TRE prolonga agonia de Rossoni

Um pedido de vistas do juiz Auracyr Cordeiro interrompeu hoje à  tarde, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o julgamento do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), acusado de praticar caixa 2 na campanha de 2010.

Com isso, a agonia do tucano se prolongará até a próxima quarta (17) ou até segunda (22) — quando a votação será retomada.

O julgamento de Rossoni ficou empatado em 1 a 1 por causa do pedido de vistas de Cordeiro, que quer mais tempo para analisar a acusação.

No TRE, seis juízes votarão pela cassação ou absolvição de Rossoni. Em caso de empate há o voto minerva do presidente do colegiado.

O pedido de cassação do mandato do presidente da Assembleia foi feito pelo Ministério Público Eleitoral.

Comentários encerrados.