Em protesto contra censura, oposição abandona depoimento na CPI da Pizza

* Imprensa e movimentos sociais não puderam acompanhar a reunião

Vereadores Paulo Salamuni e Pedro Paulo deixaram sessão da CPI da Pizza.

Os dois únicos vereadores de oposição — Pedro Paulo (PT) e Paulo Salamuni (PV) — abandonaram ontem à  noite a sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), na Câmara de Curitiba, em protesto contra a censura.

A CPI tomou depoimentos de servidores que integravam a comissão de licitação, em 2006, responsável pela homologação de contratos de publicidade que estão sendo investigados.

Os vereadores oposicionistas se retiraram da reunião depois que a comissão decidiu ouvir os servidores a portas fechadas, sem a presença da imprensa ou de representantes dos movimentos sociais.

A CPI da Pizza é controlada pela maioria simpática a João Cláudio Derosso (PSDB), presidente da Câmara, que é o investigado.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Já foi comentado aqui nesse espaço que essa oposição, com a representação que tem na CPI, está doidinha para criar um fato que a faça abandoná-la de vez . Isso já é visto de há muito desde que os mais instigantes, os mais polêmicos, os que realmente partiam prá cima foram alijados da linha de frente. Aliás essa CPI ainda está caminhando em virtude da mobilização dos movimentos sociais e sociedade civil organizada. Do contrário já teria virado uma enorme pizza que seria comida por todos aqueles, vereadores inclusive uns e outros que tem história de sempre frequentar a tal chácara Sapolândia. Que horror! Vamos enxergar quem é quem, moçada!

  2. Esmael e amigos navegantes, ontem meia-hora antes do anúncio de Fruet, o sr. Derosso estava despachando com um alto membro do Tribunal de Justiça do Paraná, mais especificamente no tribunal da Rua Mauá…

  3. É, essa CPI são os rotos investigando o maltrapilho. Não vai funcionar….