30 de junho de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em Chapa única é inviável, diz presidente da Fiep

Chapa única é inviável, diz presidente da Fiep

por Fábio Linjardi, via O Diário

O presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Rodrigo da Rocha Loures, rechaça a possibilidade de consenso em torno de uma única candidatura para as eleições a entidade, em seis de agosto.

A afirmação, feita ontem a O Diário, é uma resposta a Ricardo Barros, vice-presidente da Fiep, que anunciou na terça-feira a candidatura dele à  Presidência. Ricardo trabalha para ser eleito por aclamação. Para conquistar esse objetivo, licenciou-se das funções de secretário do governo do Estado de da Presidência estadual do PP.

“O Ricardo insiste no consenso, mas acho que o consenso não é bom para a entidade”, avalia Rocha Loures. Para ele, a candidatura de Ricardo seria uma tentativa de o Palácio Iguaçu exercer o controle sobre a entidade. Nesse caso, votar contra o candidato do governo representaria o risco de ter problemas além do campo institucional da Fiep.

“Na eleição anterior, o Requião (Roberto, então governador) se envolveu no processo eleitoral da entidade, e ficou implícito aos eleitores que poderia haver uma devassa fiscal, devassa ambiental. Isso é querer se valer de mecanismos de intimidação para obter votos”, critica.

Rocha Loures esteve ontem em Maringá para participar de um evento comemorativo com funcionários do Sistema Fiep. O president Leia mais

30 de junho de 2011
por Esmael Morais
1 Comentário

Dilma e Dirceu tiveram e-mails da UOL violados

A presidenta Dilma Rousseff e o ex-ministro José Dirceu tiveram suas contas de e-mail do UOL, empresa do Grupo Folha, invadidas por hacker. A informação é da Folha de S. Paulo.

A reportagem do jornal conta que teve acesso de “relance” a 30 mensagens de Dilma.

Ainda de acordo com a Folha, um rapaz que não quis se identificar teria copiado cerca de 600 e-mails da presidenta durante a campanha de 2010.

As informações privadas foram usadas para fins eleitorais pelos adversários do PT e de Dilma (leia-se DEM e PSDB)? Desde quando a Folha sabia da violação da caixa de mensagens dos petistas?

O episódio é mais uma clara demonstração da fragilidade na segurança da transmissão de dados e reforça a necessidade de regulamentação desse estratégico setor.

Se figuras importantes da República não têm seus dados preservados, imagine o que ocorre com o pobre cidadão comum.

A seguir, veja a reportagem do jornal Folha de S. Paulo: Leia mais