por Walter Pereira, via Tribuna do Interior

Erostides, presidente da Câmara, defende a lei. Foto: Walter Pereira.

A Câmara de Vereadores de Iretama inicia hoje os trabalhos deste ano com uma sessão que promete muita polêmica. É que os vereadores votarão durante a reunião, a partir das 19h30, mensagem de veto que prevê a revogação da lei da “Ficha Limpa” no município. Caso seis parlamentares votem favoráveis ao veto em dois turnos, o projeto de lei nº001/2011, que trata sobre a “Ficha Limpa” municipal, será revogado. O segundo turno deve ser votado dentro de 15 dias a partir da primeira votação. Para a sessão, o presidente do Legislativo, Erotides Manoel de Matos (PSD), pedirá auxílio da Polícia Militar (PM) para a segurança. “Como o plenário deverá estar lotado, achei melhor pedir ajuda policial”, explicou.

O assunto já se tornou polêmica na cidade. Após aprovar a lei em dois turnos por unanimidade, os vereadores recuaram e querem a revogação do documento abonado por eles próprios. Em uma emenda parlamentar apresentada à Câmara, os edis alegam terem cometido um “equívoco” ao aprovarem a lei. O projeto foi aprovado no dia 16 de dezembro e publicado no órgão oficial do município nos dias 17 do mesmo mês e 28 de janeiro. Caso não seja revogada, a lei passa a vigorar em 60 dias. Ou seja, no fim de março.

O presidente da Câmara espera que os companheiros mudem de ideia. Segundo ele, o padre da cidade, Pedro Liss, teria pressionado os vereadores para vetarem a lei. “Querem revogar porque dizem que vão prejudicar o Secretário da Saúde [Eurivelton Wagner Siqueira]. Ele é um dos pré-candidatos a prefeito e está inelegível. Falo o nome do padre porque ele me ligou e disse que levaria ao conhecimento de toda a comunidade o problema que os vereadores estavam causando ao secretário da Saúde”, alegou Matos à TRIBUNA recentemente. Sobre o suposto envolvimento do padre na decisão dos vereadores, Matos enviou no fim de janeiro uma carta ao bispo diocesano Dom Francisco Javier Delvalle Paredes, informando o ocorrido. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Maurício Requião. Foto: Denis Ferreira Netto.

Política é a arte de colocar o macaco na água e o peixe no galho, dizem as raposas do rabo felpudo.

Veja essa, caro leitor, se não é de arrepiar qualquer cristão em plena Quaresma.

Corre no Centro Cívico que está em curso uma operação comandada por tucanos de alto coturno para “devolver” ao ex-secretário da Educação, Maurício Requião, a vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

O plano consistiria em aprovar novamente na Assembleia Legislativa do Paraná a indicação do ex-secretário na vaga do conselheiro Hermas Brandão, que será o segundo a se aposentar compulsoriamente ainda neste ano. O primeiro a vestir o pijama será Heinz Herwig, cuja vaga já está prometida e carimbada para o chefe da Casa Civil, Durval Amaral.

A ideia dos tucanos é limpar a área para a reeleição do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB). Traduzindo: o Palácio Iguaçu enxerga a candidatura do ex-prefeito Rafael Greca (PMDB) com potencial de fazer estragos irreparáveis ao projeto continuísta na capital.

Além de retirar Greca da disputa, a manobra também garantiria a vice de Ducci aos peemedebistas. Um dos entusiastas da tese é o deputado estadual Reinold Stephanes, que não esconde de ninguém que sonha com a vaga de vice.

O diabo é que a estratégia não empolga os mais interessados: os próprios Requião. O deputado federal João Arruda, por exemplo, secretário-geral do PMDB, disse que não hipótese de acordo. Segundo ele, apoiado em pesquisas internas, “a candidatura de Greca será mantida e é a que tem maior possibilidade de crescimento”.

“De fato há essa movimentação nos bastidores, mas não cairemos nessa. Se o governo de Richa atacou e cassou a vaga de Maurício Requião, as aposentadorias dos ex-governadores, por que raios agora voltaria atrás da maldade que fez?”, questiona o sobrinho de Requião, ao confirmar a existência da operação palaciana.

Vale lembrar que Maurício Requião foi defenestrado do TCE pela base aliada do governador Beto Richa na Assembleia, em 2011, e a vaga de conselheiro caiu no colo do ex-procurador do Estado, Ivan Bonilha, o famoso “Censurinha”.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via Agência Estado

Plenário da Câmara de Curitiba (Daniel Castellano/GP).

