Prefeito de Pontal entra com ação para revogar cassação

Gazeta do Povo

O Prefeito de Pontal do Paraná, no Litoral do Estado, Rudisney Gimenes, entrou nesta sexta-feira (29) com um pedido de embargo da decisão do cartório da Justiça Eleitoral de Matinhos, que determinou, na última quarta-feira (27) a cassação de seu mandato e do vice, Rubens Marcelino da Veiga, o Rubinho.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura municipal, o pedido foi acatado pela justiça e enviado para análise. Até a próxima segunda-feira (1), de acordo com a assessoria, deverá sair um parecer do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre o caso.

Caso a decisão da liminar não seja favorável a Gimenes, o presidente da Câmara Municipal de Pontal, Valdevino Simões, deverá convocar eleições indiretas. Por enquanto, segundo a assessoria da prefeitura, o prefeito permanece no cargo. Gimenes e o vice teveram os mandatos cassados por compra de votos e abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2008.

Comentários encerrados.