Clayton Camargo.

O desembargador Clayton Coutinho de Camargo foi eleito nesta segunda-feira (12) novo presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR).

O novo presidente do TJ é pai do deputado estadual Fábio Camargo (PTB).

Clayton Camargo obteve 56 votos contra 56 votos do desembargador Guilherme Luiz Gomes, que, pelo critério de antiguidade, acabou sendo derrotado.

Além de Clayton Camargo e Guilherme Luiz Gomes, a desembargadora Regina Portes também encabeçou a lista preliminar na disputa de 120 votos dos desembargadores.

Compartilhe!

    da Agência Brasil

    Dilma Rousseff.

    A presidenta Dilma Rousseff tem até o dia 30 para decidir sobre o projeto que redistribui os royalties do petróleo. O texto chegou á Casa Civil na noite da última sexta-feira (9), data a partir da qual a presidenta tem 15 dias úteis para decidir sobre o projeto.

    Após a aprovação na Câmara, ocorrida no dia (6), a presidenta Dilma disse que faria uma análise exaustiva! do texto antes de decidir se vetará o texto de forma total ou parcial ou ainda se sancionará o projeto sem mudanças.

    O texto aprovado não era a proposta do Executivo e deixou de fora a previsão de repasse de 100% dos royalties dos poços que serão licitados para a educação, como queria o governo. (mais…)

    Compartilhe!

      Paranaenses torcem para que governo Richa recupere lucros da Copel.

      A Copel (Companhia Paranaense de Energia) divulga ao mercado, nesta terça-feira (13), o resultado de seu lucro para o terceiro trimestre de 2012.

      O lucro da Copel no segundo trimestre deste ano foi 30% menor que o resultado do trimestre equivalente de 2011. No primeiro trimestre deste ano, os lucros foram 17% menores em relação a 2011.

      O comunicado de amanhã é guardado com expectativa pelos paranaenses que defendem o caráter social da estatal. A torcida é também para que o governo Beto Richa mostre resultado com forte recuperação do lucro.

      Na semana passada, este blog mostrou que a Copel pediu R$ 1 bilhão emprestado para fluxo de caixa a juro de mercado mediante lançamento de debentures.

      O clima organizacional na empresa de energia não é nada bom. Funcionários dizem que há pressão para cortes nas despesas. Eles relatam que falta papel higiênico nos banheiros e até o sagrado cafezinho.

      Compartilhe!

        João Carlos Baracho.

        por Cíntia Junges, via Gazeta do Povo

        Após negociações frustradas com as operadoras, médicos credenciados de 43 planos de saúde que atuam no Paraná devem parar o atendimento a pacientes conveniados por 15 dias a partir de hoje. O boicote não inclui os profissionais que atendem pelas Unimeds, que têm o maior quadro de usuários do estado, e pelas fundações Sanepar e Copel, que fizeram negociações em separado.

        A paralisação é facultativa (ou seja, cada profissional decide se vai ou não aderir) e atinge somente os procedimentos eletivos, como consultas e exames agendados com antecedência. Caso seu médico participe do movimento, o paciente deverá ser comunicado e terá a opção pagar pela consultas ou remarcá-la. O Procon Paraná orienta que as pessoas não paguem por consultas ou outros serviços que estão contemplados na mensalidade do plano. (mais…)

        Compartilhe!

          da Agência Brasil

          Tela exibe slogan do Partido Comunista Chinês na praça Tiananmen, em Pequim.

          Reunidos no 18!º Congresso Nacional do Partido Comunista da China (PCC), os 2.270 delegados da legenda começaram o processo de votação para a escolha dos novos líderes políticos do país. Segunda maior economia mundial, atrás apenas dos Estados Unidos, a China deverá ter um novo presidente !“ Xi Jinping em substituição a Hu Jintao !“ como também novos líderes na cúpula política.

          A presidência do 18!º Congresso Nacional do Partido Comunista da China (PCC) é composta por 247 membros. Após as definições, os nomes são encaminhados pelo Parlamento chinês que, geralmente, ratifica a decisão do congresso. As discussões começaram na semana passada e terminam no próximo dia 14. (mais…)

          Compartilhe!

            Pessuti e Romanelli.

            Cerca de mil convencionais vão à s urnas no próximo dia 15 de dezembro para escolher o novo diretório estadual do PMDB do Paraná. A guerra pelo comando do partido já começou. Correligionários do senador Roberto Requião, que quer a presidência, afirmam que os possíveis adversários atendem interesses de outras siglas e grupos políticos.

            O Romanelli é do PSDB e Pessuti é do PSC!, dizem os requianistas, ao se referirem ao deputado Luiz Cláudio Romanelli, secretário do Trabalho no governo Beto Richa (PSDB), e ao ex-governador Orlando Pessuti, que elegeu seu filho, Bruno, pelo PSC de Ratinho Junior.

            Requião tem repetido que a disputa pelo diretório do PMDB é contra o governo Beto Richa, que cooptou os adversários.

