A denúncia de Zé Dirceu: “Repórter da revista Veja é flagrado em atividade criminosa contra mim”

via blog do Zé Dirceu

Ex-ministro José Dirceu.

Depois de abandonar todos os critérios jornalísticos, a revista Veja, por meio de um de seus repórteres, também abriu mão da legalidade e, numa prática criminosa, tentou invadir o apartamento no qual costumeiramente me hospedo em um hotel de Brasília.

O ardil começou na tarde dessa quarta-feira (24/08), quando o jornalista Gustavo Nogueira Ribeiro, repórter da revista, se registrou na suíte 1607 do Hotel Nahoum, ao lado do quarto que tenho reservado. Alojado, sentiu-se à  vontade para planejar seu próximo passo. Aproximou-se de uma camareira e, alegando estar hospedado no meu apartamento, simulou que havia perdido as chaves e pediu que a funcionária abrisse a porta.

O repórter não contava com a presteza da camareira, que não só resistiu à s pressões como, imediatamente, informou à  direção do hotel sobre a tentativa de invasão. Desmascarado, o infrator saiu à s pressas do estabelecimento, sem fazer check out e dando calote na diária devida, ainda por cima. O hotel registrou a tentativa de violação de domicílio em boletim de ocorrência no 5!º Distrito Policial.

A revista não parou por aí.

O jornalista voltou à  carga. Fez-se passar por assessor da Prefeitura de Varginha, insistindo em deixar no meu quarto “documentos relevantes”. Disse que se chamava Roberto, mas utilizou o mesmo número de celular que constava da ficha de entrada que preencheu com seu verdadeiro nome. O golpe não funcionou porque minha assessoria estranhou o contato e não recebeu os tais documentos!.

Os procedimentos da Veja se assemelham a escândalo recentemente denunciado na Inglaterra. O tablóide News of the World tinha como prática para apuração de notícias fazer escutas telefônicas ilegais. O jornal acabou fechado, seus proprietários respondem a processo, jornalistas foram demitidos e presos.

No meio da tarde da quinta-feira, depois de toda a movimentação criminosa do repórter Ribeiro para invadir meu apartamento, outro repórter da revista Veja entrou em contato com o argumento de estar apurando informações para uma reportagem sobre minhas atividades em Brasília.

Invasão de privacidade

O jornalista Daniel Pereira se achou no direito de invadir minha privacidade e meu direito de encontrar com quem quiser e, com a pauta pronta e manipulada, encaminhou perguntas por e-mail já em forma de respostas para praticar, mais uma vez, o antijornalismo e criar um factóide. Pereira fez três perguntas:

1 !“ Quando está em Brasília, o ex-ministro José Dirceu recebe agentes públicos !“ ministros, parlamentares, dirigentes de estatais !“ num hotel. Sobre o que conversam? Demandas empresariais? Votações no Congresso? Articulações políticas?

2 !“ Geralmente, de quem parte o convite para o encontro !“ do ex-ministro ou dos interlocutores?

3 !“ Com quais ministros do governo Dilma o ex-ministro José Dirceu conversou de forma reservada no hotel? Qual o assunto da conversa?

Preparação de uma farsa

Soube, por diversas fontes, que outras pessoas ligadas ao PT e ao governo foram procuradas e questionadas sobre suas relações comigo. Está evidente a preparação de uma farsa, incluindo recurso à  ilegalidade, para novo ataque da revista contra minha honra e meus direitos.

Deixei o governo, não sou mais parlamentar. Sou cidadão brasileiro, militante político e dirigente partidário. Essas atribuições me concedem o dever e a legitimidade de receber companheiros e amigos, ocupem ou não cargos públicos, onde quer que seja, sem precisar dar satisfações à  Veja acerca de minhas atividades. Essa revista notoriamente se transformou em um antro de práticas antidemocráticas, a serviço das forças conservadoras mais venais.

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. É por estas e outras que sou a favor de Hugo Chaves e Cristina Kirchner. Dois presidentes que tiveram a coragem de enfrentar a imprensa marrom dos seus países. Não se trata de cercear a liberdade da imprensa, mas sim de não mentir, não dar golpe, não trabalhar com interesses próprios e de aliados canalhas. Aqui no Brasil temos alguns órgãos de comunicação que merecem perder suas concessões: Globo, Band, SBT, Folha, Estadão, RPC e Veja, dentre outras. O jornalismo é uma das profissões mais importantes na vida dos cidadãos, pois é por ele que as pessoas são bem ou mal informadas. Uma mentira destrói uma vida e uma reputação.
    Aqui no Paraná o jornalismo é uma brincadeira. São os mesmos “aliados” em vários meios de comunicação. Onde estão os novos ? Onde está o contraditório ? Se não fossem os blogs como este, nós não teriamos opção. Seriamos todos alienados da RPC, CBN, Rede Massa, Banda B, etc. O mesmo jornalista está em vários destes meios. A Joyce está se achando o máximo. O Airton Cordeiro (aposentado há anos como Deputado com um mandato) parece o professor dos professores. O Wille e o Mazza são ervas daninhas aos novos jornalistas. E tudos estão dentro dos mesmos grupos de comunicação que têm “afinidades” com o grupo político que domina esta cidade (e agora o Estado).
    Ontem à noite apareceu uma propaganda da cidade modelo (modelo de quê ?) no horário mais nobre da televisão brasileira – Fantástico, que não vejo mas peguei por acidente ao trocar de canal. Agora eu pergunto: Qual o benefício desta propaganda a nós cidadãos que andamos em ruas esburacadas, postos de saúde sem médicos e remédios (com espera mínima de 6 horas), escolas que enganam que ensinam, falta de creches, etc ????
    Quando acabará esta promiscuidade ? Quando o povo souber escolher, não deixar se enganar e não trocar sua cidadania por cobertores.
    Não vejo perspectivas de melhora enquanto estes jornalistas não tiveram compromisso com a verdade e com seu juramento profissional. No Requião eles batiam, e batem, a qualquer momento. É que ele teve a coragem de enfrentar esta imprensa mafiosa e lhes cortou a teta fácil das propagandas,
    além de juízes que não merecem o cargo que detém.

  2. Pois é, e onde está a ley de medios, quando é que a Presidenta vai encaminah para o congresso?

  3. muitos reportes não respeita a privacidade alheia. sera que ese reporte da veja ,deixa o dirceu entrar na casa dele sorrateiramente?

  4. Jornais contratam jornalistas subservientes puxa-sacos de seus patrões.

    O jornalismo desses meios de comunicação só trabalho com o senso comum, não existe ciência, somente inverdades e defesa dos grupos poderosos e cosnervadores do brasil.

  5. esta veja: os propetarios dela ja mosatram o caracter que possui. os murdoques do brasil. pigs .se voceis pudese exilar novamente fariam. o ze dirceu não esta mais na politica .a veja devia ter vergonha do que faz….

  6. Vamos ver se agora as autoridades tomam alguma providência contra essa revista…