Requião diz que bancada estadual do PMDB troca dignidade por cargos; ouça o áudio

* O senador fuzila comportamento “fisiológico” de Nereu Moura

Requião detona deputados.

O senador Roberto Requião (PMDB) subiu à  tribuna ontem para anunciar uma representação junto ao Conselho Nacional de Justiça contra desafetos do atual governo de Beto Richa (PSDB).

No discurso do senador também sobrou para o deputado estadual Nereu Moura, alçado à  condição de líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Paraná. Para Requião, a bancada rendeu-se ao fisiologismo. Leia alguns trechos (se preferir ouça):

“A bancada do PMDB, fisiologicamente, resolve aderir ao atual governo. Me fere, me parte o coração, ver a notícia que um deputado amigo meu de longos anos, Nereu Moura, se referindo a mim, disse que eu não posso falar sobre essa adesão que eles fazem ao governo que eu denuncio na Justiça, porque eu nunca elegi um presidente da Assembleia.”

“Governador não vota na eleição da Assembleia e não justifica a fisiologia. Ganhamos três eleições combatendo corruptos”.

“Nós fomos eleitos para ser fiscais, oposição, eu no Senado e eles na Assembleia. A fisiologia de pequenos favores, nomeações, liberações de recursos, não justifica a traição explícita, não a mim, mas ao povo do Paraná.”

“Me sinto solitário, com o coração partido, decepcionado e frustrado. Mas não abandonei a luta. E encaminho, apesar do apoio da bancada estadual aos corruptos, um pedido ao CNJ de providências em relação a essas denúncias que no passado fizemos juntos.”

“Como apoiadores do governo eles acabam considerando absolutamente, senão legais insignificantes e trocam pela fisiologia, talvez por alguns empregos e alguns favores de liberação de emendas. Que tristeza me causa essa atitude da bancada peemedebista. Mas, afinal, parece, a desideologização e a fisiologia tomam conta da política não só do Paraná, mas do país inteiro.”

[audio:http://www.esmaelmorais.com.br/requiao_pmdb.mp3]
Clique aqui para fazer o download.

Comentários encerrados.