Chico Brasileiro (PCdoB) e Nanci Rafagnin (PDT) receberam apoio ‘surpreendente’ do PMDB na última hora.

Curitiba
Gustavo Fruet (PDT), Rafael Greca (PMDB), Ratinho Jr (PSC), Luciano Ducci (PSB), Alzimara Bacellar (PPL), Bruno Meirinho (PSOL) e Avanilson Araújo (PSTU).

Londrina
Barbosa Neto (PDT), Luiz Eduardo Cheida (PMDB), Márcia Lopes (PT), Marcelo Belinati (PP), Alexandre Kireeff (PSD) e Valmor Venturini (PSOL).

Maringá
Roberto Pupin (PP), Enio Verri (PT), Maria Iraclézia (DEM), Dr. Batista (PMN), Wilson Quinteiro (PSB), Débora Fernandes de Paiva (PSOL) e Hércules Ananias (PSDC).

Ponta Grossa
Márcio Pauliki (PDT), Péricles Mello (PT), Alfeu Mansani (PRTB), Marcelo Rangel (PPS), Leandro Dias (PSOL) e Krystofer Bannach (PCB).

Cascavel
Lísias Tomé (PSDC), Francisco Menin (PPS), Edgar Bueno (PDT), Professor Lemos (PT), Salazar Barreiros Júnior (PP), Jorge Lange (PSD) e Rosana Nazzari (PCB).

Foz do Iguaçu
Jose Elias Aiex (PSOL), Elvis Gimenes (PTdoB), Reni Pereira (PSB) e Chico Brasileiro (PCdoB).

Compartilhe!

    Charge de David Horsey – Austrália.

    Compartilhe!

      Jornais do Paraná

      – Gazeta do Povo: As contradições da máquina pública

      – Jornal de Londrina: Apreensões de armas crescem 62% em Londrina

      – Folha de Londrina: Brasiguaios querem que Brasil reconheça novo governo

      – O Diário (Maringá): Número de católicos cai no Paraná e cresce 14% em Maringá

      – Diário dos Campos: Quem será o novo prefeito de PG?

      – Jornal da Manhã: Seis candidatos disputam a prefeitura de PG

      – O Paraná: Inadimplência coloca em alerta setor varejista

      – Gazeta do Paraná: Quase tudo está ‘definido’

      – Jornal Hoje: Manobra entrega o PSDB para o Edgar

      – Diário do Noroeste: Com Rubens Felippe na vice, Rogério garante apoio do governo estadual

      – Tribuna de Cianorte: Cianorte: automóveis, motos e caminhões passam de 44 mil

      – Tribuna do Norte: Apucarana tem cinco candidatos a prefeito

      Jornais de outros estados

      – Globo: Setor público paga mais do que empresa privada

      – Folha: Droga no Brasil é “batizada” com anestésico e vermífugo

      – Estadão: Vereadores de SP burlam painel para votar e ter presença

      – Correio: Droga de luxo invade Brasília

      – Estado de Minas: Filhos do Real

      – Zero Hora: Sul do país tem pior sistema de perícias do INSS

      Compartilhe!

        Ratinho Jr indignado com tropa de Richa. Foto: Pablito.

        Ratinho Jr, candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC, enxergou o dedo do Palácio Iguaçu no afastamento do PSD de Ney Leprevost da sua coligação. Essa interferência irritou muito o moço, que contará com o apoio do PR, PTdoB e PCdoB na disputa.

        Se o prefeito Luciano Ducci, do PSB, de olho no segundo turno, esperava uma relação amistosa com Ratinho, pelo jeito, pode esquecer essa possibilidade.

        Correligionários do candidato do PSC viram a movimentação do prefeito como uma declaração de guerra contra Ratinho. Eles lembram que a coligação de Gustavo Fruet, do PDT, por exemplo, respeitou as articulações com o PCdoB !“ tradicional aliado do PT.

        Compartilhe!

          Ducci e Richa participaram das convenções conjuntas do PSB, PSDB, DEM e PRB, mas não tiraram os olhos das movimentações do PSD.

          O prefeito Luciano Ducci (PSB) conseguiu um pouco mais de dois minutos de tempo no horário eleitoral gratuito, no rádio e na tevê, ao fechar o nesta tarde o apoio do PSD.

