Bateu na trave: Procuradora diz que PSD não conseguiu assinaturas necessárias para existir

PSD conseguiu 45,6% das assinaturas, diz procuradora

da Folha.com

PSD nasce no Paraná como linha auxiliar de Beto Richa (PSDB).
Em novo documento enviado ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a vice-procuradora-geral Eleitoral, Sandra Cureau, diz que o PSD, novo partido de Gilberto Kassab, não conseguiu reunir o número mínimo de assinaturas de apoio para sua criação.

Segundo ela, das cerca de 482 mil necessárias, a sigla obteve apenas 220,3 mil –ou 45,6% do total.

Cureau enviou um quadro, mostrando que em 6 dos 16 tribunais onde as assinaturas foram registradas, não foram cumpridos os “requisitos legais para o cômputo do apoiamento necessário”.

A procuradora diz que isso ocorreu nos seguintes TREs (Tribunais Regionais Eleitorais): Acre, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rio Grande do Norte e Rondônia.

Na realidade, o que aconteceu foi que Cureau só levou em conta as assinaturas recolhidas naqueles 10 tribunais eleitorais onde o PSD conseguiu o registro.

No documento, de oito páginas, a procuradora repete o argumento de que é contra a criação do partido se não puder investigar as possíveis falhas no processo de registro. Para que os integrantes do PSD possam concorrer nas eleições do ano que vem, o TSE deverá aprovar sua criação até o dia 7 de outubro deste ano.

Comments are closed.