Caso de Orlando Silva reforça a necessidade de regulação da mídia no país.

Já foi dito antes por aí que a velha mídia golpista denuncia, julga e executa qualquer cidadão que se coloque contrário aos interesses econômicos dela. Não importa se há provas, processos, o que importa é que há uma denúncia.

A bola da vez é o ministro do Esporte, Orlando Silva, responsável pelo comando da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016. Ele é vítima de uma armação executada pela revista Veja e coligados, que, vêm linchando-o publicamente há uma semana.

O policial João Dias Ferreira, que faz as denúncias contra o PCdoB e o ministro do Esporte, já desqualificado inúmeras vezes pela ficha corrida que possui, não apresentou e não tem provas concretas das acusações que faz. Mas o que isso importa, se o importante para a mídia é a denúncia em si?

A velha mídia, organizada no Partido da Imprensa Golpista (PIG), segue fazendo o papel de oposição ao governo de Dilma Rousseff. Derrubar ministros, fazer a presidenta sangrar, é o objetivo estratégico dos golpistas de plantão. O ministro em pauta é o caminho tático.

Se alguém tinha alguma dúvida de que a grande imprensa brasileira age como se fosse um partido político, aí vai um refresco para a memória. Em 1º de abril de 2010, Luiz Carlos Azenha anotou: “A presidente da ANJ (Associação Nacional de Jornais), Judith Brito, fala exatamente o que eu vinha dizendo como crítica. Ela fala: ‘Na situação atual, em que os partidos de oposição estão muito fracos, cabe a nós dos jornais exercer o papel dos partidos. Por isso estamos fazendo’”.

Nesta semana, o ator José de Abreu contou ao blogueiro Eduardo Guimarães, que o dono da revista, Roberto Civita, teria confessado que a Veja pretende derrubar o governo Dilma.

Os partidos oposicionistas formais existentes no país (PSDB, DEM, PSOL e PPS) não conseguiram travar o embate com o agigantado PCdoB no âmbito do parlamento. Frustrou-se na Câmara e no Senado diante de um seguro Orlando Silva decido a defender a própria honra e dos 90 anos luta do partido do qual é dirigente.

Se para o PCdoB a manutenção do ministro virou uma questão de honra, para o PIG também se tornou uma questão de honra derrubar o ministro. É a primeira vez que a velha mídia pega pela frente um osso duro de roer, pois, diferente de outras crises ministeriais, onde se destacavam rachas nas agremiações das quais pertenciam, os comunistas se uniram, buscaram apoios nos partidos aliados, têm capilaridade social, e contam com a solidariedade da quase totalidade da blogosfera e nas redes sociais.

Alguém terá que ceder. Ou velha mídia recua dos ataques ou a velha mídia recua dos ataques, não há outra opção, assevera o PCdoB, disposto a continuar guerreando até o fim.

No meio desse tiroteio está a presidenta Dilma. É ela — e somente ela – quem decide pela permanência dos ministros. Mas o PCdoB adiantou que não negocia a honra, afinal é a instituição de 90 anos que está sendo alvejada pelas denúncias de corrupção. Se Orlando deixar o Ministério, quase 100% de certeza, os comunistas também deixarão o governo.

A pergunta que o mundo político faz hoje é a seguinte: será que Dilma deixará ser governada pela mídia golpista e, logo mais, derrubada? Só a própria presidenta está habilitada a responder esta questão.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

da Agência Câmara

A Comissão Especial que vai debater o projeto que cria punições a empresas e agentes corruptores da administração pública definiu nesta quarta-feira (19) o roteiro de atividades para elaborar o parecer da proposta. A intenção é concluir os trabalhos até o final de novembro e votar a Lei Anticorrupção em dezembro, informou o presidente da comissão, deputado João Arruda (PMDB-PR).

Arruda mira nos corruptores.

O Projeto de Lei 6826/10, enviado no início do ano passado ao Congresso Nacional pela Presidência da República, vai resultar numa legislação específica para a responsabilização civil e administrativa de pessoas jurídicas pela prática de atos que lesem a administração pública nacional ou estrangeira.

“Temos que radicalizar contra as empresas e empresários que se envolvem em fraudes e motivam os desvios de conduta na administração pública brasileira. A ideia central desta lei é estabelecer uma cultura de combate à corrupção dentro de cada empresa do nosso país”, afirma João Arruda.

