10 de julho de 2011
por Esmael Morais
10 Comentários

A carta de Gustavo Fruet (2)

Gustavo Fruet.

A semana política começa tensa no Paraná. Tudo porque se comenta que o ex-deputado federal Gustavo Fruet anunciará saída do PSDB na próxima quarta-feira (13). ... 

Leia mais

10 de julho de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em Aliados dizem que Dilma age por impulso

Aliados dizem que Dilma age por impulso

via O Globo

* “Ela não tem o controle do PT nem dos demais partidos”

No Ministério de Minas e Energia, apesar do comando do peemedebista Edison Lobão, Dilma tem o controle das principais estatais. A presidente, segundo seus auxiliares, tem outras preocupações na Esplanada. No Ministério das Cidades, nas mãos do PP baiano de Mário Negromonte, Dilma já esvaziou as atribuições do PAC na pasta, subordinando obras ao Ministério do Planejamento. Esse é o mesmo modelo que a presidente pretende implantar nos Transportes.

Dilma queria manter no Ministério das Cidades o ex-ministro Márcio Fortes, que foi vetado pelo PP. Por isso, para tratar das Olimpíadas, ela indicou Márcio Fortes para assumir a Autoridade Pública Olímpica (APO). Apesar de ele ser filiado ao PP, o partido não considerou o novo cargo como da cota política da legenda.

Mas essa intervenção brusca no feudo do Ministério dos Transportes está deixando os aliados e ministros de Dilma apreensivos. Nos bastidores, a presidente chega a ser chamada de forma pejorativa de “biruta de aeroporto”, que age por impulso, cria uma crise e depois não sabe o que fazer e tem que ceder. Leia mais

10 de julho de 2011
por Esmael Morais
3 Comentários

Perguntas de ‘O Globo’ e respostas do ministro Paulo Bernardo

via site Ministério das Comunicações

Perguntas recebidas do jornal O Globo e respondidas pelo ministro Paulo Bernardo neste sábado, 9 de julho, à s 15h.

Jornal O Globo: O sr. recebia empreiteiras para apresentação de projetos na área de transportes? Em que circunstâncias? Por qual motivo?

Ministro Paulo Bernardo: Não. Embora seja hoje ministro das Comunicações, vou explicar como funciona no Planejamento. O governo faz o planejamento dos investimentos que considera importantes, encomenda os projetos, que são incluídos no Orçamento. Em seguida, são feitas as licitações para contratar as empresas que executarão as obras. Assim, no Planejamento, não recebíamos empresas para apresentar projetos de qualquer área. O governo contrata empresas, através dos ministérios setoriais, como é o dos Transportes. Quero acrescentar, ainda, que é tarefa cotidiana de ministros receber, em audiência, empresários, trabalhadores ou entidades da sociedade civil. Quero repelir insinuações que tentam associar malfeitos ou irregularidades a tarefas normais de um ministro de Estado.

As empreiteiras lhe apresentavam “pacotes fechados” para aprovação e liberação de projetos na área de transportes, mediante pagamento de propina? O sr. tinha alguma influencia na aprovação de projetos no DNIT?

Pretendo responder respeitosamente à s suas perguntas, mas exijo que me tratem com o mesmo respeito. Sua pergunta é insultuosa. O Globo tem publicado insinuações atrib Leia mais