Derosso deve pedir licença médica de 90 dias

Derosso deve 'pedir para sair'. Foto: Denis Ferreira Neto.

O presidente da Câmara Municipal, João Cláudio Derosso (PSDB), deverá pedir licença do cargo pelo período de 90 dias para tratamento médico.

Fontes próximas a Derosso na Câmara afirmam que o afastamento “voluntário” foi recomendado por correligionários do PSDB para que a crise que atinge a Casa arrefeça.

Derosso vem sendo alvo de denúncias de fraudes em contratos de publicidade.

Ontem à  noite, a procuradoria jurídica da Câmara negou pedido de afastamento do tucano, feito pela vereadora Renata Bueno (PPS), alegando que a parlamentar se baseou em lei da época da ditadura militar.

Ainda há um processo de impeachment contra Derosso, protocolado pela Federação das Associações de Moradores de Curitiba (Femotiba), que ainda precisa ser analisado pela Comissão de à‰tica.

Comentários encerrados.