“As empresas privadas necessitarão de ficha limpa para entrar em licitações e conseguir empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e outros bancos públicos”, informa o deputado. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

O PCdoB vai dedicar boa parte do programa eleitoral que será exibido em cadeia nacional daqui a pouco, às 20h30, na defesa do ministro do Esporte Orlando Silva.

O programa é aberto por uma atriz que diz:

“Não podemos admitir que nossa história seja manchada por supostas denúncias divulgadas na imprensa. Elas não passam de mentiras e calúnias feitas por cidadão processo na Justiça”.

O presidente nacional do partido, Renato Rebelo, disse que quaisquer acusações contra o PCdoB se revelaram, mais cedo ou mais tarde, mentiras, denúncias sem prova.

Orlando afirma que a pasta que dirige ganhou importância com o trabalho do PCdoB, que trouxe ao Brasil a realização da Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016. “Isso incomoda muita gente”.

O ministro fecha o programa afirmando que vai até as últimas consequências para defender a honra dele e os 90 anos de história do partido que nunca se envolveu em escândalos.

“Nosso partido é um partido de luta e não vamos recuar. Vamos seguir trabalhando porque a Copa está aí e o desenvolvimento do Brasil não pode parar”, finaliza.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

da Agência Brasil

O casamento civil entre pessoas do mesmo sexo foi considerado legal pela maioria dos ministros da Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) hoje (20) à tarde. O julgamento, no entanto, foi interrompido por um pedido de vista do último ministro a votar, Marco Aurélio Buzzi, quando o placar já estava em 4 votos pela liberação da união civil homoafetiva.

O tribunal analisava um recurso de duas mulheres que tentam obter em cartório a habilitação para o casamento no Rio Grande do Sul. O pedido foi negado em primeira instância e também no Tribunal de Justiça do estado, que entendeu que o Código Civil de 2002 só libera o casamento entre homem e mulher, o que tornaria o pedido inviável. É a primeira vez que um tribunal superior analisou o assunto depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união estável entre pessoas de mesmo sexo.

O relator do recurso no STJ, ministro Luís Felipe Salomão, destacou em seu voto a evolução do significado da família e a impossibilidade legal da exclusão de direitos civis no Brasil. “A Constituição de 1988 deu uma nova fase ao direito de família, reconhecendo que os núcleos multifacetados são famílias e merecem proteção do Estado. Sem ressalvas, sem poréns sobre a forma de como deve ser essa família”, disse. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Chik Jeitoso.

O baiano Chik Jeitoso, radicado em Curitiba há 15 anos, famoso em todo o país por suas mandingas, previsões políticas e bruxarias, disse nesta tarde pelo Twitter que pela primeira vez a imprensa golpista não vai conseguir derrubar um ministro.

“Previsões: Pela primeira vez no Brasil a imprensa GOLPISTA não vai conseguir derrubar o Excelentíssimo Sr Ministro Orlando Silva,ele tem Axé”, tuitou o macumbeiro.

Jeitoso previu em 2010, com semanas de antecedência, prisões que ocorreram por causa dos escândalos na Assembleia Legislativa do Paraná. Também enxergou, meses antes, a vitória do governador Beto Richa (PSDB).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Edson Campagnolo.

O presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, cumpriu agenda de visitas institucionais nesta quinta-feira (20), em Brasília.

Campagnolo foi recebido pelo presidente da República em exercício, Michel Temer, pela ministra chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann e pelos senadores Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC) e Sérgio Souza (PMDB-PR).

Na pauta dos encontros, o novo código florestal e as reformas tributária, trabalhista e fiscal.

O presidente da Fiep foi acompanhado pelos empresários Douglas Antonio Granemann de Souza e Gilson Berneck (Sindicato das Indústrias da Madeira do Paraná), Paulo Roberto Puppo (Sindicato da Indústria da Madeira de Imbituva) e Álvaro Scheffer (Sindicato da Indústria da Madeira de Ponta Grossa).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do G1 PR

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná, desembargador Irajá Prestes Mattar, informou nesta quinta-feira (20) que se até 20 de janeiro de 2012, no mínimo, 80% dos eleitores de Curitiba não estiverem recadastrados, as eleições biométricas na cidade podem ser suspensas. A determinação está em resolução emitida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O artigo 14 da resolução 23335/2011, diz que “verificando-se o não comparecimento de quantitativo que ultrapasse 20% (vinte por cento) do total de convocados para o procedimento, poderá o corregedor regional, presentes circunstâncias peculiares que impeçam o adequado atendimento das demandas de regularização das inscrições que vierem a ser canceladas, indicar ao respectivo tribunal a não homologação dos trabalhos”.

