Professora Michele (PT) é a favorita na disputa pela Câmara de Colombo.

Professora Michele (PT) é a favorita na disputa pela presidência da Câmara de Colombo.

A ministra Cármen Lúcia, presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou ontem (26) à  ex-candidata a prefeitura de Colombo, Beti Pavin (PSDB), liminar para que ela possa tomar posse no próximo dia 1o de janeiro de 2013.

A tucana teve o registro de sua candidatura indeferido pela TSE à  luz da Lei da Ficha Limpa.

Com a decisão da presidenta do TSE, a Câmara Municipal de Colombo deverá eleger na próxima terça-feira (1o) o novo presidente que assumirá interinamente a prefeitura. Três nomes são cotados para presidir o legislativo: Pelé (PTB), Professor Waldirlei (PMDB) e Professora Michele (PT).

Compartilhe!

    arruda_twitterO deputado federal João Arruda (PMDB), sobrinho do senador Roberto Requião, comemorou nesta quinta-feira (27) os números da Paraná Pesquisas, divulgados pelo jornal Gazeta do Povo, que mostra o eleitorado de oposição na casa de 62% ante apenas 29% de intenções de voto para o governador Beto Richa (PSDB).

    Pelo Twitter, o deputado foi à  forra: “As pesquisas publicadas pela @gazetadopovo dizem que Beto Richa não será reeleito!”.

    “Com toda a mídia paga, máquina, unanimidade na ALEP, PMDB no bolso e muita amizade com o pesquisador, Beto Richa tem apenas 29%”, comemorou João Arruda.

    O sobrinho do senador também aproveitou para se solidarizar com o líder do PSDB no Senado Alvaro Dias, excluído da sondagem divulgada pela Gazeta do Povo.

    “Minha solidariedade ao senador @alvarodias_ censurado pela Paraná Pesquisas, o q q aconteceu Murilo???”.

    Compartilhe!

      Senador Alvaro Dias (PSDB).

      Senador Alvaro Dias (PSDB).

      O senador Alvaro Dias (PSDB), novo paladino da Justiça e filho de adoção do PiG (Partido da Imprensa Golpista), foi severamente censurado pelo jornal Gazeta do Povo, de Curitiba, que divulgou nesta quinta-feira (27) pesquisa sobre a corrida pelo governo do Paraná omitindo o seu nome.

      O levantamento diz que os candidatos da oposição, juntos, têm 62% dos votos e o governador Beto Richa (PSDB) tem apenas 29% (leia mais sobre isso clicando aqui). Possivelmente, com Alvaro na jogada, a situação ficaria ainda mais crítica para o governador tucano.

      Até as capivaras do tradicional Parque Barigui, na capital paranaense, sabem que Alvaro se coloca como candidato à  sucessão do arqui-inimigo Richa. Os dois não se bicam no ninho tucano desde há muitos anos. Em 2010, eles se pegaram feio por causa da vaga de candidato ao governo paranaense.

      Pois bem, Alvaro Dias foi censurado na primeira sondagem para o governo do Paraná depois das eleições municipais de 2012. Quem reclama são os correligionários do líder do PSDB no Senado da República.

      As perguntas teriam sido formuladas pelo jornal Gazeta do Povo. As entrevistas ficaram à  cargo da contratada, a Paraná Pesquisas !“ de Murilo Hidalgo.

      Por que censuraram Alvaro? Medo de quê?

      O senador tucano não tem chances de disputar o governo ou buscar a reeleição pelo PSDB. Hoje, ele tem duas alternativas palpáveis: PV e PDT.

      Compartilhe!

        Romanelli, o Tucanelli.

        Romanelli, o Tucanelli.

        Depois do Beto Richa será a vez do PMDB, a minha vez!, disse ao blog o secretário do Trabalho, Luiz Cláudio Romanelli, o Tucanelli, ao negar que tenha recebido do governador tucano convite para assumir a chefia da Casa Civil do Paraná.