O candidato a vereador nas eleições de outubro em qualquer um dos 5.565 municípios brasileiros poderá dispensar o preparo técnico, político ou administrativo. Se eleito, poderá deixar-se tomar pela preguiça. Bastará dispor de R$ 19,90 para comprar pacotes de projetos de lei pela internet e os apresentar nos Legislativos municipais como sendo seus.

Pelo menos três endereços virtuais da rede mundial de computadores oferecem para as próximas eleições serviços especiais aos candidatos, com promessas de trabalho personalizado e até discursos exclusivos. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via site Vote Cataratas

Solenidade reúne autoridades brasileiras e argentinas. Foto: Itaipu.

As Cataratas do Iguaçu entraram oficialmente nesta quarta-feira (22) na lista das Novas Sete Maravilhas da Natureza. A confirmação foi feita há pouco pelo presidente e fundador da organização suíça New 7 Wonders, Bernard Weber, ao Comitê Oficial Argentino-Brasileiro de Apoio às Cataratas do Iguaçu. A solenidade ocorreu na Embaixada do Brasil em Buenos Aires.

Em respeito à tragédia que aconteceu nesta quarta-feira em Buenos Aires – um acidente de trem matou 49 pessoas e deixou mais de 600 feridas – a solenidade ganhou um caráter apenas simbólico, sem comemoração. No começo da noite desta quarta-feira, o site oficial da fundação – http://nature.new7wonders.com/ – atualizou o status do atrativo de provisório para confirmado.

Participaram da cerimônia o diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, Jorge Samek, o subsecretário de Planejamento Estratégico de Misiones, Sérgio Dobrusín, o secretário de Turismo de Foz do Iguaçu, Felipe Gonzalez, e Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social de Itaipu e coordenador brasileiro do Comitê de Apoio às Cataratas do Iguaçu. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via Diário dos Campos

Delegado Rodrigo Cruz investiga o caso de homofobia em Palmeira. Foto: DC.

A Polícia Civil de Palmeira investiga um caso de homofobia, registrado no último fim de semana. De acordo com a polícia, dois rapazes e uma moça homossexuais foram agredidos verbal e fisicamente na Rua Conceição, área central da cidade, por dois homens já identificados. Um dos jovens contou que o trio retornava para casa quando foi surpreendido pelos agressores.

O rapaz e a jovem teriam sido feridos com socos e chutes. O outro amigo conseguiu fugir e não foi espancado. O rapaz disse que o tempo todo os agressores os xingavam de forma preconceituosa.

O delegado Rodrigo da Silva Cruz disse ontem ao DC que os agressores já foram identificados e vão assinar termo circunstanciado. “Eles responderão por lesão corporal e injúria. A pena não ultrapassa dois anos”, afirmou.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Jornais do Paraná

– Gazeta do Povo: Após vitória no Supremo, CNJ enfrenta novas ações

– Jornal do Estado: Negociação salarial de policiais vai ter “Dia D” hoje

– Jornal de Londrina: Mortalidade infantil é a menor em 8 anos

– Folha de Londrina: Apreensões por contrabando crescem 20% no Paraná

– O Diário (Maringá): Impasse trava obras em praça da Catedral

– Diário dos Campos: Cliente reage e ladrão de banco vai parar no hospital

– O Paraná: Corte no orçamento engessa a economia dos municípios

– Gazeta do Paraná: Após Detran, oposição ataca tarifaço da Sanepar

– Gazeta do Iguaçu: Pistoleiro mata homem e fere mulher no Jardim Canadá

– Diário do Noroeste: Nova creche, no Jardim Ipê, vai oferecer 200 vagas

– Tribuna de Cianorte: Paraná mantém alta em empregos

– Tribuna do Norte: Apucarana tem prédios em situação de risco

Jornais de outros estados

– Globo: TCU confirma desvios em decretos de emergência

– Folha: Promotoria acusa empresa ligada a Teixeira de desvio

– Estadão: ONU acusa ditador sírio de ordenar massacres

– Correio: O deboche dos distritais

– Valor: Novas regras ‘reprovam’ até R$ 95 bi de capital de bancos

– Estado de Minas: Nada a comemorar

– Zero Hora: Arroz será combustível para seis usinas no RS

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Rebeca foi uma das coordenadoras da campanha de Osmar entre os professores.

