retomar as negociações e apresentar uma proposta que atenda à s reivindicações da categoria. A greve atinge bancos públicos e privados.

Comentários encerrados.