Nova denúncia contra Derosso: suposto jornal fantasma consumiu R$ 16,6 milhões

Fac-símile do suposto jornal fantasma.

A onda de denúncias contra o presidente da Câmara Municipal de Curitiba, João Cláudio Derosso (PSDB), não cessa. O deputado federal Doutor Rosinha (PT) está acusando o tucano de simular a impressão do jornal “Câmara Em Ação”, que teria consumido R$ 16,6 milhões.

O parlamentar petista disse que protocolou no final da tarde de ontem (17) um novo pedido de providências ao Ministério Público do Paraná, para que os promotores também investiguem o jornal fantasma.

Segundo Dr. Rosinha, entre os anos de 2004 e 2010, a Câmara Municipal de Curitiba, presidida por Derosso desde 1997, gastou ao menos R$ 16,6 milhões com supostos serviços de impressão gráfica do Câmara em Ação!. Todos os recursos foram repassados à  empresa Visão Publicidade.

Em tese, o Câmara Em Ação! seria uma publicação impressa mensal da Câmara de Curitiba. Ocorre que tanto o deputado Dr. Rosinha quanto a vereadora Professora Josete (PT) relatam uma série de indícios que apontam que o jornal sequer era de fato impresso em papel.

Ou o jornal simplesmente não era impresso ou, no mínimo, a tiragem oficial, que consta dos pagamentos milionários feitos à  empresa Visão Publicidade, está muito, mas muito superfaturada!, afirma Rosinha.

Conversamos com vários vereadores e ex-vereadores, e também com servidores que há anos trabalham na Câmara de Curitiba, e ninguém nunca viu um único exemplar sequer desse jornal impresso. Tudo indica se tratar de um jornal fantasma.!

Rosinha e Josete acreditam que, além da Promotoria de Proteção ao Patrimônio Público, a CPI aprovada esta semana pelo Legislativo também deve vir a se debruçar sobre este caso.

“Como se explica que nem mesmo a biblioteca da Casa tenha ao menos um exemplar de cada edição do jornal financiado pela Câmara? Nem ao menos para arquivo”, observa Professora Josete.

Ontem, a assessoria da vereadora petista foi à  biblioteca da Câmara de Curitiba procurar exemplares da publicação. A resposta: não há um único exemplar no acervo. A orientação recebida foi imprimir os arquivo em formato PDF que estariam no site da Casa.

Esposa de Derosso e links apagados

Em uma das edições do Câmara Em Ação!, publicada em janeiro de 2005, a atual esposa de Derosso, Cláudia Queiroz Guedes, aparece como a jornalista responsável pelo veículo.

Teria Cláudia, naquela época, algum vínculo com a empresa Visão Publicidade ou então com o próprio Legislativo municipal?!, pergunta-se Rosinha. Com a palavra, o próprio Derosso.!

A assessoria de Dr. Rosinha consultou dezenas de arquivos PDF do jornal, que até dias atrás estavam disponíveis através de um link na página inicial do site da Câmara. Em nenhuma das edições há qualquer menção à  gráfica que teria impresso os jornais, ou mesmo a tiragem.

Estranhamente, a partir desta semana o site da Câmara deixou de exibir o link para os arquivos em PDF da publicação.

Teria sido o próprio Derosso que determinou essa retirada do ar dos arquivos jornal?!, questiona Rosinha. Por essas e outras é preciso afastá-lo imediatamente do cargo de presidente, para que ele não interfira nas investigações e nem possa coagir eventuais testemunhas.!

Cinco vezes a população de Curitiba

A tiragem do Câmara Em Ação!, segundo registros disponíveis no Portal do Controle Social, mantido pelo Tribunal de Contas do Paraná, teria chegado a 247 mil exemplares mensais !“superior à  média de circulação dos maiores jornais diários brasileiros. Uma única edição, publicada em dezembro de 2008, custou R$ 342,3 mil aos cofres públicos.

Apenas nas 45 edições supostamente veiculadas entre março de 2006 e março de 2010, a Câmara de Curitiba gastou R$ 12,6 milhões. Os exemplares impressos nesse período totalizariam quase 8,7 milhões de jornais. Esse número astronômico equivale a nada menos que cinco vezes o total de habitantes de Curitiba!, compara Dr. Rosinha.

Conforme dados do IBGE, a população de Curitiba em 2010 era de 1,7 milhão de pessoas.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Deixed esta vagal comigo em um quarto trancado somente por 5 minutos!!!!

  2. E o jornalzinho do Garcez ? Quanto faturou até hoje ? Conflito de interesses.

  3. PELO AMOR DE DEUS..EU VOLTAR PRA SICILIA;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  4. Existem fatos ainda mais deploráveis que vão emergir com o aprofundamento das investigações. A caixa preta se for aberta deverá trazer revelações surpreendentes.A quebra do sigilo bancário destas empresas com certeza vai ajudar a elucidar os desmandos que tomaram conta de todo o Poder Municipal nos ultimos 20 anos.

  5. Calculo simples: 6 anos x 12 = 72 meses = R$230.000/mês =R$7.666/dia. Que amor!!! Caro!

  6. Pelo jeito encontraram o fio da meada.

  7. Meus Deus!!! Será que a IMPRENSA PARANAENSE e nem a VEJA (revista de má qualidade) sabia de nada??????!!!!!!!
    Imagine se o politico fosse do PC do B ou do PT… ele estaria na ativa ainda?????? Claro que NNNNNÃoooooooo… seria um ESCANDALO nas primeiras páginas. Mas como é do PSDB junto com o DEM……..