Veja essa: Barros espera contar com apoios de Alceni e Taniguchi na Fiep

Barros, Alceni e Taniguchi na Fiep.

O secretário da Indústria e Comércio, Ricardo Barros (PP), informou que, caso seja eleito presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), fará uma parceria com o ex-ministro Alceni Guerra (PSD), atual chefe escritório de representação do Governo do Estado em Brasília.

Além de contar com Guerra em Brasília, o político Barros também espera receber apoio do secretário de Planejamento Cássio Taniguchi, ex-secretário do Desenvolvimento Urbano no Distrito Federal.

Taniguchi e Guerra tiveram passagem no governo distrital de José Roberto Arruda (ex-DEM), que foi cassado e preso no ano passado em virtude das denúncias de corrupção.

Alceni Guerra, ex-ministro da Saúde no governo Collor de Mello, foi demitido pelo ex-governador Roberto Requião do Lactec (Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento) devido à  gestão temerária.

O Lactec é gerido pela Copel, Fiep, UFPR, dentre outras instituições.

Ontem à  noite, em Maringá, os empresários Edson Campagnolo e Carlos Walter, candidatos a presidente e vice, respectivamente, ironizavam o adversário político:

“Barros é um Carvalhinho paraguaio”, disseram, ao comparar a tragetória de Ricardo Barros a do ex-presidente da Fiep José Gomes Carvalho, o Carvalhinho, falecido em 2003.

Carvalhinho, a exemplo de Barros, também era secretário de Estado no governo de Jaime Lerner. Ele ocupava a Secretaria do Trabalho.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Parabéns José Andrade! Muito oportuna o seu comentário. Valeu!!

  2. Beto Richa tá bem representado no que tange à indústria; Taniguchi na área de panificação e Alceni na de bicicletas…

  3. trazer a rruda para equipe.