14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
3 Comentários

Fruet e Alvaro em Brasília; veja

Acompanhado do advogado Juliano Breda, Fruet encontrou-se hoje com Alvaro.

O ex-deputado federal Gustavo Fruet (sem partido) visitou nesta quarta-feira, em Brasília, o senador Alvaro Dias (PSDB). ... 

Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
2 Comentários

Derosso antecipa-se à  CPI e abre contratos de publicidade a vereadores

O vereador João Cláudio Derosso (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Curitiba, divulgou uma “nota de esclarecimento” afirmando que colocou à  disposição da CPI e da Comissão de à‰tica os documentos contábeis referentes aos contratos de publicidade firmados com as empresas VISàƒO PUBLICIDADE LTDA. e OFICINA DA NOTàCIA LTDA.

O tucano está sendo investigado em virtude de suspeitas de irregularidades nesses mesmos contratos.

Na verdade, Derosso se antecipa à  CPI que, necessariamente, iria requerer a cópia de toda a movimentação contábil durante as investigações.

A seguir, a íntegra da nota de esclarecimento de Derosso:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Vereador JOàƒO CLàUDIO DEROSSO, na qualidade de Presidente da Comissão Executiva da Câmara Municipal de Curitiba, esclarece aos interessados que os documentos contábeis referentes aos contratos de publicidade firmados com as empresas VISàƒO PUBLICIDADE LTDA. e OFICINA DA NOTàCIA LTDA. encontram-se disponíveis para consulta dos Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
6 Comentários

Para “esmagar” Fruet, aliados de Ducci podem lançar Ney Leprevost

Deputado Ney Leprevost.

A estratégia política de aliados do prefeito Luciano Ducci (PSB) para “esmagar” a candidatura do ex-deputado federal Gustavo Fruet, que provavelmente disputará a prefeitura de Curitiba pelo PDT, consiste em lançar o deputado estadual Ney Leprevost na corrida eleitoral do ano que vem. ... 

Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ministro do Turismo deverá ganhar sobrevida de 24 horas

Ministro do Turismo deverá ganhar sobrevida de 24 horas

Ministro Pedro Novais.

O ministro do Turismo, Pedro Novais, deverá ganhar uma sobrevida no cargo de pelo menos 24 horas. A avaliação é de um dirigente nacional do PMDB que disse ao blog que “não é hora de empurrar ministro”. ... 

Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
1 Comentário

Professores municipais protestam nesta quinta em Curitiba

via Bem Paraná

As professoras e professores que lecionam nas 11 escolas de 5!ª a 8!ª séries da rede municipal de Curitiba realizam na próxima quinta-feira (15), um ato público em frente à  Prefeitura. O objetivo da manifestação é garantir que a categoria seja recebida em uma audiência pública pelo prefeito e pelos demais gestores da educação para debater os problemas enfrentados nas escolas.

No dia 29 de agosto, representantes do SISMMAC estiveram reunidos com a Superintendente de Gestão Educacional e com a Superintendente de Recursos Humanos da Prefeitura para agendar a audiência. Durante a reunião, a administração se comprometeu a encaminhar uma proposta de data, o que, segundo a categoria, não foi cumprido.

A paralisação dos professores será a partir das 10 horas. Eles irão até o Palácio das Araucárias. Neste dia, as aulas da parte da manhã serão realizadas através da tradicional operação tartaruga!, com aulas de apenas 30 minutos.

Reivindicações – Dentre as principais reivindicações dos estudantes está a melhoria das condições de trabalho e a valorização da categoria. Os professores alegam sobrecarga de trabalho, falta de profissionais, imposição de horas-extras e substituição de concursados por temporários contratados via Processo Seletivo Simplificado (PSS). Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
4 Comentários

Tucano planeja censura na Assembleia do Paraná

BBB do Roxoni causa desconfiança na ALEP

por Tiago Oliveira, via Blog Lado B

O totalitarismo tem a mesma fórmula e metodologia em tudo quanto é parte do mundo e independe de momento histórico. Nasce de uma paranóia de perseguição, que justifica o poder absoluto e o controle de tudo e de todos, atropelando até as liberdades individuais. O tucano Roxoni!, presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), quer instalar agora um BBB legislativo. Sob a alegação de que isso facilitará a manutenção dos computadores cadastrados como patrimônio da Casa de Leis, ele determinou que uma equipe passe em todos os gabinetes de deputados e nas lideranças dos partidos, levantando as configurações das máquinas e as formas de acesso à  internet.

Também determinou que todos, inclusive os computadores PARTICULARES dos servidores ou os laptops de uso pessoal de quem visita o Legislativo Paranaense só se comuniquem com o resto do mundo via internet por meio de um servidor único da Casa. Acontece que muitos gabinetes optaram por contratar provedor de internet e wireless por conta própria, fora do servidor da ALEP, justamente porque esse serviço não funciona a contento e porque o acesso a sites de notícias, blogs e outros endereços consultados é bloqueado, demandando toda uma burocracia para se solicitar acesso amplo.

