Barros pressionou para liberar verbas do Dnit, diz Pagot; veja o vídeo

O ex-diretor do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Luiz Antonio Pagot, afirmou que o prefeito de Maringá, Silvio Barros II e o irmão dele, ex-deputado federal Ricardo Barros, ambos do PP, pressionaram o órgão para liberar as verbas para o Contorno Norte do município.

Segundo Pagot, o prefeito Silvio Barros era o responsável pelas desapropriações.

“Muitas vezes vinha com o irmão que era deputado federal [Ricardo Barros, do PP], que vinha exigir pressa na licitação, conclusão do segundo lote de obras, licitação do segundo lote de obras”, disse o ex-diretor do DNIT.

Fui ao Dnit no sentido de conquistar obras e apressá-las!, confirmou Ricardo Barros, ex-vice-líder dos governos FHC e Lula, que atualmente tenta chegar à  presidência da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep).

Os aditivos nas obras do Contorno Norte de Maringá chegam ao astronômico valor de R$ 37 milhões.

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. contorno norte em maringa tem a mão do pps , e aí rpc e gazeta, po que o pago?

  2. Quem precisa da Teresinha quando se tem os irmãos Barros???