rossoni_biscateO presidente estadual do PSDB do Paraná, deputado federal Valdir Rossoni (PSDB), neste sábado (16), perdeu a compostura ao xingar pelo Facebook a curitibana professora Adriane Sobanski de “biscate”.

A revelação é da jornalista cascavelense Laís Lainy, em seu blog, o diálogo “inbox” entre a professora e parlamentar tucano.

“Biscate” na linguagem popular significa pessoa que faz serviço ocasional, mulher de vida fácil, vadia ou puta.

O bate-boca entre o deputado e a professora teve início por causa das provocações do tucano, que chamou a presidenta Dilma Rousseff (PT) de “fraca”, “incompetente” e de “enganadora”.

Ex-presidente da Assembleia Legislativa, Rossoni é cotado para assumir uma secretaria no governo Beto Richa (PSDB).

O parlamentar tucano poderá ser indicado ou para a Secretaria da Educação ou para a Casa Civil, cujo cargo ele disputa “na faca” com o atual titular Eduardo Sciarra (PSD).

A atitude sexista e machista do deputado está gerando protestos nas redes sociais desde a manhã de hoje.

Rossoni é reincidente no machismo. Em 2010, pelo Twitter, ele chamou a então estudante Vanessa de Brito de “mal amada”. Na época, houve protestos contra a declaração do deputado.

A seguir, leia a íntegra do relato no blog de Laís Lainy: (mais…)

Compartilhe!

    richa_prevO jornalista Celso Nascimento, colunista do jornal Gazeta do Povo, na edição deste domingo (17), faz dura denúncia contra os três poderes do Paraná. Segundo o escriba, executivo, legislativo e o judiciário se mancomunaram para saquear a poupança previdenciária de R$ 8,5 bilhões que pertence aos servidores do estado. O primeiro saque teria ocorrido na quarta-feira, dia 13, no valor de R$ 483 milhões.

    De acordo com o colunista, o governador Beto Richa (PSDB) teria firmado um “acordo secreto” – não publicado no Diário Oficial ou nos sites oficiais – do qual foram cúmplices o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Vasconcelos, o procurador-geral de Justiça (Ministério Público), Gilberto Giacoia, o presidente da Assembleia, Ademar Traiano (PSDB), e o presidente do Tribunal de Contas, Ivan Bonilha.

    O butim teria sido dividido ainda quando caiam bombas nas cabeças de professores e servidores, no dia 29 de abril, e os deputados votavam em sessão secreta a descapitalização da Paranáprevidência. O tesouro estadual ficou com a maior parte, R$ 234 milhões, e o restante rateado com os poderes já declinados no parágrafo anterior.

    Nascimento afirma que o “mingau” não tinha esfriado e os zumbidos das bombas ainda causavam insônia, os servidores já tinha perdido seu dinheiro da aposentadoria e pensões que foram para o pagamento de fornecedores caloteados por Richa. O dinheiro também migrou para as burras dos demais órgãos que teriam o papel de zelar pelo cidadão e pela coisa pública.

    O colunista da Gazeta do Povo coloca todos os gatos no mesmo balaio ao abrir suspeição na transação secreta. “A pergunta é: quando e quem poderá fazer o rastreamento das destinações?”, questiona para então ele mesmo responder de maneira fulminante: “Mistério”. (mais…)

    Compartilhe!

      cpi_corrupcaoA Assembleia Legislativa do Paraná retoma os trabalhados, na segunda-feira (18), acuada pela denúncia de que a Receita Estadual foi roubada para financiar a campanha de reeleição do governador Beto Richa (PSDB). O parlamento volta acuado porque terá de decidir ao menos duas pautas quentes: 1- a instalação da CPI da Corrupção; e 2- votar a mensagem governamental que parcela o aumento de 5% ao funcionalismo.

