Câmara de Francisco Beltrão suspende sessão que aprovaria 15 vereadores

por Badger Vicari, via Jornal de Beltão

Estudantes participaram do protesto na Câmara. Foto: Alexandre Baggio.

Foi tumultuada a sessão da Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão. A principal votação seria a segunda etapa da emenda constitucional 58, que estabelece novas proporcionalidades para os municípios. Há 15 dias, por 9 a 1 os vereadores votaram a favor de 15 vagas para a gestão 2013-16. Havia dez pessoas no plenário.

Ontem, um público inédito esteve presente, e com gritos, vaias e palavras de ordem, impediu que o trabalho legislativo se desenvolvesse normalmente. A Policia Militar esteve presente, mas não houve agressão por parte de ninguém.

A presidente Atanázia Pedron (PP) suspendeu a sessão, depois de quase duas horas de agitação. Antes, a sessão tinha sido suspensa momentaneamente por três vezes.

Atanázia disse, reiteradamente, que o regimento não permite que haja manifestação. Hoje os trabalhos serão retomados à s 18 horas, e haverá a presença da PM. Os manifestantes prometem continuar a mobilização.

Os vereadores Jocemar Madruga (PT), Celso Antunes (PSDB), Paulo Grohs (PSDB), Almir Calegari (PT), Ivo Santos (PSC) e Dázio Zanatta (PSDB) haviam falado. Quando foi a vez de Maor Preto Prolo (PMDB) a turma não se aguentou e a sessão quase virou baderna. Um estudante mais exaltados quis até falar na tribuna. Foi impedido e saiu reclamando de falta de democracia!. Uma estudante encarou vereadores e, com uma filmadora, questionava sobre o tema polêmico.

Os parlamentares se dividiram: uns queriam que se votasse mesmo com o povo gritando; outros defenderam o adiamento, porque não havia mais clima.Dos vereadores que falaram, seis defenderam a adequação da Câmara à  PEC, sendo favoráveis a 15 vereadores !” o teto máximo que a lei permite para municípios entre 50 mil e 80 mil habitantes.

Curiosamente o vereador Preto Prolo, que já se manifestou informalmente a favor de dez, foi o que teve seu pronunciamento interrompido pela gritaria do público.

Pato Branco: 11

Em Pato Branco, em primeira votação ontem à  noite, venceu a proposta de aumentar apenas uma cadeira. Nove parlamentares se declararam a favor de 11 vagas para 2013-16. Um vereador defendeu que se mantivessem os dez de atualmente. Daqui a dez dias será a segunda votação.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. e isso ai tudo o que pinta de novo pinta no …. do povo

  2. Parabéns aí ao povo de Francisco Beltrão, estão dando um ótimo exemplo, que os curitibanos aprendam com o povo da aí

  3. o povo e palhaço mesmo,com nariz vermelho ou não…