Vereadora Professora Josete (PT) defende cassação de Derosso

Denúncias dividem vereadores

por Chico Marés, na Gazeta do Povo

Professora Josete (PT): cassação de Derosso.

A divulgação de supostas irregularidades da gestão do presidente da Câmara, João Cláudio Derosso (PSDB), dividiu as opiniões das lideranças do Legislativo. Para alguns, é necessário cautela na hora de avaliar essa questão. Para outros, no entanto, as denúncias seriam suficientes até para a cassação do vereador.

Líder da oposição, o vereador Algaci Tulio (PMDB) prefere não julgar o presidente da Câmara antes que ele dê as devidas explicações. Essa licitação não é do meu tempo [ela foi feita em 2006; Algaci foi eleito em 2008]. Então não posso saber se houve irregularidades!, disse. Para ele, as denúncias são suficientes para que se faça uma sindicância interna. Tenho certeza que ele vai esclarecer o caso.!

Já a vereadora Professora Josete (PT) foi mais incisiva nas cobranças ao presidente da Casa. As denúncias são muito graves. Se tudo ficar provado, os vereadores têm que tomar uma medida drástica. Cabe, inclusive, a cassação!, afirmou. Para ela, o valor dos contratos é exagerado se comparado com o que se vê de publicidade da instituição na cidade. Apesar disso, ela disse não acreditar em grandes consequências das denúncias. Sou cética quanto a isso. Os parlamentares são pautados pelo corporativismo!, disse.

Outro que criticou publicamente Derosso foi o ex-vereador e hoje deputado federal Doutor Rosinha (PT). O presidente da Câmara tardou a cair. Não há instituição que fique 14 anos sob o comando da mesma pessoa e que seja livre de desvios de conduta!, declarou o deputado, se referindo à  longevidade de Derosso no comando da Casa. Apesar da gravidade das denúncias, ele disse estar pessimista em relação à  Câmara. Acho que, nessa legislatura, não vai mudar nada. A única coisa que poderia mudar algo na Câmara seria a resposta do eleitor, no ano que vem.!

Líder do governo na Câmara e colega de partido de Derosso, o vereador João do Suco (PSDB) amenizou a questão. Não posso dizer se está certo ou errado. Em um primeiro momento, ela não era esposa dele e o processo licitatório foi normal!, afirmou. Sobre os altos valores dos contratos, o vereador disse não ter subsídios para opinar sobre o assunto. Não posso avaliar os gastos apenas pelo senso comum. Teria que fazer uma avaliação aprofundada antes de opinar.! João do Suco diz, também, que deve aguardar a finalização do processo para ver o que será feito.

Caso paradigmático

Para o cientista político da Uni!­!­versidade Federal do Paraná (UFPR) Adriano Codato, trata-se de um caso paradigmático da política brasileira. Cada vez mais, políticos em todos os níveis perderam a relação com o mundo real, especialmente no Legislativo!, explica. Segundo Codato, como a política acaba se distanciando dos eleitores e girando em torno de si, certos desvios acabam se tornando legítimos sob a ótica dos políticos.

Já segundo o cientista político Fabrício Tomio, também da UFPR, a eternização de Derosso no comando da Câmara favoreceu os desvios de conduta. O fato de alguém ficar continuamente na presidência da Casa é um indício de que há algo irregular. Quando um grupo controla sozinho a Mesa Diretora é provável que haja desvios!, afirma.

Para Tomio, a rotatividade dificulta que esses esquemas sejam prolongados. Além disso, quando os vereadores competem por poder dentro da Casa, a denúncia de irregularidades passa a fazer parte do jogo. Se ele não tivesse segurança de que não aconteceria nada, provavelmente não cometeria esses desvios!, explica.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. como alguns colegas ai disseram, quem ela pensa que é, apontar o dedo aos aliados do rei, isso deverá ser punido severamente quando o PSDB assumir o poder no país novamente!!!!

  2. desequilibrada, ptralha.

    mensalao é legal, fazer consultorias é legal, partido da rapina é legal,
    tudo é legal para o pt

  3. Conta simples e fácil: 30 milhões divididos por 5 anos divididos por 12 meses = 500 mil reais por mês divididos por 2 empresas = 250 mil cada uma, sendo uma empresa da mulher/companheira do Derosso e outra empresa do pai/sogro do Presidente = 500 mil por mês divididos pelos 3 comparsas. Bela soma, não? Em tempo: 3 elementos se locupletando no poder caracteriza formação de quadrilha?

  4. Os parlamentares são pautados pelo corporativismo Prof.Josete? E o povo, é pautado pelo quê? Esta cada vez mais fácil e rápido para se nominar os sérios e falta caneta e papel para nominar os corruptos! O Algaci já tem certeza que o Derosso vai explicar tudo. O deputado federal Dr.Rosinha vem com a histórinha furada de que as coisas só podem mudar com as próximas eleições; será que ele não viu toda a campanha da RPC em 2010 nas denúncias da ALEP e o resultado que as urnas trouxeram? Ficaram os de sempre! Continuam chamando o povo de idiota e o pior é que parece que eles tem razão!

  5. Bem! Não é bem isso, nem bem assim.
    Não vi nem ouvi Josete pedir cassação de Dilma por causa dos transportes;
    não vi Josete pedir cassação de Lula por causas do “Lulinhas”;
    não vi Josete pedir cassação de nenhum petista por causa do mensalão;
    não vi Josete pedir cassação de nenhum deputado ou vereador gafanhoto.
    Então Josete, muita calma nessa hora.
    Numa coisa concordamos de pleno: tirar o Derosso é 90% do caminho para a moralidade, para a transparência, para a decência da câmara, mas na marra, na força, no golpe, na goela, não tira.
    Denúncias existem contra todos, até contra tudo. O que se deve é pressionar o Derosso, para que ele se afaste da presidência para que tudo possa ser esclarecido. Depois então se confirmada a culpa, pau nele.

    Agora, pense bem, se tirar o Derosso nesse momento, pelo regimento, outro presidente deve ser eleito, quem???

  6. Abram logo esse processo de cassação e deixem de conversinha! Derosso fora já!

  7. Ainda bem que tem uma vereadora para salvar aquela Câmara, pena que seja só uma. Vamos aguardar o posicionamento dos demais, espero que pelo menos os outros dois do PT concordem com a Ver. Josete. É lamentável que o cara gaste 30 milhões de recurso público em propaganda e pior ainda com empresa da família (esposa e sogro) e ter vereador dizendo que “tenho certeza que tudo ficará esclarecido” – eita oposição!