      Leia mais sobre o assalto à Receita Estadual:

      Até a Globo mostra propina na reeleição do tucano Beto Richa; assista

      Garganta Profunda: “A casa caiu”

      R$ 2 milhões roubados da Receita Estadual pagaram a reeleição de Richa

      Na verdade estarão acuados os 31 deputados considerados da base governista, que votaram a favor do confisco da poupança previdenciária dos servidores públicos no fatídico dia 29 de abril. Vinte parlamentares, que foram contra o “roubo” da Paranáprevidência sentir-se-ão mais leves, livres e soltos. Eles tendem migrar para a oposição.

      Para instalar uma comissão de investigação são necessárias 18 assinaturas de deputados. (mais…)

      Compartilhe!

        do Brasil 247.

        images-cms-image-000430317

        Ao comentar os resultados da Petrobras, anunciados ontem, o jornalista Fernando Brito, editor do Tijolaço, destaca que o lucro veio muito acima das previsões “de mercado”, divulgadas no Brasil; com isso, as ações da companhia subiram fortemente nas negociações pós-pregão, que ocorrem nas bolsas americanas; “a Petrobras lidera com folga a valorização entre as petroleiras – claro que em boa parte por ter sido atirada, artificialmente, lá em baixo. Subiu 38,4%, contra 12,3% da Shell, enquanto quase todas as outras amargam índices negativos”, diz ele; volta da normalidade deve fazer com que projetos para rever o modelo do pré-sal, defendidos pelos senadores José Serra e Aloysio Nunes, ambos do PSDB paulista, sejam esquecidos; presidente Dilma Rousseff já afirmou que, na gestão de Aldemir Bendine, o atual modelo será mantido.

        Do Valor, há três dias, reverberando as expectativas da urubologia de mercado sobre a Petrobras:

        “A Petrobras deve fechar o primeiro trimestre deste ano com um lucro líquido de R$ 2,72 bilhões, resultado 49,5% menor frente aos três primeiros meses do ano passado. A previsão toma como base a média das projeções de cinco bancos de investimento consultados pelo Valor, que indicam, ainda, para uma redução média de 4,7% no faturamento, para R$ 77,73 bilhões, e um crescimento de 23% no Ebitda, para R$ 17,64 bilhões, na mesma base de comparação.”

        As previsões eram da Goldman Sachs, do Bradesco, Deutsche Bank e de outras instituições.

        Do Valor, agora há pouco:

        “A Petrobras encerrou o primeiro trimestre desse ano com lucro de R$ 5,33 bilhões, queda de 1% na comparação com o lucro líquido de R$ 5,393 bilhões apurado no mesmo intervalo do ano anterior.”

        Uai, não eram 49,5% de queda? (mais…)

        Compartilhe!
          Nota do editor: o colunista Jorge Bernardi lançará nesta quarta-feira (20), a partir das 19 horas, no Palacete dos Leões (av. João Gualberto, 530), o livro “A Guerra do Contestado em Quadrinhos”.

          Nota do editor: o colunista Jorge Bernardi lançará nesta quarta-feira (20), a partir das 19 horas, no Palacete dos Leões (av. João Gualberto, 530), o livro “A Guerra do Contestado em Quadrinhos”.

          Jorge Bernardi*

          O que há em comum entre o massacre dos professores, em 29 de abril deste ano, no Centro Cívico, e a Guerra do Contestado, ocorrida há 100 anos em terras disputadas pelo Paraná e Santa Catarina? A resposta é a cultura da violência que vigora em nossa sociedade e por ela, os conflitos sociais devem ser resolvidos a bala.

          Há um século as forças repressoras resolveram os problemas sociais na base da bala do canhão, da metralhadora e do fuzil, levando a morte milhares de camponeses famintos e armados basicamente com espadas e lanças de pau, revólveres e espingardas.

          Atualmente usam-se bombas de gás lacrimogêneo, balas de borracha que ferem, física e moralmente, as vítimas, armadas apenas com a força moral.

          No século passado, terras ocupadas por sertanejos há gerações, com riquezas naturais (erva mate e araucárias) foram entregues e “vendidas” pelas elites políticas, ao explorador estrangeiro.