A direção estadual do PDT encaminhou nota oficial a este blog informando que a candidatura de Rebeca Dias à Câmara Municipal de Curitiba não está confirmada, pois, segundo o comunicado, a filha do ex-senador Osmar Dias “dedica integralmente seu tempo no aperfeiçoamento de sua carreira na área jurídica, sendo difícil conciliar sua carreira profissional com mandato político”.

Uma pena. A Câmara de Curitiba precisa de novos nomes e de caras novas, independentes de sobrenomes. A atual legislatura é a pior que já existiu em 319 anos de história da Casa.

A seguir, leia a íntegra da nota da direção do PDT: (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Pessuti e Requião romperam politicamente em abril de 2010.

A sinalização do ex-governador Orlando Pessuti (PMDB) de que poderá apoiar em Curitiba a candidatura de Gustavo Fruet (PDT) está mobilizando a tropa do senador Roberto Requião (PMDB), que prefere e incentiva o ex-prefeito Rafael Greca (PMDB) na peleja.

Requião teria dito a correligionários que, caso seu desafeto e sucessor entre na canoa do pedetista, necessariamente, vai desembarcar nas campanhas do PT em Jardim Alegre e Ivaiporã, municípios que ficam na região do Vale do Ivaí, Norte do Paraná, que custam caro a Pessutão.

O ex-governador Pessuti iniciou a carreira política nos dois municípios vizinhos, que hoje são administrados pelos petistas Cyro Fernandes (Ivaiporã) e Padre José Martins de Oliveira (Jardim Alegre).

Embora reze pela cartilha dos ministros Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann, Pessutão tem broncas com o PT regional. Em Jardim Alegre, a irmã do ex-governador, Neusa, disputou e perdeu as eleições de 2008 para o atual prefeito, Padre José, pela diferença de doze votos. O religioso já decidiu concorrer a mais um mandato.

Em Ivaiporã, Pessuti é dono da tradicional Rádio Ubá e tem influência política na cidade.

Em tom provocativo, Requião também afirmou aos mesmos correligionários que a influência do desafeto na região é “decadente”. Ele [o senador] acredita que consegue ajudar mais os petistas do Vale do Ivaí do que Pessuti pode ajudar Fruet em Curitiba. O desafio está feito. Agora é esperar e conferir o resultado do embate.

Os adversários do senador têm cantado em verso e prosa a sua “morte política” dentro do PMDB, mas, semana passada, Requião deu mostras de que não está morto quem peleia. Ele conseguiu defenestrar outro desafeto na guerra intestina partidária: o ex-deputado e ex-prefeito de Paranaguá Mário Roque das Dores, que perdeu a legenda para disputar novamente a prefeitura do Litoral.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via Bem Paraná

Desde sábado (18), 220 famílias estão acampadas em um terreno da prefeitura, localizado na Vila Sabará, Cidade Industrial de Curitiba. 400 pessoas protestam contra a demora da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) no benefício para inscrições feitas há seis anos.

Na invasão, existem “lotes” demarcados com o nome dos “proprietários”. Quem está lá, reclama que não tem onde morar. “Não roubei, nunca fiz mal, só quero ter onde morar. Esperamos uma resposta da Cohab, porque não queríamos estar aqui”, apontou Tatiane Linhares.

Segundo um dos invasores, identificado como Fernando, as famílias estão evitando a desova de corpos. “Aqui é um terreno abandonado, usado para o pessoal jogar corpos e lixos. Pelo menos agora se tornou útil”, garantiu. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

por Oswaldo Eustaquio, correspondente da Gazeta do Povo

Na manhã desta quinta feira (23), uma carreata composta por cerca de 150 veículos saiu do Aeroparque rumo à Praça 29 de Julho, em Paranaguá, no Litoral do Paraná. A manifestação é uma reivindicação dos policiais militares que defendem a valorização profissional da categoria e a recomposição das perdas salariais sofridas nos últimos anos. A carreata contou com a adesão dos PMs que estavam de folga, de suas esposas e filhos, além de integrantes da sociedade civil, como advogados e empresários.

A manifestação da Polícia Militar em Paranaguá foi um ato de apoio aos policiais militares de todo o estado do Paraná. De acordo com o sargento, a manifestação reuniu em torno de 200 pessoas, entre militares, familiares e simpatizantes ao movimento.