        Romanelli faz uma defesa apaixonada das obras e realizações de Richa. Perguntando se a paixão já fazia parte do novo figurino de chefe da Casa Civil, o peemedebista afirmou que tem todas as informações porque fora líder de governo.

        Não recebi convite para a Casa Civil, mas depois do Beto Richa, em 2018, será a vez do PMDB, a minha vez!, disse ele, lançando-se seis anos antes à  disputa pelo Palácio Iguaçu.

        Romanelli também vê com tranquilidade os números da primeira pesquisa sobre a disputa de 2014. De acordo com ele, nos próximos seis meses, a tendência é que Richa amplie a vantagem sobre os demais concorrentes.

        O blog apurou que o governador Beto Richa iniciará a reforma no seu secretariado entre os dias 7 e 11 de janeiro. A expectativa é que o tucano anuncie os novos nomes até dia 15 de janeiro.

        Compartilhe!

          Moradores e comerciantes reivindicam ponte Matinhos-Guaratuba.

          Moradores e comerciantes reivindicam ponte Matinhos-Guaratuba.

          A partir de hoje (27), este blog lança uma campanha pela retomada do projeto que prevê a construção da ponte ligando Matinhos a Guaratuba, no Litoral paranaense.

          A construção da ponte é uma antiga reivindicação de moradores, veranistas e comerciantes da região.

          A ponte sobre a baía de Guaratuba teria 800 metros de extensão, e mais de 34 quilômetros de acessos e viadutos pelas PRs 508 e 412.

          No final de 2011, já no governo Beto Richa (PSDB), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) engavetou o projeto que fora lançado no final da gestão de Orlando Pessuti (PMDB).

          O projeto original previa custo de R$ 26 milhões e as obras eram orçadas em R$ 1 bilhão. Os recursos viriam do governo federal.

          Nesta temporada, turistas e veranistas reclamam que a travessia pelo ferryboat tem acarretado fila de espera de mais de uma hora.

          Na internet, já pipocam iniciativas como a do vereador de Curitiba e ex-deputado Algaci Túlio (PMDB) que lançou o slogan “Ponte Já”.

          “Não é possível que o descaso dos governantes continue a prejudicar o crescimento econômico do nosso litoral”, protesta o peemedebista.

          Se você é favorável à  construção da ponte Matinhos-Guaratuba, manifeste-se aqui.

          Compartilhe!

            por Fernando Exman, via Valor

            Brizola Neto ao lado do ex-ministro do trabalho Carlos Lupi (Imagem: André Dusek/AE) .

            Brizola Neto ao lado do ex-ministro do trabalho Carlos Lupi (Imagem: André Dusek/AE) .

            Lupi: depois da demissão, ex-ministro abriu canais com Aécio e Eduardo

            Com as articulações para a eleição presidencial como pano de fundo, o ministro do Trabalho, Brizola Neto, e o presidente do PDT, Carlos Lupi, intensificaram nas últimas semanas a disputa pelo comando da sigla. A próxima eleição para a presidência do partido está prevista para março de 2013. Seu resultado deve indicar qual será o destino do partido em 2014, e, por isso, é acompanhado de perto pelo Palácio do Planalto.

            Na avaliação de pedetistas e articuladores políticos do governo, uma eventual vitória de Brizola Neto seria a garantia de que a legenda integrará a chapa a ser encabeçada pela presidente Dilma Rousseff em sua campanha à  reeleição já no primeiro turno. Não à  toa, o ex-deputado Carlos Araújo, ex-marido de Dilma, já se movimenta para tentar retornar ao PDT a fim de apoiar a família Brizola na disputa. (mais…)

            Compartilhe!

              * 69% dos paranaenses ainda não sabem em quem votar

              Gleisi Hoffmann (PT), Beto Richa (PSDB) e Roberto Requião (PMDB).

              Gleisi Hoffmann (PT), Beto Richa (PSDB) e Roberto Requião (PMDB).