          Agora o pródigo desgoverno do antes “bom moço”, ameaça a aposentadoria de milhares de funcionários públicos do Paraná.

          Os 100 anos que se passaram, infelizmente, não mudaram a cultura da violência, que aqui impera. Enquanto o “Caveirão” jogava água e bombas nos manifestantes, do terceiro andar do Palácio Iguaçu, comissionados aplaudiam e comemoravam como numa arena romana. (mais…)

          Compartilhe!
            Charge de Aroeira para O Dia (RJ)

            Charge de Aroeira para O Dia (RJ)

            Compartilhe!

              capaJornais do Paraná

              Gazeta do Povo: Auditor diz que campanha de Richa recebeu R$ 2 milhões de corrupção

              Folha de Londrina: Sindicato dos professores anuncia suspensão do vestibular

              O Diário (Maringá): Um em cada três vestibulandos quer Medicina ou Direito

              Diário dos Campos: Telêmaco tem o triplo de mortes em relação a PG

              Jornal da Manhã: Greve dos professores perde força

              O Paraná: Governo federal suspende obras por falta de dinheiro

              Gazeta do Paraná: ‘Tampão’ não, 6 anos sim! Políticos debatem reforma

              Jornal Hoje: Cascavel é a 67a cidade mais violenta do País

              Tribuna de Cianorte: Secretária de Educação faz novo apelo pela retorno às salas de aula

              Umuarama Ilustrado: Falta de repasses de verbas federais paralisa obras em Umuarama

              Tribuna do Norte: Internet lenta irrita usuários da região

              Jornais de outros estados

              Globo: Petrobras reage e tem lucro acima do previsto

              Folha: Petrobras tem lucro de R$ 5 bi; dívida e produção aumentam

              Estadão: Após prejuízo, Petrobras lucra R$ 5,3 bi no 1o trimestre

              Correio Braziliense: GDF planeja cobrar por áreas invadidas no lago

              Estado de Minas: Essa rua não é só sua

              Zero Hora: Estado parcela salários acima de R$ 5,1 mil

              Capas de revistas:

              CartaCapital: CBF: Barco furado

              Veja: Grampo

              IstoÉ: Salva vidas antes mesmo de nascer

              Época: O inimigo No. 1 do governo

              Compartilhe!

                richa_vergonha_jnO telejornal mostrou esta noite que propina de R$ 2 milhões na Receita Estadual foi usada na campanha de reeleição do governador Beto Richa (PSDB).

                Segundo informações do Ministério Público, obtidas por meio de delação premiada, a quadrilha extorquia empresários para irrigar a campanha do PSDB. O valor de R$ 2 milhões foi repassado somente no ano passado.

                O esquema era pilotado pelo ex-inspetor-geral de fiscalização da Receita, Márcio Albuquerque de Lima, colega de Richa nas corridas de 500 Milhas em Londrina.

                Beto Richa tem aparecido muito no Jornal da Globo. O jornalista William Bonner teme perder a cadeira para o tucano que, dia sim e dia sim, surge como notícia no horário global.

                Assista ao vídeo:

                Compartilhe!

                  richa_propinaInformante do Blog do Esmael dentro do Palácio Iguaçu, ‘Garganta Profunda de Londrina’ revela o humor no Centro Cívico com a denúncia segundo a qual R$ 2 milhões desviados da Receita Estadual, via propinoduto, foram para a campanha de reeleição do governador Beto Richa (PSDB).

                  Nesta noite, o Blog do Esmael consultou o jurista Luiz Fernando Pereira sobre as consequências jurídicas deste mais novo escândalo. “Não tem repercussão na Justiça Eleitoral, pois já acabou o prazo para a impugnação da eleição”, explicou.

                  No entanto, há dois caminhos para punir o crime do tucano: 1- cassação por impeachment na Assembleia Legislativa; e 2- condenação criminal na justiça comum.

