Por Esmael Morais

Paulo Bernardo diz que vai ao Congresso para esclarecer denúncias de irregularidades no Dnit

Publicado em 11/08/2011

Para Bernardo, as mudanças feitas no governo recentemente não são problemáticas e sim obrigatórias quando surgem denúncias contra algum integrante. A partir do momento que se tem sinais de irregularidades, o governo tem obrigação de cuidar disso e a posição da presidenta Dilma foi muito clara em cuidar disso e tomar providências!.

Segundo ele, a presidenta tem tratado todos os ministros da mesma maneira. [Ela] Chama o ministro e diz que ele tem que resolver isso, tomar providências cabíveis. Se precisar tirar gente, [ela] tira gente. E, evidentemente, [ela faz isso] considerando que o ministro merece a confiança e tem condição de o fazer. Tem caso de gente que saiu, outros que estão tomando providências!.

O ministro das Comunicações concedeu entrevista a jornalistas depois de reunião com empresários da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) sobre investimentos no setor das telecomunicações, algo que, segundo ele, deve crescer muito e acelerar a economia nos próximos anos.

No encontro, Paulo Bernardo falou aos empresários sobre investimentos que serão feitos para a Copa do Mundo de 2014. Falamos de banda larga, TV a cabo e os investimentos que faremos para termos internet com conexões ultrarrápidas até 2014!.