Em Maringá, PMDB mais próximo do PT de Enio Verri

Verri feliz com apoio do PMDB.

Ontem à  noite, a executiva estadual do PMDB acatou reivindicação do diretório municipal de Maringá de cancelar convenção partidária que estava prevista para o dia de 17 de julho.

Os peemedebistas maringaenses alegaram que havia uma movimentação de uma ala para transformar o partido numa sublegenda do condomínio dos Barros (leia-se do prefeito Silvio Barros II e do ex-secretário Ricardo Barros).

Com a decisão da executiva estadual, o PMDB de Maringá caminha a passos largos rumo a uma composição com o deputado Enio Verri (PT) na disputa pela prefeitura do município.

O presidente do partido maringaense, Humberto Crispim, poderá ser o vice na chapa de Verri.

O placar da votação de ontem no PMDB, em Curitiba, foi de oito a três pelo cancelamento da convenção em Maringá.

Comentários encerrados.