Fiscalização de mau uso ou controle absoluto das informações? A preocupação é que informações de trabalhos em andamento ou ideias e propostas vazem antes de se tornarem públicas pelos deputados e servidores. Cada um, adulto e ciente dos seus compromissos, responde pela conduta e pelo uso que faz e pelo trabalho que desenvolve. E quem vai fiscalizar o Roxoni e sua equipe, afinal? As perguntas são inúmeras e as inseguranças só crescem. Afinal, o ambiente de trabalho na ALEP não é nenhum top of mind em confiabilidade e respeito pelo outro. A clonagem de proposições publicadas, documentadas, por exemplo, é uma prática corriqueira.

Se a desculpa para se fazer tais mudanças no controle da informação é a de facilitar a manutenção das máquinas, como se justifica querer enquadrar! também os computadores particulares? A ALEP vai começar a gastar com a manutenção dessas máquinas também?

O BBB do Roxoni já está causando revolta em muitos gabinetes que d Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em Orlando Silva propõe generalizar regras de licitação de obras da Copa

Orlando Silva propõe generalizar regras de licitação de obras da Copa

do G1/Brasília

O ministro do Esporte, Orlando Silva, defendeu nesta quarta-feira (14) que o Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que cria novas regras em licitações e busca simplificar as obras da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, seja ampliado para outros setores da administração pública. Segundo ele, as novas regras podem ser consideradas uma evolução do atual modelo de contratação do governo.

O RDC é a modernização do sistema de contratações governamentais e pode ser generalizado para outros setores da atividade pública. Há uma necessidade de aperfeiçoamento do sistema de compras que está expressa neste regime aprovado pelo Congresso!, afirmou o ministro.

O ministro do Esporte apresentou nesta quarta o balanço das ações do Brasil para o mundial de futebol de 2014. Ele comentou a ação do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que contestou no Supremo Tribunal Federal (STF) a constitucionalidade das novas regras. Para o procurador, as normas simplificadas podem comprometer a transparência dos contratos.

Recebo a manifestação da Procuradoria-Geral da República como uma demonstração de vitalidade da democracia brasileira. Foi feita uma analise jurídica do projeto antes de ser enviado [ao Congresso]. Temos absoluta convicção quanto à  constitucionalidade do RDC!, afirmou Silva.

A presidente Dilma Rousseff também defendeu nesta quarta o RDC. Segundo ela, o governo “defende pregões, leilões, RDC com o preço oculto, porque o preço oculto tem uma função, que é impedir o conluio, o acerto de preço e a divisão de lotes [em licitações]”.

Matriz de responsabilidade
Ao final do balanço, o ministro do Espo Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
11 Comentários

Enio Verri: Até agora quem governou o Paraná foi Dilma

* Petista diz que estado recebeu R$ 1,6 bi em investimentos do governo federal em 2011

Verri: só investimentos de Dilma.O deputado Enio Verri (PT), líder da oposição na Assembleia Legislativa, disse na sessão desta terça-feira (13) que o governo da presidenta Dilma Rousseff (PT) destinou ao Paraná mais de R$ 1,6 bilhão em investimentos entre os meses de janeiro e agosto.

Verri destacou que o Paraná foi o segundo estado que mais recebeu recursos em 2011, atrás apenas do Maranhão. Isso confirma o quanto o governo da presidenta Dilma é republicano ao mesmo tempo que mostra a qualidade da representação paranaense no governo federal, principalmente os ministros Gleisi Hoffmann, Paulo Bernardo e Gilberto de Carvalho!, explicou.

O deputado destacou que os recursos recebidos até agora representam 88% de todo o montante recebido em 2010. São investimentos diretos, que foram para os cofres do Estado, e não empenho de recursos para o futuro!, contou.

Segundo Verri, o aumento dos investimentos do governo federal em relação ao ano passado colabora para o bom de desempenho das finanças do Paraná em 2011. O parlamentar lembrou que, de acordo com números levantados pela equipe técnica da oposição, o resultado primário (diferença entre receita e despesa) do Estado nos primeiros seis meses foi 12% maior do que o mesmo período do ano passado. O número representa crescimento de R$ 1,8 bilhão na arrecadação.

Temos um Estado que recebe muito dinheiro do governo federal e que está gerando um superavit substancial. Isso comprova que o governo estadual tem dinheiro em caixa, mas não está fazendo investimentos!, disse. Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
2 Comentários

Aneel suspende a transferência da administração de redes de energia elétrica à s prefeituras

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) voltou atrás e suspendeu, até o dia 1!º de julho de 2013, os efeitos da resolução 414/2010, que transfere para as prefeituras a administração das redes de energia elétrica. A decisão foi comemorada pelo deputado João Arruda (PMDB-PR) e representa uma vitória da Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara Federal.

Agora os prefeitos de todo o Brasil, principalmente dos pequenos municípios, poderão dormir tranquilos!, destacou João Arruda. Lutei muito por isto. Esta decisão vai garantir mais governabilidade aos prefeitos que já trabalham com um orçamento bastante reduzido!, completou o deputado.