No primeiro semestre deste ano, o recadastramento começou a ser feito em todos os municípios de Alagoas e de Sergipe, nas capitais Curitiba (PR) e Goiânia (GO), em seis cidades de Pernambuco e mais duas do estado de São Paulo. A partir de julho, o recadastramento iniciou em três cidades de Minas Gerais, quatro de Rondônia, sete de Mato Grosso, onze de Tocantins e uma do Espírito Santo. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Edson Feltrin bate-boca na Câmara.

O presidente da Federação das Associações de Moradores de Curitiba (Femotiba), Edson Feltrin, bateu boca nesta tarde com o vereador Pastor Valdemir (PRB) após reunião do Conselho de Ética da Câmara Municipal de Curitiba.

O quiproquó começou dentro da Casa e quase virou briga de rua. Feltrin disse ao vereador pró-Derosso que não pegava bem a um pastor da Igreja Universal Reino de Deus encobrir esquemas de corrupção e o questionou sobre quais interesses defende no legislativo.

“Se a justiça dos homens não funcionar, a divina não falhará”, provocou o presidente da Femotiba.

Na reunião de hoje, a vereadora professora Josete (PT) apresentou um parecer favorável ao voto da vereadora Noêmia Rocha (PMDB) pelo afastamento, por 90 dias, do presidente da Câmara, João Claudio Derosso (PSDB).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Valdir Rossoni (PSDB).

A jornalista Roseli Abrão conta no blog dela que o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB), quase foi às vias de fato com o jornalista Renato Barrozo, proprietário do jornal “Correio Paranaense”.

Segundo Roseli, eles se “estranharam” na noite de terça-feira no restaurante Vindouro, no bairro Cabral, em Curitiba.

Só não foram às vias de fato porque a turma do “deixa disso” impediu, revela a jornalista.

Reclamando que foi “xingado”, Rossoni chegou a registrar um boletim de ocorrência numa delegacia próxima ao restaurante que, segundo se comenta, pertenceria às mulheres de dois importantes integrantes do governo Beto Richa.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

por Ivan Santos, via Política em Debate

Prefeito Luciano Ducci (PSB).

Curitiba ficou fora da Copa das Confederações de 2013 e terá só jogos da primeira fase da Copa do Mundo de Futebol de 2014. A decisão da Fifa representa uma derrota para a gestão do prefeito Luciano Ducci (PSB), que vendeu a ilusão de que a cidade poderia sediar não só a competição preparatória para o Mundial, como quartas de final e semifinais da Copa. O anunciou foi um “banho de água fria” na prefeitura, e um choque de realidade para quem acreditou nas falsas expectativas criadas pela administração municipal.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

da Reuters

A TV Al Jazeera transmitiu nesta quinta-feira o que dizia ser imagens exclusivas mostrando claramente o corpo do líder líbio deposto Muammar Gaddafi sendo arrastado por rebeldes nas ruas.

A gravação mostrava o corpo do ex-líder sem sua camiseta. Seu rosto estava ensanguentado com um tiro na lateral da cabeça. As pernas de um combatente uniformizado do governo provisório também apareciam ao lado do rosto de Gaddafi.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Dilma Rousseff: sem essa de golpe.

A presidenta Dilma Rousseff concedeu entrevista coletiva em Luanda, capital da Angola, antes de embarcar de volta ao Brasil. Ela afirmou que o governo não fará nenhum apedrejamento moral.

Dilma afirmou que não entrará no jogo da mídia golpista, que tenta desmoralizar o PCdoB e o ministro do Esporte, Orlando Silva, acusado pela revista Veja de desviar recursos públicos.

“Não vamos entrar nesse processo [de fritura] que é um processo irracional”, disse.

A presidenta também desmentiu “aspas” que foram atribuídas a ela na imprensa.

“Eu li com muita preocupação as notícias do Brasil. Primeiro pelo grau de imprecisão nas observações a respeito do governo. O governo não fez, não fará, nenhuma avaliação e julgamento precipitados de quem quer que seja. Eu acho que fontes, vazamentos… É interessante que vazam frases com aspas minhas e eu não falei com ninguém.”

