Milton Buabssi pede anulação da convenção do PMDB de Curitiba

Elizabete Castro – O Estado do Paraná

Buabssi questiona legalidade.

Um dos ex-presidentes do diretório do PMDB, Milton Buabssi protocolou pedido de anulação da convenção realizada no dia 17, que elegeu o senador Roberto Requião (PMDB) para a presidência do partido na capital. Buabssi requereu formalmente à  executiva estadual que não faça o registro do novo diretório alegando que a eleição dos integrantes desrespeitou o estatuto do partido.

Bubassi foi um dos membros da chapa única ao diretório. Como ex-presidente da sigla, Buabssi é membro nato do diretório. No pedido de não anotação feito à  executiva, Buabssi argumenta que o colégio eleitoral para escolher os membros do diretório municipal eram os delegados zonais, os membros do diretório estadual e parlamentares com domicílio em Curitiba. Na convenção, tiveram direito a voto todos os filiados da cidade.

“Aos filiados cabe apenas eleger os diretórios zonais. Não há nada de pessoal contra ninguém do novo comando. Minha iniciativa visa apenas defender a legalidade”, disse Buabssi, que se não obtiver resposta favorável da executiva estadual, garante que irá recorrer à  executiva nacional do PMDB.

Mais ligado ao ex-governador Orlando Pessuti, que teve parte do seu grupo excluído do diretório, Buabssi afirmou que não vê problemas em Requião assumir a presidência do partido. Mas desde que eleito de acordo com as regras do estatuto do PMDB. “Não é contra ou a favor do Requião. Apenas acho que o deve haver respeito ao estatuto”, disse.

No requerimento à  executiva estadual, Buabssi pede que o diretório regional desconsidere a convenção e nomeie uma comissão provisória para realizar uma nova eleição do diretório municipal.

O presidente do diretório estadual, Waldyr Pugliesi, disse que a executiva ainda não analisou o pedido. A próxima reunião da executiva será na próxima segunda-feira, 1.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Phuphuphuphu,a teinha murchou! e o velhinho reclamou!
    Phuphuphu Tetinha murchou!