          A decisão pela coligação com Ducci foi bastante traumática no PSD. Prova disso, o partido liberou a militância para fazer campanhas de outros candidatos a prefeito sem punição.

          O deputado estadual Ney Leprevost, campeão de voto na capital, a priori, não entrará na campanha reeleitoral. Ele ainda está magoado com o prefeito porque foi preterido da vice, que ficou com o deputado Rubens Bueno (PPS).

          Sob o comando do deputado Eduardo Sciarra, o PSD nem chegou apreciar a possibilidade de aliança com Ratinho Jr (PSC), como aventou Leprevost.

          Compartilhe!

            Os dirigentes do PSD deram uma parada técnica na reunião que começou na manhã de hoje. Retomam à s 14 horas. A pauta é única: com quem coligar nestas eleiçōes?

            O deputado Ney Leprevost, dono de 56 mil votos na capital, decidiu ficar neutro no primeiro turno.

            Daqui a pouco o deputado Eduardo Sciarra, presidente estadual do PSD, se encontra como governador Beto Richa (PSDB) e o prefeito Luciano Ducci (PSB).

            Compartilhe!

              Ney Leprevost (PSD).

              O deputado estadual Ney Leprevost, do PSD, decidiu na manhã deste sábado (30) que não vai apoiar a reeleição do prefeito de Curitiba Luciano Ducci, do PSB.

              O parlamentar está reunido com a cúpula do PSD nesta manhã. A decisão dele é ficar “neutro” nestas eleições.

              No entanto, as lideranças do PSD ainda estão debatendo em qual coligação entrarão formalmente. A dúvida é se apoiam Ratinho Jr (PSC), Gustavo Fruet (PDT) ou mesmo Ducci.

              Compartilhe!

                Gustavo Fruet, Ratinho Jr e Luciano Ducci. Arte: Diego Portella/O Estado PR.

                Agenda de Ratinho Jr (PSC)

                – A partir das 9 horas convenções conjuntas do PCdoB, PSC e PTdoB. O PR também já formalizou apoio ao candidato, que ainda espera o PSD de Ney Leprevost.

                Agenda de Luciano Ducci (PSB)

                – à s 10h, com o PPS, na Sociedade Thalia, na Rua Comendador Araújo, 338.

                – à s 11h30, com o seu partido, o PSB, e o PSDB, DEM e PRB, na sede do Paraná Clube, na Avenida Presidente Kennedy, 2377, na Vila Guaíra. O governador Beto Richa vai acompanhar a convenção.

                – à s 14h30, com o PRP, no Colégio Dr. Xavier da Silva, na Avenida Silva Jardim, 613.

                – à s 15h30, o PSDC, no Hotel Slavieiro, na Rua Senador Alencar Guimarães, 50.

                * Embora Gustavo Fruet (PDT) tenha recebido ontem o apoio do PRTB, o candidato não participa de convenções neste sábado.

                Compartilhe!

                  Neste sábado, dia 30, é o prazo fatal para os partidos realizarem suas convenções. à‰ o que exige a lei.

                  As legendas costumam cumprir essa formalidade, mas deixam as atas em aberto delegando poderes para as respectivas direções executivas celebrem coligações, etc., pois o prazo de registro das candidaturas se estende até o próximo dia 5 de julho.

                  Portanto, meu caro leitor, a possibilidade de ‘supertraições’ nas próximas horas ainda é grande no mundo político.

                  O blog sugere para quem não pretende ser “chifrado” que durma junto com o aliado até o registro das coligações na Justiça Eleitoral.

                  Até o dia 5 de julho muita coisa pode mudar.

                  Alguém se lembra do caso do ex-senador Osmar Dias (PDT), em 2010? O homem jurou até os 48 do segundo tempo que não seria candidato ao governo. Acabou sendo. Muitos se sentiram traídos com a decisão…

                  Compartilhe!

                    Charge de M. Aurélio – Zero Hora (RS).

                    Compartilhe!