              Se as eleições para o governo do Paraná fossem hoje e os candidatos fossem Beto Richa (PSDB), Gleisi Hoffmann (PT), Roberto Requião (PMDB), Ratinho Junior (PSC) e Osmar Dias (PDT), teríamos um cenário incerto tal qual foi o de Curitiba em 2012 !“ que deixou o prefeito Luciano Ducci (PSB) fora do segundo turno.

              Segundo levantamento da Paraná Pesquisas, divulgado nesta quinta-feira (27) pelo jornal Gazeta do Povo, os quatro nomes da oposição somariam juntos 62% das intenções de voto contra 29% do governador Beto Richa.

              Isoladamente, Gleisi teria 17%; Requião, 16%; Osmar, 15%; e Ratinho Junior, 14%. Os quatro estariam tecnicamente empatados, dentro da margem de erro de 2,5%.

              Hoje, é pouco provável que Requião dispute o Palácio Iguaçu. O senador perdeu a convenção estadual do PMDB para aliados de Richa.

              Uma candidatura de Ratinho Junior, que obteve 40% dos votos na corrida pela prefeitura de Curitiba, também parece mais um sonho de verão. O deputado do PSC vem costeando o alambrado tucano desde que foi derrotado pelo prefeito eleito Gustavo Fruet (PDT). Cogita-se, inclusive, que Ratinho ocupe uma vistosa secretaria no governo estadual e seja, em 2014, vice na chapa de Richa.

              Osmar Dias, fora da política há mais de dois anos, apresenta bons índices na pesquisa, mas se encontra atrelado ao projeto eleitoral de Gleisi Hoffmann. Seria mais crível ele disputando uma vaga ao Senado ao lado da petista.

              Entretanto, de acordo com a sondagem da Paraná Pesquisa, num eventual segundo turno, Richa levaria vantagem contra Gleisi, por 51% a 36. Contra Requião, Richa venceria por 55% a 31%; e contra Osmar, por 50% a 35%.

              A pesquisa espontânea revela que 69% dos paranaenses ainda não têm candidato de preferência.

              A Paraná Pesquisas entrevistou 1.680 eleitores de 68 municípios entre os dias 11 e 15 de dezembro.

              Compartilhe!

                20 anos depois, TCE descobre indústria da multa no PR.

                20 anos depois, TCE descobre indústria da multa no PR.

                O jornal Gazeta do Povo que traz informações, na edição desta quinta-feira (27), sobre a “indústria da multa” no Paraná. Segundo a reportagem, o Tribunal Faz de Contas (TCE) descobriu, quase duas décadas depois, que empresas de radares e prefeituras do interior fazem a farra à  custa dos contribuintes.

                A Corte Faz de Contas — que a exemplo da Justiça Eleitoral poderia ser extinta para o bem da humanidade — diz que há problemas nas licitações, no manuseio das imagens e sanha arrecadatória (roubo) em detrimento da educação no trânsito. Nenhuma novidade para o leitor deste blog.

                O Caso Consilux/Urbs — do desaparecimento das imagens do acidente do ex-deputado Carli Filho que vitimou dois jovens — é uma prova concreta de que o Tribunal Faz de Contas age para fingir que fiscaliza alguma coisa e justificar sua desprezível existência. Se o TCE fosse sério e o Ministério Público de fato funcionasse pediriam à  Justiça que decretasse o seguinte termo: “Indústria da Multa: Extinta”. O resto é balela.

                Compartilhe!
                  Charge de Casso - Diário do Pará.

                  Charge de Casso – Diário do Pará.