Para ela, não se pode demonizar pessoas e partidos que lutaram pela democracia no Brasil e precisam ser respeitados.

“Isso é uma tolice, dizer que o governo está fazendo julgamento de um partido é tolice. O meu governo respeita o Partido Comunista do Brasil. Não vamos entrar nesse processo [de fritura] que é um processo irracional”.

Clique aqui para fazer o download do áudio.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

João Arruda se reuniu com o presidente da República em exercício, Michel Temer.

O deputado federal João Arruda, secretário-geral do PMDB do Paraná, apresentou esta semana ao vice-presidente da República e presidente nacional licenciado do PMDB, Michel Temer, um balanço da preparação do partido para as eleições 2012 no estado.

O sobrinho do senador Requião garantiu que o PMDB vai continuar com o maior número de prefeitos no Paraná – atualmente, 136 chefes de executivos municipais são peemedebistas no estado.

Arruda informou ainda a Temer que trabalha forte para eleger ao menos 60 prefeitos de sua base de atuação política.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

da Agência Estado

Dilma ao lado do presidente angolano, José Eduardo dos Santos. Foto: Bruno Fonseca/Efe.

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira, 20, que não se pode fazer “apedrejamento moral de ninguém”, referindo-se às denúncias de que o ministro do Esporte, Orlando Silva, teria participado do esquema de desvio de dinheiro público. Segundo a presidente, os fatos serão apurados e se houver culpa haverá punição.

“Nós temos de apurar os fatos, nós temos de investigar. Se apurada a culpa das pessoas, puni-las. Agora isso não significa demonizar quem quer que seja, muito menos partidos que lutaram no Brasil pela democracia”, disse a presidente, referindo-se ao partido do ministro, o PC do B.

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira, 20, que não se pode fazer “apedrejamento moral de ninguém”, referindo-se às denúncias de que o ministro do Esporte, Orlando Silva, teria participado do esquema de desvio de dinheiro público. Segundo a presidente, os fatos serão apurados e se houver culpa haverá punição.

“Nós temos de apurar os fatos, nós temos de investigar. Se apurada a culpa das pessoas, puni-las. Agora isso não significa demonizar quem quer que seja, muito menos partidos que lutaram no Brasil pela democracia”, disse a presidente, referindo-se ao partido do ministro, o PC do B.

Dilma queixou-se ainda de notícias publicadas na imprensa sobre observações que ela teria feito sobre a situação do ministro Orlando Silva.

“Eu li com muita preocupação as notícias do Brasil. Primeiro, pelo grau de imprecisão nas observações a respeito do governo. O governo não fez, não fará nenhuma avaliação e julgamento precipitado de quem quer que seja”, afirmou.

“Eu não falei com ninguém e vazam aspas minhas. A gente tem que ter um processo sistemático de investigação e apuração de todos os malfeitos”, afirmou a presidente, ressalvando que “é preciso sempre se supor a presunção da inocência das pessoas”.

Dilma falou aos jornalistas ao deixar Luanda com destino ao Brasil. Ela disse que ao chegar vai olhar tudo com tranquilidade para depois tomar as posições necessárias “para preservar não só o governo mas os interesses do País”.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Bruno Meirinho.

O PSOL de Bruno Meirinho realiza no próximo dia 30, em Curitiba, o III Congresso Estadual.

O Congresso vai escolher a nova direção estadual para os próximos dois anos e eleger delegados para o III Congresso Nacional, além de aprovar resoluções que nortearão a atuação do partido nas eleições de 2012 e 2014.

Meirinho foi candidato a prefeito da legenda nas eleições de 2008.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

* Presidente do partido tem reunião às 15h no Palácio do Planalto

Ministro Orlando Silva.

A comissão política nacional do PCdoB se reuniu nesta manhã para avaliar os ataques contra o ministro do Esporte Orlando Silva.

A legenda vermelha fechou questão e vai unida para o tudo ou nada em defesa do ministro.

Daqui a pouco, às 15 horas, o presidente Renato Rebelo senta-se à mesa com os ministros Gilberto Carvalho (Secretaria Geral) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil).