Os policiais protestam contra a não implementação da Emenda 29 à Constituição do Paraná, que, entre outras coisas, prevê a incorporação de subsídios ao soldo dos PMs. “A Emenda 29 foi decretada, mas só falada”, desabafa João Carlos, 2º Sargento da Polícia Militar e que tem 29 anos de carreira na instituição. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Os professores da rede municipal de Curitiba vão se reunir hoje (23), a partir das 18h30, em assembleia geral para definir as próximas movimentações da categoria. Os professores irão decidir pela manutenção ou não do indicativo de greve, inicialmente proposto pelo magistério para o dia 29 de fevereiro.

Durante a assembleia, os professores irão avaliar o processo de negociação com a Prefeitura. A Pauta de Reivindicações e proposta de calendário de negociações foram protocoladas no dia 16 de dezembro junto à administração, pelo Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (SISMMAC).

Nesses documentos era solicitado que a Prefeitura apresentasse uma proposta de calendário de negociações até o dia 1o de fevereiro, mas a Prefeitura só se manifestou no dia 8, atrasando o processo de negociação exigido pelos trabalhadores da educação. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via APP-Sindicato

Em agosto, professores saíram ruas para cobrar promessas de campanha.

No dia 15 de março, as escolas da rede pública estadual do Paraná vão parar. Na data, os trabalhadores em educação participarão da mobilização que ocorre em todo o país, e é convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), em defesa da correta aplicação da Lei do Piso, do investimento de 10% do Produto Interno Bruto na educação e na luta por melhorias na carreira dos educadores.

Nacionalmente, a greve vai durar três dias: 14, 15 e 16 de março.

No Paraná, a categoria decidiu paralisar as atividades apenas no dia 15. No dia 14, acontecerão debates nas escolas sobre hora-atividade, saúde e condições de trabalho.

No dia 16, os educadores farão, em suas próprias escolas, debates e avaliações da mobilização. Este ano, os educadores da rede pública estadual de ensino já fizeram uma grande mobilização, no dia 9 de fevereiro, quando mais de 90% da rede aderiu a paralisação parcial e discutiu a pauta de reivindicações da categoria.

Veja, abaixo, os itens defendidos pelos educadores do Paraná: (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa denunciou nesta quinta-feira (23) o novo reajuste nas tarifas de água e esgoto da Sanepar, anunciado às vésperas do Carnaval, com base em decreto do governador Beto Richa. O reajuste, de 16,5%, eleva a tarifa mínima de água e esgoto de R$ 35,09 para R$ 40,87 (em Curitiba) e de R$ 34,15 para R$ 39,78 (demais municípios paranaenses).

O líder da oposição, deputado Elton Welter (PT,) lamentou o fato de que o novo reajuste atingirá aproximadamente 9,8 milhões de paranaenses: “Trata-se de um serviço que não deveria ser considerado uma simples mercadoria, mas sim um bem essencial na melhoria das condições de vida da população”. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Vereador Zé Maria (PPS) muda de oposição sobre Derosso.

O vereador Zé Maria foi afastado da vice-presidência do PPS de Curitiba mês passado porque, na CPI, ele votou no relatório que inocentou o presidente da Câmara, João Cláudio Derosso (PSDB), das acusações de irregularidades em contratos de publicidade.

O tempo passa, o tempo voa. Zé Maria defendeu hoje o afastamento definitivo do presidente de Derosso e uma nova eleição para o cargo.

Autocrítica? Pode ser que sim. O próprio vereador explica a posição tomada nesta quinta-feira (23):

“Nossa postura está de acordo com os anseios do partido que represento na Casa. O parlamento municipal necessita de mudanças. O PPS defende o afastamento definitivo do presidente licenciado e nova eleição da Mesa”.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Carlos Moraes (PRTB).

O jornalista e apresentador Carlos Moraes é o mais novo pré-candidato a prefeito de Curitiba. Ele vai concorrer pelo PRTB, segundo nota do partido.

Moraes dá uma pista de como atuará nas eleições:

“Me sinto bem informado sobre o que deve ser melhorado para a população dos bairros que ainda vive as margens da Curitiba do marketing falso. Marketing que não mostra a capital por inteiro, mostra apenas em cartão postal. Tenho dado a minha contribuição como profissional e agora posso participar também da eleição”.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via site do PT Paraná

Franklin Martins.

