Pessuti e Requião se unem contra adesão do PMDB ao governo tucano

* As duas principais lideranças querem o partido na oposição

Requião e Pessuti defendem PMDB na oposição ao governo tucano.

O ex-governador Orlando Pessuti se uniu, tacitamente, ao senador Roberto Requião contra a adesão da bancada estadual do PMDB ao governo de Beto Richa (PSDB).

Pessuti disse nesta sexta-feira (12) que não consegue entender e aceitar a ida dos parlamentares para o lado do tucano sem que aja uma discussão entre a executiva estadual e as bancadas de senadores e deputados federais.

“Temos uma aliança firme com o PT nacional e localmente, que levou ao nosso apoio [do PMDB] a Osmar Dias (PDT)”, disse o ex-governador, afirmando que, inclusive, ele deixou de disputar o Palácio Iguaçu, no ano passado, em nome dessa aliança.

“Antes de qualquer decisão temos que nos reunir”, apontou.

Ontem, o senador Roberto Requião havia ameaçado com intervenção nacional no diretório estadual do PMDB por causa da adesão ao governo tucano.

O diretório nacional pensa em intervir em casos que, como este, venham a ocorrer nos estados!, afirmou pelo Twitter.

A fisiologia e o descompromisso avançam no PMDB do nosso Paraná. Constatado o fato precisamos lutar contra ele!, alertou o senador.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. tudo, o que requião falou na campanha, de 2010 estamos evidenciando

  2. Requião tá piorando, cada vez mais paranoico, ainda vai destruir o que ainda resta de algum PMDB ‘velho de guerra’. E os traíras de sempre, os lambedores de bota do poder, esses já estao lá pendurados no saco do governador desde o começo do ano, náo é Romaneli?
    Como sempre, a assembleia nao passa de um circo onde nada se discute nem sem elabora, só fazem esperar as propostas do executivo pra dizer sim sinho. Capachos inuteis e desfibrados.

  3. De um lado o o Requião briga com o Pessuti; de outro o Pessuti briga com o Requião. No mesmo sentido o Requião despresa a construção de um partido forte com um projeto de poder para os proximos anos com a vinda do Gustavo Fruet. Um pouco mais adiante a Gleisi despresa os deputados do PMDB que carregaram o seu nome em todos os municipios; por outro lado, o governador Beto Richa, que não é bobo nem nada, dá o tratamento que os deputados merecem: ouve, analiza, apoia. Assim sendo, a atitude dos deputados não poderia ser outra a não ser fechar acordo com o PSDB, pois é melhor um tucano na mão do que dois companheiros não se bicando!!!