Paulo Rossi também mira no cargo de Romanelli, candidato em Cornélio

Rossi ao lado dos deputados Eduardo Sciarra e Ney Leprevost, dirigentes do PSD.

O sindicalista Paulo Rossi, presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), filiou-se ao PSD nesta segunda-feira (19), partido que funcionará no Paraná como linha auxiliar do governador Beto Richa (PSDB) e do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB), candidato à  reeleição.

No troca-troca, os papéis se inverteram. Rossi não acompanha mais o ex-deputado Gustavo Fruet (sem partido), convertido ao marxismo-leninismo. De agora em diante, o sindicalista rezará pela cartilha neoliberal de Richa e Kassab. Na eleição passada virara adepto do “socialismo moreno” de Osmar Dias.

Pois bem. Não é que o sindicalista também mira no cargo do secretário de Estado do Trabalho, Luiz Cláudio Romanelli, pré-candidato a prefeito de Cornélio Procópio?

Nesta manhã, o blog havia destacado que Rossi poderia receber de recompensa a Secretaria Municipal do Trabalho de Curitiba pela mudança de lado, mas o moço prefere a de Romanelli que “é maior”.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. E pelo visto o “ex-lagarta na fôia” vai ficar sozinho com o Fruet.

  2. O menos pior melhor a UGT que defende algumas bandeiras da Classe Trabalhadora do que o atual secretário, que não defende nada para os trabalhadores do Paraná.

  3. ESMAEL O PSDB ESTA TÃO FORTE QUE AQUI NA CIDADE DE UNIÃO DA VITÓRIA
    O PT JA ESTA ACERTADO COM DEPUTADO ROSSONI.POR ISSO ROSSONI DISSE DIAS ATRAS QUE COLIGARIA ATÉ COM O PT.PELO MENOS AQUI EM UNIÃO DA VITÓRIA ESTÃO JUNTOS.O QUE VC ACHA DISSO.VAI CONTINUAR DEFENDENDO O PT.AHHHHHHHHHHHHHHH

  4. pelo menos o cara pensa grande… Pensando bem, os dois são meio parecidos… kkk