A luta continua no PCdoB do Paraná

Publicado em 25 agosto, 2011

A guerra intestina no PCdoB ganhou contornos tribais com direito a chutes e pontapés abaixo da linha da cintura, o que é proibido pela Convenção de Genebra. A pancadaria é de lado a lado no estilo bateu, levou.

O trio parada dura formado por Milton Alves, Ricardo Gomyde e Joel Benin, quer destronar o presidente estadual da sigla, Chico Brasileiro, vice-prefeito de Foz do Iguaçu.

Zé Otávio, assessor de imprensa da prefeitura de Londrina, anunciou apoio ao trio. Ele e o ex-secretário de Comunicação do partido, Ivan de Souza, o Ivanovick, meteram o “chamegão” na polêmica carta que pede à  direção nacional do PCdoB que faça uma “recomposição” na direção estadual.

Gol na casa do adversário vale mais? Pois é, na região Oeste, base política de Chico Brasileiro, três diretórios municipais (Palotina, Toledo e Santa Helena) informaram que subscreveram a carta do trio. Ao todo, segundo informações, seriam 17 seções sublevadas.

Comments are closed.