A resolução aumentaria em pelo menos 30% os encargos das prefeituras, incluindo aquisição de material, contratação de técnicos e outros servidores. João Arruda, que é membro titular da CDU, lembra que a comissão promoveu, no final do semestre passado, uma audiência para debater a questão com entidades nacionais ligadas aos municípios brasileiros.

Desde então, parlamentares da Comissão e os representantes das entidades passaram a pressionar a Aneel por mudanças!, disse o deputado. Depois de dois encontros com integrantes da CDU, Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e Confederação Nacional de Municípios (CNM), a suspensão foi comunicada nessa terça-feira (6).

PARCERIA !“ A Aneel Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
6 Comentários

Artigo de Zé Dirceu: “Beto Richa e o cinismo da mídia”

por José Dirceu, via Blog do Miro

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), acaba de atrair o PMDB paranaense para sua base de apoio e passa a contar, agora, com 41 dos 54 deputados do Estado. Estava demorando, mas aconteceu, assim, mais um exemplo prático da hipocrisia do discurso tucano contra o sistema de governo de coalizão e alianças, a formação das chamadas bases do governo adotada no Brasil, em Brasília, nos Estados e nos municípios.

Essa montagem de bases de governos é uma consequência do sistema eleitoral que adotamos, de voto uninominal com financiamento privado de campanhas eleitorais. Ele leva à  dispersão, ao enfraquecimento dos partidos, a uma influência cada vez maior do poder econômico nas eleições, ao caixa dois e a todas as suas consequências.

Coalizões funcionam assim em todo Brasil, e em qualquer parte do mundo onde haja governos e coligações partidárias. Mas, aqui, parte da mídia e especialmente seus articulistas, há meses vem fazendo uma campanha contra o governo Dilma e o PT, atacando as alianças e o governo de coalizão federal, taxando-os de fisiológicos e fontes da corrupção.

PT continua coerente e fiel ao seu programa Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
7 Comentários

Jefferson afirma que “mensalão” nunca existiu; e agora PIG?

Em 2005, o Partido da Imprensa Golpista (PIG) fez aquele carnaval por conta de uma entrevista do então deputado Roberto Jefferson (RJ), presidente nacional do PTB, na qual afirmava que existia uma espécie de “mensalão” no governo Lula.

Em depoimento ao Supremo Tribunal Federal (STF), Jefferson jurou que o “mensalão” nunca existiu e que a denúncia foi apenas uma “retórica” parlamentar.

E agora PIG, que fazer? Vários desavisados acreditaram durante anos na sua tese — e de Jefferson — da existência de um sistemático pagamento de propinas pelo governo Lula denominado “mensalão”.

Não existiu “mensalão”, e agora?

A seguir, trechos da defesa de Roberto Jefferson ao Supremo

Certo é que as acusações contra o Defendente não se sustentam e são claramente improcedentes e destituídas de qualquer fundamento fático.

Com efeito e isso a todo tempo ficou dito e mostrado, sem contraste, que o Defendente andou sempre nos limites que a lei garante.

Como Presidente de partido político, o PTB, formulou acordo para a campanha ele Leia mais

14 de setembro de 2011
por Esmael Morais
2 Comentários

Veja essa: Derosso quer mandar até na CPI da Pizza que o investigará

Regulamento permite que Derosso influencie andamento de CPI

por Chico Marés, via Gazeta do Povo

A minuta do regulamento da Comissão Parlamentar de In!­!­!­quérito (CPI), que deve investigar a suspeita de irregularidades nos contratos de publicidade da Câmara de Curitiba, prevê a existência de sessões fechadas ao público. Além disso, a requisição de documentos e a convocação de autoridades para depoimentos precisariam passar pela Mesa Executiva !“ ou seja, teriam que ser autorizadas pelo presidente da Casa e principal alvo das investigações, João Cláudio De!­!­!­rosso (PSDB).

Segundo o artigo 4.!º da mi!­!­nuta, as reuniões poderão ser abertas ao público ou fechadas, conforme deliberação dos mem!­!­bros da comissão, por votação. Além disso, mesmo nas sessões abertas, seriam vedadas filmagens e gravações de áudio. Para o presidente da CPI, Emerson Prado (PSDB), a medida seria uma forma de evitar transformar a CPI em um show!. Vai ser da maneira mais democrática e aberta o possível, não vamos censurar ninguém. O que nós não vamos admitir é sensacionalismo. Nós queremos trabalho, e não “oba-oba”!, afirma.

Entretanto, para o vereador Paulo Salamuni (PV), a medida é antidemocrática e exclui os outros vereadores e a população das discussões da CPI. A sociedade tem que saber o que está acontecendo para dizer se concorda ou não. Não há espaço para reuniões secretas aqui!, comenta. Isso não é propriedade privada de ninguém e todos devem saber de tudo.! Leia mais