Nem os ex-governadores escapam da censura tucana no PR

Na propaganda tucana, ex-governadores adversários nunca existiram.

O site Agência Estadual de Notícias, órgão oficial do governo do Paraná, está omitindo nos mecanismos de busca os nomes dos ex-governadores que antecederam o atual — Beto Richa (PSDB).

Ao procurar pelos nomes dos ex-governadores “Mário Pereira”, “Jaime Lerner”, “Roberto Requião” e “Orlando Pessuti” nenhum conteúdo vem à  tona — embora a produção dos profissionais de imprensa nesses períodos tenha sido intensa.

Em comum, os quatro ex-governadores são adversários políticos do atual governador. No início deste ano, inclusive, Richa anulou as aposentadorias de todos eles e manteve as dos aliados e da própria mãe.

Agora, quando se digita “Beto Richa” aí a figura muda. Aparecem vários assuntos citando o governador tucano.

Para um internauta desavisado ou estudante em pesquisa, a impressão é que o Estado começou a existir a partir de janeiro de 2011. Antes nada existia por estas plagas, segundo a concepção tucana.

Ao que parece, trata-se de mais uma censura do governador do PSDB.

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. AS NOTICIAS TAMBEM DESAPARECERAM DO SITE.
    TENTEI ACESSAR UMA NOTICIA DE 2010 NA AGÊNCIA DO ESTADO PARA UM TRABALHO NA FACULDADE E ….CADÊ??!! SUMIU!!!

    ACHO QUE SÓ NO IRAN, CORÉIA DO NORTE, SIRIA É QUE TEM ESSAS CENSURAS.
    O GOVERNO E O ESTADO NÃO É DE QUEM ESTÁ PROVISIRIAMENTE NO PODER, É NOSSO!!… OU NÃO?

  2. A maior traição que o Beto Richa comete é contra seu criador o Jayme Lerner. Ou então estão procurando desvincular os dois, pela merda que o Lerner representa hoje em termos de voto. Dizem que a fruta não cai mesmo longe do pé. O pai de Beto Zé Richa quando saiu do governo também se aliou ao grupo do Lerner, do Anibal Khury, da turma do Tribunal de Justiça, Abraão Miguel, Negi Calixto e do Cecílio Almeida, de onde saiu a nefasta festa dos pedágios no nosso Estado, o mais caro do mundo. Algum dia essa história será melhor contada e essa traição explicita do Beto ao Lerner será entendida. Tudo que esse moleque é hoje deve a esse grupo.

  3. discordo com o que está acontecendo na AEN – já tentei efetuar pesquisa e também não encontrei nada dos governos anteriores, afinal tudo o que foi feito pelos ex- governadores é de domínio público, o BETO RICHA não tem o direito de retirar o conteúdo do site, a não ser que ele tenha medo de futuras comparações.

  4. O mais curioso é que os decretos continuam lá na Casa Civil e portanto não podem justificar que é uma mudança de servidor ou coisa parecida.
    É pura incompêtncia de um governo que não começou e que tem pouco a mostrar.