Manifestantes desocupam Câmara, mas acompanham CPI

Os estudantes desocuparam o prédio da Câmara Municipal. Eles negociaram a participação de 30 lideranças na primeira reunião da CPI que investiga o presidente da Casa, João Cláudio Derosso (PSDB).

A União Paranaense dos Estudantes (UPE) avisou que os protestos pela cassação do tucano serão semanais.

A entidade estudantil desmentiu a direção da Câmara que fez circular o boato de que houve quebra-quebra no estacionamento do prédio.

“A nossa passeata foi ordeira e civilizada. Agora, quem nos acusa de promover baderna é justamente quem transformou a Câmara num bordel particular”, criticou Rafael Bogoni, presidente da UPE.

Apesar do acordo que desocupou o prédio e permitiu que 30 lideranças acompanhassem a CPI, o clima continua muito tenso na Câmara. Há registros de empurra-empurra entre manifestantes e partidários de Derosso.

Comentários encerrados.