                  Compartilhe!

                    gazeta271212Jornais do Paraná

                    Gazeta do Povo: Auditores veem indústria do radar! em cidades do PR

                    Jornal do Estado: Prisões por embriaguez ao volante triplicam nas BRs

                    Jornal Metro: RMC teve 5 assassinatos
                    por dia no feriado de Natal

                    Jornal de Londrina: Relatório do TC considera ilegais radares de Londrina

                    Folha de Londrina: CRà‰DITO IMOBILIàRIO – Financiamento federal atinge cifra recorde

                    O Diário (Maringá): Estradas da região têm menos acidentes e o dobro de multas

                    Diário dos Campos: Ponta Grossa inaugura hoje mini-hospital no Santa Paula

                    Jornal da Manhã: Caixa Econômica Federal projeta R$ 900 milhões em moradias na região

                    O Paraná: Falta de manejo e rotação de cultura tira do Oeste R$ 350 milhões

                    Gazeta do Paraná: Prefeitura reajusta valor dos imóveis em até 665%

                    Jornal Hoje: Sinduscon lamenta atropelo e contramão na questão tributária

                    Gazeta do Iguaçu: Acusado de matar psicóloga foge do Cadeião de Três Lagoas

                    Diário do Noroeste: Empresários fazem balanço positivo das vendas de Natal

                    Umuarama Ilustrado: Vinte acidentes em Umuarama; nenhuma multa pela Lei Seca

                    Tribuna do Norte: Nova Lei Seca não reduz mortes no feriado de Natal

                    Jornais de outros estados

                    Globo: O maior calor da história

                    Folha: Kassab diz que concluiu 55% de suas promessas

                    Estadão: Sem orçamento, Dilma vai usar MP para garantir gastos

                    Correio: Mortes nas BRs cresceram 38% no Natal

                    Valor: Dívida externa de Estados e municípios preocupa o TCU

                    Estado de Minas: Interior ignora Lei Seca

                    Zero Hora: O Natal mais trágico em 10 anos no trânsito

                    Compartilhe!

                      * Macumbeiro também vê riscos para Joaquim Barbosa

                      Chik Jeitoso, que nunca errou uma previsão política, enxerga a morte de José Sarney e risco para o ministro Joaquim Barbosa.

                      Chik Jeitoso, que nunca errou uma previsão política, enxerga a morte de José Sarney e risco para o ministro Joaquim Barbosa.

                      O bruxo e tarólogo baiano Chik Jeitoso, radicado em Curitiba há 31 anos, conhecido por suas previsões políticas certeiras, disse que enxergou nas “Lâminas Sagradas” !“ as cartas de tarô — a morte do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), em 2013.

                      O polêmico bruxo, quando todas as pesquisas de opinião diziam outra coisa, previu a vitória do prefeito eleito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT). Em 2010, numa disputa eleitoral apertada contra Osmar Dias (PDT), o macumbeiro também acertou a previsão de vitória de Beto Richa (PSDB).

                      “O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, corre risco de morte já a partir de janeiro 2013”, alerta o Chik Jeitoso.

                      O tinhoso bruxo faz previsão sombria em relação ao PSDB: o partido será extinto e só Alvaro Dias pode salvar o tucanato. “Será uma reviravolta”.

                      Jeitoso diz que leu nas “Lâminas Sagradas” prisões de políticos, chuvas intensas no começo do ano, o Coritiba campeão do Paranaense, Internacional campeão Gaúcho, o Brasileirão será disputado entre Santos, Fluminense e Corinthians.

                      “Aparição de ETs (seres extraterrestres) e uma queda de um disco voador vai ser notícia do Brasil para o Mundo”, disse o bruxo mais famoso do Hemisfério.

                      A seguir, leia a íntegra das previsões de Chik Jeitoso para 2013 enviada ao blog por e-mail: (mais…)

                      Compartilhe!

                        Pierpaolo Petruzziello.

                        Pierpaolo Petruzziello.

                        Ao saberem que o vereador Paulo Salamuni (PV) almoçará amanhã com 27 colegas de parlamento, em campanha pela presidência da Câmara Municipal, adversários do escoteiro saíram com essa: “Curitiba não tem 50 vereadores”.

                        Segundo o vereador eleito Pierpaolo Petruzziello (PTB), conhecido como Pier, além dele, Jairo Marcelino (PSD), Tico Kuzma (PSB), Professor Galdino (PSDB) e a bancada de seis parlamentares do PSC não aderiram a Salamuni.

