Correios promete cortar ponto de carteiros grevistas

A direção dos Correios decidiu que vai descontar os dias parados dos trabalhadores em greve desde o último dia 14. Além disso, garante que só retoma as negociações depois que os grevistas retornarem ao trabalho.

Segundo informações obtidas pelo blog, em Brasília, a empresa fechará a folha de pagamento no próximo dia 20 descontando os seis dias parados, o que equivale a um quinto dos salários dos funcionários.

A categoria reivindica aumento salarial de R$ 400, reajuste no vale-refeição, contratação de 21 mil trabalhadores em todo o país e pagamento de perdas salariais.

Por outro lado, a empresa havia oferecido na semana passada um abono de R$ 800, R$ 50 de aumento linear e reajuste salarial de 6,87% pelo IPCA. No entanto, o comando de greve rejeitou a proposta.

O blog apurou que o endurecimento dos Correios nas negociações atende a uma diretriz do governo federal, que teme efeito cascata em outras empresas públicas caso atenda à s reivindicações dos carteiros.

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. o pt so presta na oposiçao. nas proximas eleiçoes atentem para isso. o trabalhador so tem força se colocar o pt na oposiçao.

  2. O governo é ridiculo deu aumento para toda categoria do judiciário, principalmente o STF e agora vem dar essa migalha para os carteiros!!!
    A população deve apoiar quem trabalha!!

  3. que feio, pt

  4. E ainda ontem vi propaganda do Correio na tv…

    Já perguntei ao carteiro que atende aqui, o salário é baixo mesmo…

    Vergonha para o PT, partido que nasceu nas greves, tratar agora desse jeito os grevistas…

  5. Na greve dos correios tem trabalhadores de todos departamentos , a grande maioria sem dúvidas é a operacional, tais como carteiros, Operadores De triagem, e Atendentes Comerciais!, mas existem alguns Administrativos na luta, e isto é uma prova que a categoria esta unida!
    infelizmente tantas mudanças no Estatuto Dos Correios , estão causando cada vez mais estes problemas, querem privatizar a empresa publica, se reraparem bem, o correio patrocina um monte de Esportes, jogos internacionais, mas na hora de pagar quem carrega a Empresa nas costas, vem esta mediocre fatia! e pra diretoria vem um monte!
    Este Governo Do PT esta todos os dias retirando pessoas dos Sindicatos e dando altos cargos na empresas publicas, principalmente diretores de
    Sindicatos !