                  Garganta Profunda de Londrina faz inevitável comparação com o ex-governador do Paraná, Haroldo Leon Peres, cassado em 1971 pelo regime militar devido pedido de propina no valor de US$ 1 milhão ao empreiteiro Cecílio do Rego Almeida. Algo equivalente aos R$ 2 milhões roubados da Receita Estadual.

                  A seguir, leia o relatório especial do Garganta Profunda de Londrina: (mais…)

                  Compartilhe!

                    richa_sefa_abiO governador Beto Richa (PSDB) recebeu R$ 2 milhões para campanha de reeleição cuja origem era roubada da Receita Estadual. A informação foi obtida pelo Ministério Público por meio de delação premiada do auditor Luiz Antônio de Souza, preso em março pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

                    Segundo o delator, o ex-inspetor-geral de fiscalização da Receita, Márcio Albuquerque de Lima, que esteve preso até ontem, era companheiro do governador do PSDB nas corridas de 500 Milhas, em Londrina. Era ele quem ordenava os desvios que irrigavam o caixa de campanha reeleitoral do tucano.

                    O blog Baixo Clero, do jornalista londrinense Fábio Silveira, registra que além de Richa, dois candidatos a deputado estadual e um a deputado federal teriam sido beneficiados pelo esquema, que consistia em sonegar impostos de grandes devedores em troca de propina.

                    Albuquerque Lima operava as propinas na Receita mancomunado com o lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa, de acordo com depoimento de Souza. O parente do governador também esteve preso em março por fraude em licitação no governo do estado.

                    Com as novas revelações, dificilmente o governador Beto Richa escapará de um processo de impeachment. Na terça-feira, dia 19, cerca de 30 mil pessoas marcharão nas ruas de Curitiba exigindo “Fora Beto Richa, impeachment já!”.

                    Compartilhe!

                      luiz_aenA falta de credibilidade do governo Beto Richa (PSDB) também chegou à Agência Estadual de Notícias, órgão oficial do Paraná. Lá, atribui-se ao chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra (PSD), a afirmação segundo a qual “90% dos recursos arrecadados pelo Estado são para pagar servidores”.

                      O diabo é que o limite para o gasto com a folha de pagamento, segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), é de 49% das receitas. Portanto, a matéria é tão verdadeira quanto uma nota de R$ 3.

                      Sciarra inflou o total de gastos com a folha dos servidores aos exagerados 90% para justificar o insano reajuste de 5% proposto por Richa em duas vezes. Os servidores em greve pleiteiam 8% em parcela única.

                      O professor Luiz Fernando Rodrigues, da APP-Sindicato, protestou contra a matéria “mentirosa” da Agência Estadual de Notícias. Segundo ele, o correto seria o site registrar “Governo Richa gasta 90% do que arrecada em cargos comissionados”.

                      “Nós gostaríamos de saber aonde Beto Richa está colocando o dinheiro dos paranaenses. Somente a arrecadação com os aumentos no IPVA, mais o dinheiro confiscado da previdência, o caixa terá um incremento de R$ 4 bilhões ao ano. A data-base de 8% para o funcionalismo é de apenas R$ 1 bilhão ao ano”, contestou o dirigente sindical. (mais…)

                      Compartilhe!
                        Professores acompanharão de perto sessão plenária da Assembleia Legislativa na segunda, dia 18, véspera da megamarcha que deflagrará greve geral e campanha pelo "Fora Beto Richa, impeachment já"; pressão dos servidores agora se volta sobre os deputados.

                        Professores acompanharão de perto sessão plenária da Assembleia Legislativa na segunda, dia 18, véspera da megamarcha que deflagrará greve geral e campanha pelo “Fora Beto Richa, impeachment já”; pressão dos servidores agora se volta sobre os deputados.

                        O governador Beto Richa (PSDB) vinha reclamando nos cantos do presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano (PSDB), pois, de acordo com orelha seca do Blog do Esmael no Palácio Iguaçu, os desgastes do massacre dos 200 professores e servidores, no dia 29 de abril, recaíram totalmente sobre ele.