                        “Se Salamuni reunir 27 vereadores então a Câmara terá 50 cadeiras”, ironizou Pier, desconfiando da quantidade de apoio reunida pelo verde. O legislativo municipal tem apenas 38 cadeiras.

                        De acordo com Pier, o grupo promete combate à  candidatura única na Câmara e garante que o PSC, PSDB, PSB e PSDC fecharão questão contra a candidatura de Salamuni.

                        Compartilhe!

                          richa_pedagioO governador Beto Richa (PSDB) e sua esposa, a secretária da Família, Fernanda Richa, descansam na paradisíaca Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná.

                          Segundo a coluna do jornalista Reinaldo Bessa, no jornal Gazeta do Povo, o casal está hospedado no hotel Mabu Thermas de Foz do Iguaçu.

                          “Beto e Fernanda permanecem em Foz para comemorar o Ano Novo no mesmo hotel”, diz a coluna.

                          Um orelha seca do blog levantou a quantidade de vezes que Richa foi a Foz durante os dois anos de gestão: 60 (sessenta) vezes. Em Londrina, segundo o mesmo orelhudo, o tucano esteve apenas 7 (sete) vezes.

                          O governador tirou o pé do acelerador — e relaxa na tríplice fronteira até o ano que vem — depois que soube que 70% da população aprova sua administração, segundo sondagem da Paraná Pesquisas.

                          Nesse mesmo levantamento, que propiciou o alívio, também trouxe uma preocupação: 67% não sabem de nenhum programa do governo Richa.

                          O senador Roberto Requião (PMDB), ao ler a nota na Gazetona sobre as novas férias do tucano, não perdoou: “O descanso continua”.

                          Compartilhe!

                            Salamuni tem o apoio do prefeito eleito Gustavo Fruet.

                            Salamuni tem o apoio do prefeito eleito Gustavo Fruet.

                            O vereador Paulo Salamuni (PV), salvo algum atropelo, deverá ser eleito com folga presidente da Câmara Municipal de Curitiba no próximo dia 2 de janeiro.

                            Com apoio oficial do prefeito eleito Gustavo Fruet (PDT), Salamuni reunirá amanhã, durante almoço, 27 vereadores que já declararam voto à  sua candidatura. A Câmara tem 38 cadeiras.

                            Devido à  desidratação do movimento que tentava outro nome !“ apenas 11 vereadores ainda não firmaram apoio a Salamuni –, a tendência é que seja fechada chapa única para o comando do legislativo curitibano.

                            Compartilhe!

                              Os vereadores Pelé, Michele e Waldirlei podem se eleger presidente da Câmara e assumir a prefeitura interinamente a partir de 1!º de janeiro.

                              Os vereadores Pelé, Michele e Waldirlei podem se eleger presidente da Câmara e assumir a prefeitura interinamente a partir de 1!º de janeiro.

                              Pense em um município onde política é sinônimo de confusão. Se à  sua cabeça veio Colombo, que fica na região metropolitana de Curitiba, o oitavo maior colégio eleitoral do Paraná, você pode se considerar um cara muito antenado.

                              Com 122 mil eleitores, o novo prefeito colombense só será conhecido no próximo dia 1!º de janeiro de 2013, quando a Câmara Municipal, depois de empossada, escolherá o seu presidente que assumirá a prefeitura interinamente. O interino ficará no cargo até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definir nova eleição. Não espere um novo confronto nas urnas para logo. Isso deverá ocorrer somente no final de 2013 !“ se ocorrer.

                              à‰ bom recordar que a ex-deputada Beti Pavin (PSDB) obteve 51,5% dos votos no último dia 7 de outubro, mas foi barrada pela Lei da Ficha Limpa e não pôde ser diplomada. Seus votos foram considerados nulos pelo TSE. A bronca tem a ver com reprovação de suas contas de 2001, quando ela era prefeita da cidade.

