Alvo de 8 investigações, prefeito de Londrina corre risco de cassação

* Barbosa Neto enfrenta oito procedimentos de investigação

Barbosa Neto fica no cargo até o final do ano?

O prefeito de Londrina, Homero Barbosa Neto (PDT), poderá perder o mandato ainda este ano em virtude das graves acusações que pesam sobre a gestão dele. Esta é a avaliação, quase unânime, da frente política no município, localizado no Norte do estado.

Segundo levantamento feito pelo blog, há pelo menos três procedimentos de investigação em andamento contra Barbosa na Câmara de Vereadores e outros 5 comandados pelo Ministério Público. A saber:

1) Comissão Processante da Guarda Municipal. A expectativa é que o prefeito se livre desta bananosa!.

2) Comissão Especial de Inquérito da Centronic (empresa de vigilância), que é composta majoritariamente por governistas (também acabará em pizza).

3) CEI da Saúde, controlada pela oposição, investiga indícios contra Barbosa e a primeira-dama do município. Esta poderá complicá-los.

Além das três comissões de investigação enumeradas acima, outras frentes comandadas pelo Ministério Público deverão animar a Câmara na volta do recesso em 1!º de agosto.

1) Operação Antisepsia (Saúde), a famosa operação que já deu um processo para o Barbosa no Tribunal de Justiça do Paraná.

2) Irregularidades na formação da Guarda Municipal envolvendo a empresa Delmondes & Dias, que teria recebido sem prestar serviços.

3) Irregularidades na CMTU !“ Operação Chorume !“ questão do tratamento do lixo e o suposto enriquecimento do presidente da empresa.

4) Compra de uniformes escolares pela modalidade de licitação acima do preço de mercado!.

5) Aditivo na contratação de funcionários da limpeza e conservação terceirizados (empresa Proguarda Administração e Serviços Ltda)

Comentários encerrados.