Câmara elege Ana Arraes para vaga no TCU

da Folha.com

A Câmara elegeu nesta quarta-feira (21) a deputada Ana Arraes (PSB-PE), mãe do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), para a vaga de ministro do TCU (Tribunal de Contas da União).

A votação, que foi secreta, segue agora para o Senado. Essa é a primeira vez que uma mulher é eleita para o cargo.

Seis candidatos concorrem à  vaga. Arraes teve 222 votos, seguida por Aldo Rebelo (PCdoB-SP), com 149.

O peemedebista àtila Lins recebeu 47 e não obteve nem o total de votos de seu bancada.

Damião Feliciano (PDT-PB) conseguiu 33 votos, Milton Monti (PR-SP) ficou com 30, e o auditor Rosendo Severo obteve apenas 10. O nome de Severo foi lançado pela associação que representa os auditores do TCU, em um processo inédito do órgão.

Os candidatos, todos da base aliada do governo de Dilma Rousseff, passaram ontem por uma sabatina na Câmara.

A vaga aberta no TCU foi deixada pelo ministro Ubiratan Aguiar, que se aposentou.

Sérgio Brito (PSC-BA) e Vilson Covatti (PP-RS) desistiram da disputa. Depois de uma reunião com Campos, Brito decidiu apoiar a candidatura de Arraes.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Em que ponto chegamos!!! Vamos ser socialistas mas assim já é demais! Já nos basta a familia maranhense que manda e desmanda. Como se permitir que outras se criem? Alô Brasil vamos chamar o síndico pois a coisa está demais.