Copa tem potencial de fortalecer protagonismo internacional brasileiro, diz Joel Benin

Benin coordena seminário internacional em Manaus.

O Brasil deve aproveitar a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos para fortalecer o protagonismo nas relações internacionais como nação de economia estável e complexa, com democracia sólida e diversidade cultural. Essa foi a essência da argumentação do representante do Ministério do Esporte, Joel Benin, durante o seminário Sustentabilidade e Legado: Copa 2014, que está sendo realizado em Manaus.

Segundo Benin, o Brasil será conhecido por inteiro, com virtudes e limites. Não esconderemos mazelas ou problemas, mas devemos explicitar os avanços no combate à  miséria e à  desigualdade, o respeito ao meio ambiente e a preservação de um país pacífico, multiétnico e com ampla liberdade!. Para ele, Copa e Olimpíadas devem funcionar como um divisor de águas e consolidar o esporte como política de Estado.

O trabalho desenvolvido pela agenda de sustentabilidade está adequado ao processo de preparação do evento!, ressaltou. O Ministério do Esporte, segundo ele, tem a certeza de que o foco no engajamento individual – nas iniciativas, seja do turista estrangeiro, seja do cidadão brasileiro- é primordial. Essa mudança de valores com ações voluntárias será o maior legado que se poderá ter na área de sustentabilidade!, disse Benin.

Comentários encerrados.