                      Jornais do Paraná

                      – Gazeta do Povo: Sem o Paraguai, Mercosul incorpora a Venezuela

                      – Jornal de Londrina: Câmara aprova fim da Lei da Muralha

                      – Folha de Londrina: Hipermercados prometem investir R$ 140 mi

                      – O Diário (Maringá): Cruzamentos que matam

                      – Diário dos Campos: Rangel terá Dr. Zeca como vice; ‘Joce’ lança Mansani na disputa

                      – O Paraná: Receita pública de 2011 foi de 10% do PIB

                      – Gazeta do Paraná: Hoje é o dia ‘D’ para as convenções partidárias

                      – Jornal Hoje: Acuados, empresários da zona norte pedem socorro

                      – Gazeta do Iguaçu: Proibição de entrada de veículos no PNI preocupa setor turístico

                      – Diário do Noroeste: Vice de Lorenzetti sairá do PSDB, mas nome será conhecido hoje

                      – Tribuna de Cianorte: Igreja Católica tem queda recorde no percentual de fiéis

                      – Umuarama Ilustrado: Um dos acusados de pedofilia presos pela PF é de Umuarama

                      – Tribuna do Norte: Presa quadrilha que agia em SP

                      Jornais de outros estados

                      – Globo: Censo do IBGE: Brasil é menos católico e ainda mais evangélico

                      – Folha: Mercosul aproveita ausência do Paraguai e inclui Venezuela

                      – Estadão: Com Paraguai fora, Mercosul abre as portas à  Venezuela

                      – Correio: Caixa de Pandora

                      – Estado de Minas: A batalha da fé

                      – Jornal do Commercio: Mução liberado após irmão assumir culpla

                      – Zero Hora: Estado tem a maior diversidade religiosa do país, mostra IBGE

                      Revistas semanais

                      – Carta Capital: Em cena, o neogolpismo

                      – Veja: A conquista da mente

                      – Istoà‰: Saúde: mais direitos do que você imagina

                      – à‰poca: O triunfo dos gordinhos

                      Compartilhe!

                        Beti Pavin.

                        A desembargadora Maria Aparecida Blanco de Lima, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ), proferiu uma nova decisão (clique aqui para ler a íntegra) nesta sexta-feira (29) que reafirma a impossibilidade de registro da candidatura de Beti Pavin (PSDB) à  prefeitura de Colombo, na região metropolitana.

                        Com a decisão de hoje, novamente, a tucana segue inelegível e sem condições de disputar as eleições municipais deste ano.

                        Na prática, a nova decisão de Maria Aparecida Blanco de Lima anula um mandato de segurança que havia sido concedido no último dia 21 pelo juiz substituto de 2!º grau Rogério Ribas, da mesma Corte.

                        “…modificar a decisão antecipatória antes prolatada e proferir, de ofício, uma nova decisão que melhor componha a realidade fático-jurídica trazida ao meu conhecimento”, diz um trecho do novo despacho da desembargadora Blanco de Lima.

                        A desembargadora revalidou a sessão da Câmara Municipal de Colombo, realizada em 2009, que desaprovou as contas da tucana relativas à  sua gestão em 2001. O legislativo colombense havia entendido que Pavin cometeu improbidade administrativa.

                        O PMDB colombense que estava liberado para coligar-se com a ex-deputada tucana, muito provavelmente, deverá agora rever sua decisão e ingressar na frente do candidato do PSC, José Vicente, apoiado pelo atual prefeito Jota Camargo (PSC).

                        Compartilhe!

                          Prefeito Ivan Rodrigues conta com 13 legendas para disputar a reeleição.

                          O prefeito Ivan Rodrigues, candidato à  reeleição em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, conseguiu reunir 13 partidos para a disputa de outubro.

                          Além do seu PSD, Rodrigues colocou sob o guarda-chuva PR, PSC, PT, PPL, PDT, PV, PCdoB, PSL, PMN, PHS, PRB e PRTB.

                          O prefeito deverá enfrentar nas urnas o deputado federal Luiz Carlos Setim (DEM), ex-prefeito da cidade, e o empresário Rodrigo Rocha Loures (PMDB), ex-presidente da poderosa Federação das Indústrias do Paraná (Fiep).

                          Compartilhe!

                            Deputado Lemos (PT).

