Gustavo Fruet articula frente com PDT, PV, PPS e PT

O presidente estadual do PT, deputado Enio Verri, afirmou ao blog que deverá procurar nos próximos dias o ex-deputado Gustavo Fruet (sem partido) para conversar sobre as eleições de 2012.

Fruet deixou o PSDB na semana passada porque a agremiação renunciou à  candidatura própria em detrimento do apoio à  reeleição do prefeito Luciano Ducci (PSB). O ex-tucano tende a ingressar no PDT até o final de setembro para concorrer à  prefeitura da capital.

O PPS também aguarda a confirmação de um encontro com Fruet. Segundo o deputado Rubens Bueno, presidente estadual da legenda do voto limpo, “deverá ocorrer a qualquer momento”.

O diretório municipal do PV esteve ontem com o pré-candidato Gustavo Fruet. Os verdes convidaram-no para se filiar à  sigla, mas também não descartam de apoiá-lo numa composição mesmo que ele ingresse em outro partido.

No PT, embora haja movimento pela candidatura própria, o campo majoritário CNB (Construindo um Novo Brasil), no qual fazem parte o casal ministerial Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Paulo Bernardo (Comunicações), também acena forte em direção a Fruet.

Até agora, estão nos planos do ex-deputado a formação de uma frente com o PDT, PV, PPS e PT.

Comentários encerrados.