                              Correligionários da tucana, tal qual a profecia dos Maias que apostava no fim no mundo, ainda acreditam adquirir uma liminar com antecipação de tutela! para que ela possa assumir no dia 1!º. No entanto, é mais crível que Beti Pavin assista ao bonde passar, ou seja, a Câmara indicando o novo prefeito interino.

                              Para manter o exército tucano mobilizado, partidários de Pavin lançam boatos de que ela será empossada no dia 1!º; se não ocorrer; no próximo dia 6; ou ainda no dia 15 de janeiro. O problema é que a Constituição Federal estabelece a todos os prefeitos eleitos do país o dia 1!º de janeiro. Seria um privilégio que os demais 5 mil prefeitos não teriam, portanto, sem cabimento algum.

                              Pelo sim pelo não, o PSDB e partidos aliados já articulam seu plano B em Colombo. Dois vereadores disputam a indicação do grupo para presidir Câmara e, consequentemente, ocupar o lugar de Beti. A saber: Pelé (PTB) e Professor Waldirlei (PMDB).

                              O diabo é que a confusão na política de Colombo não para por aí. Há uma discussão judicial sobre a quantidade de cadeiras na Câmara. Foram eleitos 21, mas uma ação popular acatada pela Justiça local determina que apenas 13 sejam empossados. Entretanto, a Justiça Eleitoral do município bateu o pé e garantiu a diplomação dos 21. Essa briga deverá continuar nos tribunais, o que poderá abrir nova crise.

                              Do outro lado da trincheira, a vereadora Professora Michele (PT) foi ungida para disputar a Câmara. Ela conseguiu unir gregos e baianos em torno de seu nome. Se se concretizar seu intento, elegendo-se presidenta do legislativo municipal, a petista assumirá interinamente a prefeitura.

                              Compartilhe!

                                Gustavo Fruet.

                                Gustavo Fruet.

                                O prefeito eleito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), decidiu anunciar a escalação completa do primeiro escalão somente na próxima segunda-feira (31). Ele tomará posse à s 18 horas do dia 1!º de janeiro de 2013 (terça).

                                Havia expectativa de o pedetista divulgar o restante da equipe nesta quarta, mas, em virtude do feriado de Natal, não foi possível concluir as conversas com algumas lideranças. Isso deverá ser finalizado entre hoje e domingo.

                                O blog prospectou que o time de primeiro escalão está praticamente fechado. Uma das novidades, ainda em apreciação, será a extinção da Secretaria de Comunicação e criação da Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

                                Nos bastidores, a guerra por um espaço na administração de Fruet ganha contornos dramáticos. Há choradeira e ranger de dentes. Como previsto, a cota gratidão! praticamente não existe. O clima é tenso entre os que se consideram preteridos, que fazem marcação cerrada.

                                Ainda restam 18 nomes do primeiro escalão para Fruet anunciar (veja quais ainda estão abertos). O prefeito eleito divulgou apenas parte do secretariado (veja aqui os escolhidos).

                                Compartilhe!

                                  Adversários em 2014, Richa e Glesi polarizam no PR. Fotos: Roberto Custtódio/Wenderson Araújo.

                                  Adversários em 2014, Richa e Glesi polarizam no PR. Fotos: Roberto Custtódio/Wenderson Araújo.

                                  A corrida pelo governo do Paraná, em 2014, já começou neste final de ano e tende esquentar durante 2013. A novidade é que, possivelmente, haverá uma polarização inédita no estado entre PT e PSDB.

                                  A briga pelo Palácio Iguaçu se desenha com duas candidaturas fortes. De um lado o governador Beto Richa (PSDB), que tentará permanecer no cargo, e de outro, a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), que almeja a cadeira do tucano.

                                  A polarização, ao que tudo indica, acontecerá porque o senador Roberto Requião foi retirado da jogada depois de perder a convenção estadual do PMDB para aliados de Richa.

