CUT prepara manifestação pelo afastamento de Derosso

Roni Barbosa diz que sindicatos pedirão o afastamento de Derosso da presidência.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Paraná se reúne nesta quarta-feira (27), a partir das 10 horas, em Curitiba, para definir um calendário de mobilizações pelo afastamento do presidente da Câmara Municipal, João Cláudio Derosso (PSDB), acusado de favorecer a esposa na contratação de agência de publicidade.

Segundo o presidente da CUT, Roni Barbosa, as acusações são graves e precisam ser apuradas com rigor e celeridade.

“Essas acusações contra Derosso podem ser apenas a ponta de um iceberg, que pode chegar até o executivo municipal”, disse Barbosa.

O dirigente sindical explica que a reunião de hoje contará com a presença da executiva da entidade, sindicatos e parlamentares que farão uma avaliação do quadro político na Câmara.

A data para a mobilização da CUT ainda não foi definida, mas, logo após a reunião, a entidade deverá emitir uma nota oficial sobre as denúncias que pesam contra a gestão de Derosso.

A expectativa é que os cutistas devam pedir o afastamento do presidente da Câmara para que haja isenção nas investigações.

Na última quinta-feira (21), a Federação das Associações de Moradores de Curitiba (Femotiba) protocolou na Câmara um pedido de impeachment de Derosso.

Comentários encerrados.