Juíza é afastada por atuar “politicamente” contra Barbosa Neto, diz PDT

por Valmor Stédile, da direção estadual do PDT

Prefeito Barbosa Neto (PDT).

A revista Consultor Jurídico informou, no fim de semana, que a juíza Oneide Negrão de Freitas foi afastada da 3!ª Vara Criminal de Londrina e poderá ficar pelo menos 90 dias impedida até mesmo de pisar no foro da cidade, por decisão unânime do à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná, sendo acusada de “engavetar” processos praticando as chamadas “vistas grossas” ou deixando de agir com a imparcialidade inerente à  sua alta função.

A juíza Oneide Negrão também estaria “atuando politicamente, movida por declarada antipatia pessoal ao prefeito Barbosa Neto (PDT), além de uma ligação fora do comum com os promotores do Gaeco, que a manteria quase como um apêndice”, nas investigações que correm no município. Por ironia, a decisão do afastamento da juíza saiu publicada no Diário Oficial da Justiça de 12 de setembro, data que indica o número da legenda pela qual Barbosa Neto foi eleito em Londrina e desde sua posse vem sofrendo implacável perseguição pelas ações que passou a desenvolver à  frente da atual administração, consideradas revolucionárias para os padrões políticos locais, com destaque especial para corte de desperdícios públicos como cargos comissionados em excesso e a implantação da educação de tempo integral.

No decreto judiciário onde a juíza é tratada apenas por iniciais (O.N.F.), o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Miguel Kfouri Neto, anuncia que o afastamento é preventivo e não estabelece prazo de duração, citando o parágrafo 1 do artigo 15 da Resolução 135 do Conselho Nacional de Justiça, que trata do processo disciplinar contra juízes impedidos ”de utilizar o seu local de trabalho e usufruir de veículo oficial e outras prerrogativas inerentes ao exercício da função!.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. É isso aí Esmael. Quando um político começa a mexaer com o “bolso do rico”, acaba sendo alvo de toda campanha sórdida para derruba-lo. Mas o Barbosa tem se mantido firme, não arregou nem um pouco.
    O Barbosa Neto é o Lula de Londrina, só falta barba e estar filiado ao PT.
    A quem interessa um político que trabalhe em favor aos menos favorescidos na vida?