                            O peemedebista Walter Parcianello, irmão do deputado federal Frangão, será o vice na chapa do petista Professor Lemos na disputa pela prefeitura de Cascavel, no Oeste do Paraná.

                            O secretário-geral do PMDB do Paraná, deputado João Arruda, acredita que a aliança cascavelense levará Lemos ao segundo turno. “à‰ uma aliança com cheiro de vitória”, disse.

                            Compartilhe!

                              Sindicalistas do PSD pedem candidatura própria de Ney Leprevost.

                              Pode ser apenas terrorismo, mas o PSD promete jogar pesado na negociação com o governador Beto Richa (PSDB) acerca do apoio à  reeleição do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB).

                              Hoje à  noite, à s 22 horas, os deputados Ney Leprevost e Eduardo Sciarra sentam à  mesa com Richa para sacramentar a participação na coligação.

                              Para beliscar melhores posições — cargos no governo estadual e espaços na próxima gestão Ducci, se houver reeleição –, o PSD ameaça abraçar a candidatura de Ratinho Jr.

                              Paralelamente, o braço sindical do partido de Leprevost e Sciarra, a União Geral dos Trabalhadores (UGT), protocolou nesta tarde o pedido de candidatura própria. O Nome sugerido pelos sindicalistas é de Leprevost, que foi preterido na disputa pela vice de Ducci.

                              Amanhã cedo, à s 8h30, os dirigentes do PSD se reúnem para comunicar o rumo que decidiram tomar durante as negociações de hoje à  noite.

                              Compartilhe!

                                UTFPR foi ocupada na tarde desta sexta-feira (29) por cerca de 150 estudantes. Foto: Valterci Santos/Gazeta do Povo

                                Cerca de 150 estudantes acabaram de ocupar as dependências da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Curitiba, em protesto pela suspensão do calendário universitário por causa da greve.

                                A greve nas universidades já dura mais de um mês e não tem previsão de retorno.

                                Compartilhe!

                                  Arquiteto Ricardo Mesquita.

                                  O arquiteto Ricardo Mesquita, do PSC, será o vice na chapa de Ratinho Jr, do PSC, na disputa pela prefeitura de Curitiba.

                                  O nome do empresário Marcos Domakoski, ex-presidente da Associação Comercial do Paraná, foi cogitado para a vaga, mas questões de saúde o impediram de aceitar o convite.

                                  Os nomes de Ratinho Jr e Ricardo Mesquita deverão ser homologados amanhã durante convenções conjuntas do PSC, PCdoB e PTdoB no Clube 3 Marias.

                                  Compartilhe!

                                    Murilo Hidalgo diz que chapão é ideal para disputa na Câmara. Foto: Ivonaldo Alexandre/Gazeta do Povo.

                                    Compartilhe!

                                      Na prática, coligação de Ducci também concentrou em chapão.

                                      Se por um lado a coligação de Gustavo Fruet, do PDT, resolveu concentrar a disputa pela Câmara Municipal, do outro, a do prefeito Luciano Ducci, do PSB, optou em ampliar o leque das candidaturas proporcionais.

                                      Fruet aposta no chapão com 76 candidatos e Ducci contará com 513 nomes concorrendo à s 38 cadeiras da Casa.

                                      Mas, é bom frisar, PSB, PSDB, DEM, PRB também vão lançar um chapão de 76 candidatos. Ou seja, a chapa mais competitiva do lado do prefeito também estará concentrada.

                                      Compartilhe!

                                        A guilhotina está afiada.

                                        O chapão de vereadores está desagradando o PDT de Gustavo Fruet. A base do partido não concorda com o corte de 110 pré-candidatos pedetistas para ceder lugar aos companheiros de viagem do PT, PV e PRTB.

                                        Daqui a pouco, à s 16 horas, na sede do PDT, amparados pelo segmento sindical, os revoltosos se encontrarão para manifestar descontentamento.

                                        Com o chapão, a coligação de Fruet concentrará a disputa pela Câmara de Curitiba em apenas 76 candidatos.

                                        A previsão é de que PT eleja 6 vereadores; PV 4; PDT 2; e PRTB 1.

                                        Compartilhe!
                                          Copyright © 2009 Esmael Morais. Todos os direitos reservados.