O recado de Rebelo será curto e grosso: ou Dilma Rousseff dá uma declaração firme colocando um ponto final na fritura de Orlando Silva ou passará a ser governada pela mídia golpista.

O blog apurou que o PCdoB, em nome da honra, cogita deixar o governo se ouvir falar em substituição de Orlando Silva.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via Agência Estado

José Genuino.

O assessor especial do Ministério da Defesa, José Genoino, comemorou hoje a aprovação de ontem, pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, da Comissão da Verdade, que investigará graves violações de direitos humanos ocorridas entre 1946 e 1988. “O dia de ontem é para ser comemorado”, afirmou.

“Tivemos a aprovação da Comissão da Verdade, a solução para a questão dos royalties do pré-sal e a redução da taxa de juros pelo Copom”, disse Genoino, antes de participar do seminário “Oportunidades da Indústria de Defesa e Segurança para o Brasil e a Região do ABC”, organizado pela Prefeitura de São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo.

Genoino afirmou que o ministro da Defesa, Celso Amorim, se encontrou ontem, em Paris, com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, para discutir a necessidade de reaparelhamento da frota de caças da Força Área Brasileira (FAB).

“É consenso que a frota de caças Mirage precisa ser renovada, já que a vida útil deles termina até 2014″, afirmou. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

da Agência Brasil

Muammar Khadafi.

O Conselho Nacional de Transição (CNT) e uma emissora de televisão da Líbia confirmaram hoje (20) que o presidente líbio, Muammar Khadafi, foi capturado esta manhã. De acordo com informações preliminares, ele está com as duas pernas feridas. Khadafi foi atingido por tiros nas pernas ao tentar escapar da captura, segundo integrantes da oposição.

Khadafi estava desaparecido desde que o CNT assumiu o comando da capital, Trípoli, e das principais cidades líbias. Informações iniciais indicam que o presidente estava escondido no deserto, na área de fronteira da Líbia com o Níger. A mulher de Khadafi e três de seis filhos pediram abrigo ao governo do Níger.

Por meio de mensagens de áudio, enviadas a uma emissora síria, Khadafi mantinha contato com a população líbia. Nas últimas gravações, ele disse que resistiria à pressão “até o final” e pediu que os líbios fiéis a ele fizessem o mesmo. Khadafi informou ainda que não deixaria a Líbia. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

* Crianças do interior podem ficar sem ter como ir para escola

Prefeitos da Amocentro dizem que foram enganados pelo governador Beto Richa.

No dia 1º de junho, em Curitiba, o governador Beto Richa (PSDB) e o vice-governador Flávio Arns (PSDB), secretário da Educação, realizaram uma cerimônia oficial para anunciar a destinação de R$ 58 milhões para o custeio do transporte escolar para os alunos da rede pública estadual.

Diante de prefeitos de várias regiões, os tucanos se comprometeram em aumentar o repasse em mais de 100% sobre o total repassado aos municípios em 2010, que foi de R$ 28 milhões. Os recursos seriam liberados em até quatro parcelas, das quais a primeira, no valor R$ 34 milhões, foi liberada no mês de maio.

Pois bem, agora aos fatos. O prefeito do município de Boa Ventura de São Roque, José Forekevicz (PMDB), que também preside a Amocentro (Associação Municípios do Centro-Paraná), reclama de calote dado pelo governo do PSDB. Segundo ele, somente a primeira das quatro parcelas prometidas no meio do ano foi paga até agora. “Tem alguns municípios que receberam duas, mas nem todos”, disse.

Os prefeitos da região da Amocentro ameaçam parar o transporte escolar em protesto contra a falta dos repasses acordados com o governo do estado. As crianças podem ficar sem ter como ir para os bancos escolares por causa da promessa não cumprida.

O prefeito José Forekevicz informa que foi reclamar com o governo a falta de dinheiro com o Palácio das Araucárias, em nome dos demais colegas da região, no entanto, não obteve resposta satisfatória. Ele relata que a Secretaria da Educação limitou-se a informar que não há recursos no orçamento destinado ao transporte escolar.

“O governo vai à imprensa e diz que dobrou o valor, o que não é verdade, e já indo para o final do período letivo e cadê o dinheiro do transporte escolar?”, indigna-se o prefeito de Santa Maria do Oeste, Claudio Leal (PTB).

Abandonados à própria sorte, os prefeitos do interior se dizem enganados pelo governo tucano.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.