2 de abril de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em Justiça cassa mais um candidato em Itaperuçu

Justiça cassa mais um candidato em Itaperuçu

O candidato do PMDB à  prefeitura de Itaperçu, Gerson Ceccon, foi cassado na manhã deste sábado pela justiça eleitoral por uso indevido de meio de comunicação e abuso do poder econômico. ... 

Leia mais

2 de abril de 2011
por Esmael Morais
Comentários desativados em BNDES anuncia maior aporte financeiro para garantir inovação

BNDES anuncia maior aporte financeiro para garantir inovação

* Na Fiep, Luciano Coutinho divulgou as estratégias dobanco para o desenvolvimento industrial

Em encontro na Federação das Indústrias do Paraná, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, anunciou um aumento no aporte de recursos financeiros para inovação. A reunião, com 500 empresários, foi aberta pelo Presidente da Fiep, Rodrigo da Rocha Loures, que apresentou as iniciativas da entidade voltadas à  inovação, desenvolvidas pelo Centro Internacional de Inovação (C2i).

Coutinho destacou os trabalhos da Fiep desde que a Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) foi criada, a partir de uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria, em 2009.

Como coordenador nacional da MEI, Rocha Loures defendeu, no mesmo ano, a criação pela Fiep do primeiro Centro Internacional de Inovação no Brasil, o C2i .

Nos demais estados os esforços ainda são por criar espaços de inovação. Aqui no Paraná a preocupação está em desenvolver e sustentar o que já foi criado. O exemplo da Fiep deveria ser seguido em todo o Brasil!, destacou Coutinho.

Investimentos Leia mais

2 de abril de 2011
por Esmael Morais
1 Comentário

Artigo de Orlando Silva: Faremos a melhor Copa da história

por Orlando Silva *, via Folha de S. Paulo

A Copa do Mundo da Fifa 2014 é muito mais que a disputa de 64 partidas de futebol por seleções de 32 países. à‰ um evento que produz oportunidades e que serve como catalisador para o desenvolvimento de quem a realiza.

A Copa é excelente plataforma para a promoção de nosso país em âmbito global. O mundo verá uma nação moderna e inovadora. Uma democracia forte. Um lugar marcado pela diversidade, pela tolerância e pela cultura de paz. Uma nação com economia complexa, estável, que permite desenvolvimento sustentado e forte política de inclusão social e distribuição de renda.

A Copa é compromisso de governos. As garantias governamentais oferecidas pelo país à  Fifa têm sido cumpridas, inclusive com ajustes na legislação nacional.

A governança pública do processo de preparação do evento se funda num pacto firmado entre os entes federativos e fixado em uma matriz de responsabilidades. Essa matriz estabelece as atribuições de União, Estado, Distrito Federal e municípios, define orçamentos e cronogramas e é um documento público, o que permite transparência e acompanhamento por toda a sociedade.

A Copa tem ciclos de planejamento e trabalho. Já cumprimos o primeiro, selecionamos os projetos e viabilizamos o financiamento de ações de infraestrutura. São projetos para estádios, mobilidade urbana, aeroportos e portos que ora são executados.

O segundo ciclo incorpora outros temas fundamentais, como segurança, turismo, telecomunicações, energia, saúde e sustentabilidade ambiental. O terceiro ciclo tratará de t Leia mais