5 de setembro de 2011
por esmael
1 Comentário

Ex-prefeito de Campo Magro, José Pase, quer voltar ao cargo em 48h

do G1/PR

O ex-prefeito de Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba, José Antônio Pase (PMN), cassado em sessão especial da Câmara da cidade no último domingo (4), por supostas contratações irregulares e desvios, disse que a decisão do Legislativo foi totalmente arbitrária e ilegal!. Ele perdeu a prefeitura por seis votos a três. Leia mais

5 de setembro de 2011
por esmael
Comentários desativados em Internautas articulam entrega de pizza na Câmara de Curitiba

Internautas articulam entrega de pizza na Câmara de Curitiba

O resultado do Conselho de à‰tica, que aprovou hoje o afastamento de 90 dias para o presidente da Câmara Municipal, João Cláudio Derosso (PSDB), além de desagradar os vereadores oposicionistas, revoltou quem assistiu ao desfecho da reunião. Leia mais

5 de setembro de 2011
por esmael
3 Comentários

Chefe de gabinete de Gleisi acusa revista à‰poca usar métodos “murdochianos”

Carlos Carboni, chefe de gabinete da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, distribuiu uma nota de esclarecimento nesta segunda-feira (5) contestando reportagem da revista à‰poca.

Carboni disse que um repórter da revista se fez passar por um suposto cliente, de São Paulo, interessado em contratar a empresa da esposa dele, Lucimar Carboni, mas teria sido informado que as atividades de consultoria estavam sendo encerradas.

“Curiosamente, a revista ocultou tal relato. Somente após a ligação soubemos que se tratava de alguém que telefonava da redação da revista à‰poca, após checagem do número”, reclamou.

O chefe de gabinete considerou o método da revista pouco transparente na apuração das informações, que fere a ética jornalística. “Por que o repórter não se identificou corretamente? E, já que agiu assim, por que não considerou as informações que lhe foram dadas?”, questionou.

Carboni compara os métodos da à‰poca aos usado pelo magnata Rudolf Murdoch, dono do extinto jornal britânico News of the World, que grampeava políticos e personalidades para obter informações privilegiadas e sensacionalistas.

Nota de Esclarecimento

Neste final de semana, a revista à‰poca trouxe uma matéria relatando que minha mulher, Lucimar Carboni, possui uma consultoria que atende prefeituras do Paraná e que, por eu estar na chefia de Gabinete da Casa Civil, teria facilidade de fechar contratos com as prefeituras.

Lucimar de fato abriu uma consultoria no ano de 2007. Ela tem experiência em administração municipal e prestava serviços de assessoria técnica para prefeitos interessados em elaboração e acompanhamento de projetos. Nesses quatro anos, atendeu seis prefeituras, todas através de processo licitatório, recebendo, em média, por mês, $ 2.500,00 por contrato. Três prefeituras já tiveram seus contratos encerrados e as outras três estão em processo de encerramento.

Quando a então senadora Gleisi Ho

5 de setembro de 2011
por esmael
2 Comentários

Pessuti admite deixar o PMDB por causa de acordo com PSDB; ouça o áudio

* Ex-governador tem conversas adiantadas com Ratinho Júnior

Ex-governador Orlando Pessuti.

O ex-governador Orlando Pessuti admitiu pela primeira vez nesta segunda-feira (5), em entrevista ao repórter Márcio Miranda, da Rádio CBN Curitiba, que poderá deixar o PMDB por causa do acordo da bancada estadual com o governo neoliberal de Beto Richa (PMDB). Leia mais

5 de setembro de 2011
por esmael
Comentários desativados em CPI contra Derosso pode sair do papel nesta segunda

CPI contra Derosso pode sair do papel nesta segunda

via Gazeta do Povo

Derosso será alvo de CPI. Foto: Denis Ferreira Neto.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as irregularidades envolvendo o presidente da Câmara, João Cláudio Derosso (PSDB), ainda não foi instalada. O último empecilho que impede a instalação é o número de integrantes. Isso deve ser analisado hoje e então a CPI pode ser instalada de forma definitiva. Leia mais

5 de setembro de 2011
por esmael
1 Comentário

Conselho de à‰tica vota hoje afastamento de Derosso

por Chico Marés, via Gazeta do Povo

O Conselho de à‰tica da Câmara de Curitiba vota hoje o relatório do vereador Jorge Yamawaki (PSDB) que pede o afastamento temporário do presidente da Casa, João Cláudio Derosso (PSDB). O pedido é fruto das investigações do Conselho sobre denúncias de irregularidades na contratação da agência Oficina da Notícia, que prestou serviços de publicidade à  Câmara entre 2006 e 2011. A empresa é de propriedade da jornalista Cláudia Queiroz Guedes, mulher de Derosso.

Além do pedido de afastamento, há a possibilidade de outros dois votos em separado. A vereadora Noêmia Rocha (PMDB) estuda apresentar um novo relatório, incluindo um pedido de cassação a Derosso. Já o vereador Pastor Valdemir Soares (PRB) promete apresentar um voto mais abrangente que o de Yama!­!­waki. Entretanto, o teor deve ser apresentado somente na reunião de hoje.

Único conselheiro a não pedir vistas (com exceção do presidente, Francisco Garcez), Zezinho do Sabará (PSB) indica que deve votar pelo afastamento. Acom!­!­panhei todo o processo e pretendo votar com o relator!, afirma. Entretanto, ele admite a possibilidade de mudar seu voto, caso os argumentos de Noêmia ou Soares sejam mais próximos de sua avaliação do caso.

Se o pedido de afastamento for aprovado pelo Conselho, será formada uma comissão processante com três vereadores sorteados em plenário. O relatório de Yamawaki deve ser apreciado por essa comissão, que, então, coloca o afastamento em votação em plenário. O mesmo procedimento acontecerá caso o pedido de cassação sair vencedor. As outras penas possíveis (advertência, censura pública e suspensão de prerrogativas) podem ser aplicadas diretamente pelo Conselho.

Relatório

Ap

5 de setembro de 2011
por esmael
4 Comentários

Marta bate Serra em SP, diz Datafolha

* Sem a petista, Netinho (PCdoB) fica em segundo lugar

Senadora Marta Suplicy.

Pesquisa do Datafolha divulgada nesta segunda-feira (5) pelo jornal Folha de S. Paulo coloca a senadora Marta Suplicy (PT) na liderança pela disputa da prefeitura paulistana. Num dos cenários, ela tem 29% ante 18% do ex-governador José Serra (PSDB). Leia mais