A festa dos 67 anos da Fiep e a ausência do governador Beto Richa

Campagnolo (presidente eleito da Fiep), Rocha Loures (presidente da Fiep) e Armando Monteiro (presidente da CNI).

Uma concorrida festa nesta noite marcou comemoração dos 67 anos da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep).

O evento teve um tom de despedida do presidente da entidade, Rodrigo Rocha Loures, que transmitirá o cargo em outubro para o empresário Edson Campagnolo — eleito no começo do mês.

A tônica da festa foi a apresentação de um balança dos oito anos de gestão de Rocha Loures.

Com a presença do presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Armando Monteiro, os empresários inauguraram o Museu da Indústria do Paraná (MIP).

O governador Beto Richa (PSDB) e o prefeito Luciano Ducci (PSB) não deram o ar da graça. Mandaram representantes.

O tucano tentou ganhar a Fiep na eleição passada, mas o candidato dele, Ricardo Barros, perdeu a disputa por 69 a 21 votos.

Comentários encerrados.