O jornalista político e ex-ministro de Comunicação Social do governo Lula, Franklin Martins, estará em Curitiba no dia 5 de março para participar de um encontro do PT Paraná sobre o Marco Regulatório para as Comunicações. Martins vai fazer uma palestra com o tema “Por que o Brasil precisa de um Marco Regulatório para as Comunicações?”.

O objetivo do encontro, de acordo com o presidente do PT Estadual, deputado Enio Verri, é inserir o Paraná no debate sobre a importância do Marco Regulatório para a democratização das comunicações.

“O Brasil precisa enfrentar o desafio de atualizar o Marco Regulatório das Comunicações e o Paraná deve participar destas discussões. A iniciativa tem o objetivo de promover um debate maduro, responsável e esclarecedor sobre o tema”, explicou Verri. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Raupp em audiência com Greca e o deputado João Arruda. (Roberto Rodrigues).

O secretário-geral do PMDB do Paraná, deputado federal João Arruda, reafirmou nesta quinta-feira (23) a pré-candidatura de Rafael Greca à prefeitura de Curitiba.

Segundo Arruda, o presidente nacional do PMDB, Valdir Raupp, confirmou a pré-candidatura de Greca no final de novembro do ano passado.

Em comunicado, o parlamentar peemedebista disse que o partido apresentará candidatura própria em 22 capitais e em três mil municípios brasileiros.

Agora cabe uma perguntinha: se a pré-candidatura de Greca está confirmada por que a reafirmação?

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Crise na Câmara bate à porta de Ducci. Foto: Denis Ferreira Neto.

A pequena bancada de oposição na Câmara Municipal de Curitiba, composta por cinco vereadores, retomou o trabalho pós-Carnaval com uma ideia-fixa: afastar definitivamente do cargo o presidente da Casa, João Cláudio Derosso (PSDB). Ele renovou o pedido de licença para mais 90 dias.

Os oposicionistas ameaçam levar a contenda à Justiça, caso o presidente em exercício do legislativo municipal, Sabino Picolo (DEM), não coloque o requerimento pedindo o afastamento do tucano na pauta de votações.

Derosso se converteu num verdadeiro “abacaxi” para a base aliada do prefeito Luciano Ducci (PSB), que não sabe o que fazer com o aliado incômodo. Teme-se que o imbróglio se arraste e reflita humor dos eleitores nas eleições de outubro.

O vereador Derosso antecipou-se à Justiça em novembro de 2011 ao pedir licença do cargo pelo período de 90 dias. Vencido o prazo, na véspera do Carnaval, o tucano renovou o pedido para mais 90 dias.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Policiais militares do Paraná podem cruzar os braços, diz coronel Elizeu Furquim.

A queda de braço entre governo do Paraná e entidades representativas dos policiais civis e militares, em campanha por reajuste salarial, parece estar longe do fim.

Leitores deste blog recordam que a administração estadual concedeu em outubro de 2011 aumento de até 128% aos servidores que ocupam cargos comissionados, aqueles de livre nomeação do governador.

Outro fato que intriga os policiais: o reajuste de 10,5% conquistado pelos cobradores e motoristas de ônibus da capital que, ao que indica, será subsidiado pelo governo de Beto Richa (PSDB). É a fórmula encontrada até aqui para evitar o aumento no preço da tarifa.

Os policiais reclamam que estão recebendo tratamento diferenciado dos demais servidores públicos, pois não ficaram nem um pouco satisfeitos com a proposta de reajuste apresentado pelo Palácio Iguaçu.

Também engrossam a fila de insatisfeitos os professores das escolas e faculdades da rede pública estadual. Eles anunciam greve para março.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Ezequias Moreira é diretor de Relações com Investidores da Sanepar.

Se coisa está feia para os aliados do governador Beto Richa (PSDB) imagine como está para os do andar de baixo.

O secretário municipal de Saneamento e Meio Ambiente de Maringá, Leopoldo Fiewski, desceu a borduna no reajuste de 16,5% nas tarifas de água e esgoto da Sanepar anunciado para março. Ele quer justificativas da empresa, informa o repórter Murilo Gatti, do jornal O Diário.

“A Sanepar precisa justificar, dentro da planilha, este reajuste. Temos um plano de saneamento aprovado e publicado e não é o aumento de inflação que justifica, mas sim o plano de investimento”, afirma o secretário.

A prefeitura de Maringá é pilotada por Silvio Barros II (PP), irmão do secretário de Estado da Indústria e Comércio, Ricardo Barros, aliado de primeira hora do governador tucano. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});