Esposa de Derosso quer voltar à  TV, mas Palácio das Araucárias veta

João Cláudio Derosso, Cláudia Queiroz e o governador Beto Richa.

A jornalista Cláudia Queiroz Guedes, esposa do presidente da Câmara Municipal de Curitiba, João Cláudio Derosso (PSDB), luta para voltar à  telinha da E-Paraná (TV Educativa).

A moça pediu afastamento do emprego por motivo de saúde, no último dia 23 de agosto, pelo período de sete dias.

Indiferente ao fato de que está no centro de um escândalo que pode derrubar o marido da presidência da Câmara, Cláudia foi esta semana à  sede da televisão estatal pedir para retomar a apresentação da revista eletrônica à‰ Manhã!, que vai ao ar todos os dias à s 8h30.

No entanto, as ordens do Palácio das Araucárias são claras: deixar a moça problemática! na geladeira, ou seja, continua no cargo comissionado, sem exoneração, mas bem longe dos olhos do distinto público.

Cláudia recebeu o recado da emissora, mas avisou que não abre mão de apresentar o programa matinal. Para isso, ela promete mobilizar quem for preciso — inclusive o marido e o governador Beto Richa (PSDB).

O clima é de total constrangimento entre os funcionários da TV Educativa.

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. E depois era o Requião que usava a emissora…
    Ela vei se candidatar e será eleita pela massa ignorante que não sabe de nada.

  2. deixem a menina voltar a tv .a culpa mesmo e da cupula do pasdb. usam ela para expiação , ela e apenas mais uma que não teve outra saida ,a não ser se corromper,ela e a que menos culpa tem .e minha opinião.

  3. Esse pessoal deita e rola, afinal eles tem certeza absoluta que tudo vai acabar em pizza, e desgraçadamente para nós pagadores de impostos, e é exatamente isso que vai acontecer, pois vivemos no paraíso da impunidade total.

  4. CONCORDO!!!!

    Na mente malévola dessas pessoas, é preciso mais que roubar. É preciso afrontar. É preciso achicalhar a sociedade otária”¦(2)

  5. Então ela tá ganhando sem trabalhar?

    Tem o lado bom e o ruim, ela não pode aparecer na telinha, onde poderia mais tarde ser candidata a algum cargo, mas, pode ir pra Paris gastar a graninha…

  6. Na mente malévola dessas pessoas, é preciso mais que roubar. É preciso afrontar. É preciso achicalhar a sociedade otária…