PSDB deverá enfrentar debandada na Câmara Municipal de Curitiba

Charge de Ivan Cabral.

Excelentes fontes do blog na Câmara Municipal de Curitiba asseguram que o “Furacão Fruet” está prestes a passar por lá e arrasta quase tudo que encontrar pela frente. Mais precisamente, o alvo será a bancada de 13 vereadores do PSDB.

Os efeitos da saída do ex-deputado federal Gustavo Fruet do PSDB podem ser mais devastadores do que o Furacão Katrina, que em 2005 arrasou a cidade de Nova Orleans, estado sulista da Louisiana, nos Estados Unidos.

Segundo estimativas de parlamentares que até agora compuseram a base de sustentação do prefeito Luciano Ducci (PSB) na Câmara, ao menos dez vereadores do PSDB podem acompanhar Fruet no PDT.

A debandada tucana atende por um nome: instinto de sobrevivência política.

Os vereadores do PSDB temem que a ausência de candidato próprio à  prefeitura reduza a bancada de 13 para meros cinco membros.

Não são somente os tucanos que estão apreensivos com a passagem do “Furacão Fruet” pela Câmara Municipal. Vereadores de outros partidos também demonstram inquietações.

Gustavo Fruet lidera todas as pesquisas de opinião na corrida pelo Palácio 29 de Março (sede do executivo municipal). Nas eleições de 2010, ele fez nada mais nada menos que 650 mil votos na capital quando disputou o Senado.

Observadores da cena política dentro do legislativo municipal atribuem a possível — e quase certa — debandada à  barbeiragem do governador Beto Richa (PSDB), que permitiu a saída de Fruet do ninho tucano.

Ontem, por exemplo, o vice-presidente municipal do PSDB, vereador Celso Torquato, em nota oficial, considerou a decisão de Fruet sair do partido como “corajosa e firme”, contrariando a opinião da cúpula estadual tucana.

Comentários encerrados.