Ricardo Barros pilotou obra da Tripolini, diz André Vargas

Ex-deputado Ricardo Barros.

O deputado federal André Vargas, secretário Nacional de Comunicação do PT, eximiu o casal ministerial Paulo Bernardo (Comunicações) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil) da responsabilidade pela liberação de verbas para a empreiteira Sanches e Tripoloni, beneficiada pelas obras do PAC.

Pelo Twitter, Vargas jogou a batata quente nas mãos do ex-deputado federal Ricardo Barros (PP), atual secretário da Indústria e Comércio:

“desde 2007 e integrante da COm. De Orçamento NUNCA o PB tratou da obra de Maringá. Já Ricardo Barros MILITAVA por ela inclusive na BANCADA”.

“nunca existiu aliança PP e PT no PR .E quem pilotou a obra da TRIPOLONI foi Barros”.

A revista à‰poca desta semana fez ilações sobre supostas viagens do casal ministerial no avião da empreiteira com a liberação de recursos para a obra do Contorno Norte, em Maringá, Noroeste do estado.

O prefeito de Maringá, Silvio Barros II, é irmão de Ricardo Barros.

Gleisi e Bernardo não confirmam que viajaram em aeronaves da Sanches Tripolini.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Pô, agora um novo têrmo em substituição “daquele” muito usado ultimamente:

    PILOTAR!!!

    Entendí, intermediar, emendar, traficar influências, levar um por fora, etc, tem algo mais estiloso e ESPORTIVO.

    PILOTAR….

  2. Ahhhh , éééé… rs.

  3. Olhem aí já começaram trazer o governo federal para o Paraná é só para encobrir a corrupção e a roubalheira da tucanada da Assembleia e da Câmara, essa é a insuspeitíssima época global e dá-lhe PIG