Quando sair do hospital, Sócrates quer trabalhar com Hugo Chávez

da Folha.com

Sócrates quer fazer trabalho social na Venezuela.

Assim que receber alta e deixar o hospital Albert Einsten, em São Paulo, onde está internado desde a última segunda-feira, Sócrates, 57, pensa em trabalhar com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

Segundo Kátia Bagnarelli, mulher do ex-jogador, Chávez convidou Sócrates para fazer um trabalho social na Venezuela utilizando o esporte. O convite surgiu após Sócrates ter sido convidado para dirigir a seleção de Cuba.

Kátia disse também que Sócrates gostou do convite e já pretendia sentar com o presidente para conversar sobre os projetos –eles não se encontraram durante a visita do ex-jogador a Cuba, em razão do aniversário de Fidel Castro. A ideia de Sócrates é fazer do esporte uma ferramenta educativa importante para a população.

“Ele [Sócrates] diz que ‘com uma bola e com um educador é possível educar 300 crianças'”, falou Kátia.

Sócrates foi internado pela primeira vez no dia 19 de agosto por conta de uma hemorragia digestiva alta devido à  hipertensão portal, uma pressão excessiva na veia porta, que leva o sangue do intestino para o fígado. Ele recebeu alta no dia 27, mas na última segunda foi internado novamente.

Formado em medicina, atualmente Sócrates trabalha como comentarista na TV Cultura e é colunista do “Agora São Paulo”, do Grupo Folha, e da “Carta Capital”. Como jogador, ele foi um dos principais nomes da chamada ‘Democracia Corintiana’ no início dos anos 1980 no clube paulista. Jogou ainda pelo Flamengo e pelo Santos, além do Botafogo-SP.

Comentários encerrados.