                        Enquanto Richa se escondia nas últimas semanas no Chapéu Pensador – uma espécie de gabinete secreto dentro de uma área da Copel, em Curitiba –, sem possibilidades de ir ao salão de beleza, Traiano esbanjava simpatia em audiências e jantares.

                        Pois bem, agora o governador “jogou a batata” quente da greve dos professores e servidores públicos nas mãos dos deputados. Eles terão a ingrata tarefa de votar mensagem de reajuste de 5%, em duas vezes, cuja proposta já fora rejeitada pelos grevistas.

                        A partir desta segunda-feira (18), os servidores reforçam presença na Assembleia Legislativa e presença na antiga Praça Nossa Senhora da Salete, atual Praça 29 de Abril, no Centro Cívico, onde distribuirão panfletos e álbum de figurinha com a caricatura de 31 inimigos da educação. Ou seja, os deputados entrarão novamente na linha de tiro.

                        Na terça, dia 19, haverá uma grande marcha dos servidores após deflagração de greve geral e lançamento da campanha pelo “Fora Beto Richa, impeachment já!”. A expectativa é que a manifestação reúna 30 mil pessoas.

                        Veja abaixo o “Álbum de figurinhas da Assembleia”, trabalho do professor de artes londrinense Rodrigo Borgues: (mais…)

                        Compartilhe!

                          do Brasil 247
                          pimentel_profs_richaO governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), criticou de maneira indireta os “espetáculos lamentáveis” de repressão contra professores no Estado do Paraná, governador pelo tucano Beto Richa (PSDB). Pimentel que nesta sexta-feira (15) fechou acordo com os docentes estaduais para o pagamento do piso nacional da Educação até 2017, disse que o estado mineiro “construiu consenso” para evitar greves na rede estadual de ensino.

                          “Ao contrário de outros Estados, onde nós estamos assistindo até espetáculos lamentáveis de agressão aos professores, em Minas nós construímos o diálogo, o consenso”, disse Pimentel. “A referência sobre as “agressões” diz respeito ao massacre de mais de 200 professores grevistas pela Polícia Militar do Paraná há cerca de 15 dias. “Em Minas Gerais, os professores são tratados com respeito, com dignidade, como deve ser com todas as categorias profissionais”, completou. (mais…)

                          Compartilhe!

                            lemos_torcida_richaProfessores e demais servidores públicos do Paraná debate nesta sexta-feira (15) o lançamento da campanha “Fora Beto Richa, impeachment já!”. A primeira etapa da reunião acontece desde a manhã de hoje na sede da APP-Sindicato, em Curitiba, e logo mais, às 16h30, haverá um novo encontro com entidades dos movimentos populares e sindicais.

                            Entre os educadores, a maioria dos 29 núcleos regionais da APP-Sindicato se pronunciou favorável à campanha a ser deslanchada para tirar o tucano do Palácio Iguaçu.

                            A ideia do funcionalismo é ampliar a luta em defesa dos serviços públicos e contra a corrupção no governo para a toda a sociedade, buscando apoio de igrejas, clubes de serviços, conselhos profissionais, partidos, câmara de vereadores, enfim, daqueles que concordam que o governador Beto Richa (PSDB) não tem mais condições de continuar no cargo.

                            O ápice do movimento “Fora Beto Richa, impeachment já!” deverá ser na próxima terça-feira, dia 19, quando iniciar-se-á a greve geral dos servidores e vários setores sociais realizarão uma megamarcha rumo ao Palácio Iguaçu. (mais…)

                            Compartilhe!

                              ducciO deputado federal Luciano Ducci (PSB) acredita que o fim da reeleição para cargos do poder executivo e a unificação das eleições são praticamente consenso entre os deputados. “Acho que estes dois pontos têm maioria entre os deputados. Também considero que passe mandato de 5 anos”, afirmou o ex-prefeito de Curitiba, membro da comissão especial que discute a reforma política na Câmara Federal. (mais…)

                              Compartilhe!
                                Copyright © 2009 Esmael Morais. Todos os direitos reservados.