Sanepar cria mais 30 cargos políticos ao custo de R$ 6,48 milhões

Fac-símile da ata da reunião presidida pelo conselheiro Ivan 'Censurinha' Bonilha.

O Conselho de Administração da Sanepar (Companhia Paranaense de Saneamento) autorizou a criação de trinta novos cargos “estratégicos de livre nomeação e exoneração”, conforme ata de reunião número 05/2011, de 17 de maio último.

Os trinta cargos políticos significarão R$ 540 mil por mês adicionais aos cofres da companhia, ou seja, o impacto na folha chegará a R$ 6,48 milhões anuais.

As livres nomeações visam atender demandas políticas externas, portanto, estranhas à  Sanepar.

Na campanha eleitoral de 2010, o então candidato Beto Richa (PSDB) prometeu aos saneparianos prestigiar a meritocracia, os funcionários de carreira da empresa.

A reunião que aprovou a tunga nos funcionários da Sanepar (e nos consumidores) foi presidida pelo ex-presidente do Conselho Administrativo, Ivan “Censurinha” Bonilha, atual conselheiro sub judice do Tribunal de Contas.

A revolta entre os saneparianos é muito grande, pois, segundo fontes do blog na empresa, há um processo acelerado de desmonte da companhia que impactarão na tarifa de água dos consumidores.

Além deste gasto adicional de R$ 6,48 milhões com “cargos comissionados”, a Sanepar também havia aprovado o aumento de distribuição dos lucros aos sócios privados de 25% para 50%.

“Isso significará tarifa maior e obras de menos”, disse um graduado funcionário da empresa.

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Isso é mal! Mas ñ adianta partidarizar o assunto, pois isso é prática corrente na polica nacional. Jogue a primeira pedra o partido q ñ utiliza essas práticas, q ñ faz loteamento de cargos! Perto do governo federal petista, isso aí é peixe pequeno! é Claro q o q deveria acontecer em qquer empresa estatal é q os cargos da alta administração deveriam ser preenchidos por funcionários de formação tecnica e com anos de atuação e de conhecimento da empresa. Só espero q desta vez ñ haja nomeação de renomado profissional na área de filmes eróticos, como feito no IAP.

  2. Não é só na Sanepar não. Na Celepar existem inúmeros assessores que sequer ficam lotados na empresa…

  3. É festa….

  4. Pode ser que aí nesse trem da alegria, se encontram só gente do PSDB? Isso é obvio. Afinal o governo é PSDB. Mas, o quero dizer é: Ai podem estar alojados os tais Psdbistas de SÃO PAULO. Daí sim, aquele informe que correu no início do ano que o PSDB Paraná tinha prometido a José Serra pagar as contas de campanha do PSDB NACIONAL fará jus a “fofoca” da época.

  5. Para os funcionários de carreira, 1,86 % de aumento