                                  Correligionários de Richa, no entanto, torcem secretamente para que Gleisi permaneça na Casa Civil. Assim, acreditam, conseguem bater mais facilmente qualquer outro adversário !“ incluindo o ex-senador Osmar Dias (PDT).

                                  Richa vai à  reeleição sem o prefeito de Curitiba e sem os principais prefeitos dos grandes centros.

                                  A guerra pela única vaga ao Senado também promete ser cruenta. àlvaro Dias está sob fogo intenso de adversários externos (petistas) e internos (PSDB). O tucano terá ainda que sair do xeque-mate! político para defender sua cadeira.

                                  O PT se assanha pelo Senado. O nome mais provável do partido, hoje, é do deputado federal à‚ngelo Vanhoni. O secretário nacional de Comunicação da legenda, André Vargas, que outrora havia manifestado interesse em disputar a Câmara Alta, deverá focar-se mesmo na Câmara Federal, pois ele foi indicado pelo partido para a vice-presidência da Casa.

                                  O ex-governador Orlando Pessuti (PMDB) também sonha com o Senado. Ele tenta cacifar-se tanto com o PSDB de Richa quanto com o PT de Gleisi. Na mesma situação encontra-se Osmar Dias que aguarda o desfecho do imbróglio envolvendo seu irmão, àlvaro, mas pode jactar-se do fato de seu partido possuir o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.

                                  Compartilhe!

                                    A Paraná Pesquisas ouvi 682 eleitores, maiores de 16 anos, entre os 13 e 16 de dezembro. Margem de erro de 4%. Infográfico: Gazeta do Povo.

                                    A Paraná Pesquisas ouvi 682 eleitores, maiores de 16 anos, entre os 13 e 16 de dezembro. Margem de erro de 4%. Infográfico: Gazeta do Povo.

                                    Levantamento da Paraná Pesquisas, divulgado nesta quarta-feira (26) pelo jornal Gazeta do Povo, mostra que quase metade dos curitibanos desaprova a gestão do prefeito Luciano Ducci (PSB).

                                    De acordo com a sondagem, 42% dos eleitores curitibanos reprovam sua gestão !“ enquanto 53% aprovam e 5% não souberam ou não opinaram.

                                    Reportagem de Chico Marés e Daniela Neves revela que Ducci teve uma queda de 14 pontos porcentuais no índice de aprovação de sua gestão em apenas um ano !“ e, o mais grave para o prefeito, em um ano eleitoral. Falta de conexão com a população, desgaste durante a campanha e má avaliação da saúde contribuem para esse quadro!, diz o texto. (mais…)

                                    Compartilhe!
                                      Charge de M. Aurélio - Zero Hora (RS).

                                      Charge de M. Aurélio – Zero Hora (RS).

                                      Compartilhe!

                                        je261212Jornais do Paraná

                                        Gazeta do Povo: Empresas vão investir até R$ 10 bi no Paraná em 2013

                                        Jornal do Estado: Política do Paraná será de “alta temperatura” em 2013

                                        Jornal de Londrina: Cresce a procura por juizados especiais

                                        Gazeta do Iguaçu: Parque Nacional deve atingir 1,5 milhão de visitantes esta semana

                                        Jornais de outros estados

                                        Globo: Os sem-luz: Brasil ainda tem 1 milhão de lares na escuridão

                                        Folha: Renda per capita do país tem queda após “pibinho”

                                        Estadão: Greves param as três maiores obras do País por seis meses

                                        Correio: Nova Lei Seca tem punição recorde

                                        Valor: Corretoras têm prejuízos e mercado espera fusões

                                        Estado de Minas: Erro de R$ 2,1 bilhões

                                        Zero Hora: Empregado com fatia de lucro vai embolsar mais

                                        Compartilhe!

                                          Lista de Links

                                          Publicidade

                                          Publicidade

                                          Copyright © 2009-2016 Esmael Morais. Alguns direitos reservados.

                                          Reprodução e compartilhamento autorizados desde que citada a fonte.