            O Romanelli é e sempre será o nosso companheiro. Ele é vítima do sistema de cooptação montado no Paraná pelo governo do PSDB!, afirma o senador, lembrando o discurso de seu fiel escudeiro na Assembleia Legislativa, o deputado Antonio Anibelli Neto, único da bancada peemedebista que não compõe a base de sustentação do governo tucano.

            Nesta segunda-feira (12), por outro lado, está programada uma visita de Pessuti aos deputados estaduais. à‰ difícil que haja um acordo entre eles, pois os parlamentares acreditam que o ex-governador faz o jogo da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), possível adversária de Richa em 2014.

            Não estranhe o caro leitor se na undécima hora houver um entendimento entre Requião e Pessuti. O senador quer tentar um quarto mandato ao governo do Paraná e o ex-governador Pessuti sonha com uma vaga no Senado, onde faria companhia na Casa ao seu pupilo Sérgio Souza (PMDB).

            Compartilhe!

              Quantos Haddads e Dilmas tem o PT?

              Zeca Dirceu (PT-PR).

              por Zeca Dirceu*

              Esta deve ser a pergunta que ainda assombra a mente insana de grande parte de uma oposição que tomou como discurso principal a agressão ao governo do PT. Representada em especial pelo DEM e pelo PSDB, esta oposição foi a grande derrotada nesta eleição. Milhares de eleitores provaram a vitória do PT nas urnas, com importantes conquistas para o partido em várias cidades do Brasil. Foram Haddads e Dilmas, eleitos pelo povo, que fizeram o partido sair desta eleição com 24 milhões de votos, sendo o mais pontuado do país nos dois turnos.

              Em São Paulo, o PT mostrou a sua força com a vitória de Fernando Haddad, na qual a presidenta Dilma e o ex-presidente Lula tiveram efetiva participação. Em Curitiba, Gustavo Fruet, prefeito eleito pelo PDT, também foi vitorioso numa aliança com o PT, que consolida o partido como uma das grandes forças políticas do Paraná. (mais…)

              Compartilhe!

                Charge de Alex Ponciano – Expresso Popular (SP).

                Compartilhe!

                  Jornais do Paraná

                  Gazeta do Povo: IPTU acompanha inflação, mas imposto do carro cai

                  Jornal do Estado: Bloco de Fruet articula chapa única para a mesa da Câmara

                  Jornal Metro: Sobem os casos de coqueluche

                  Jornal de Londrina: CMTU a um passo do colapso

                  Folha de Londrina: Número de universitários cresce 77%

                  Gazeta do Paraná: Prefeituras do Oeste já reduzem atendimento

                  Gazeta do Iguaçu: 13!º salário deve injetar R$ 94 milhões na economia

                  Jornais de outros estados

                  Globo: Um julgamento para a história

                  Folha: Violência tem escalada e mortes chegam a 31

                  Estadão: Entrada de imigrante qualificado será facilitada

                  Correio: Estrondo, pânico e concurso anulado

                  Valor: Nova regra afeta captação de debêntures de elétricas

                  Estado de Minas: Trânsito de BH em um beco sem saída

                  Zero Hora: Superlotação ameaça liberar 350 presos

                  Compartilhe!

                    Pelo jeito, Arns e Meroujy serão os novos marqueteiros do governo Richa.

                    Ao custo do embrutecimento dos alunos, engata-se uma perversa mudança na matriz curricular em todas as séries do ensino fundamental e médio da rede pública do Paraná. As disciplinas de português e matemática passarão a contar com cinco aulas cada. As 10 disciplinas restantes da grade curricular terão que disputar quinze aulas restantes, ou seja, média 1,5 aulas para cada disciplina. Ou ainda algumas podem ser extintas.

                    As medidas foram decididas depois de o governo Beto Richa levar bomba no Ideb (àndice de Desenvolvimento da Educação Básica) 2011. A emenda pode sair pior que o soneto, pois, na prática, tentar-se-á transformar a Educação num verdadeiro departamento de marketing. Só propaganda. Nada de aprendizagem nas escolas. à‰ a lei do menor esforço (do governo, é claro).

                    Foi sob o tacão da dupla Meroujy Cavet e Flávio Arns, dublê de vice-governador e secretário da Educação, que o Ideb do Paraná despencou, conforme os números abaixo, divulgados em primeira mão aqui nesta página no dia 14 de agosto:

                    * Ensino Médio caiu de 3,9 (ano 2009) para 3,7 (ano 2011).
                    * Ensino Fundamental (séries finais) caiu de 4,1 (ano 2009) para 4,0 (ano 2011).
                    * Ensino Fundamental (séries iniciais) não cumpriu meta de 5,7 (ano 2011) e manteve-se em 5,2 (ano 2009).

                    Nesta segunda-feira (12), a direção da APP-Sindicato, que representa os interesses dos professores, informa que sentará com os gestores da Secretaria de Estado da Educação (SEED) !“ os piores que já passaram por ali desde que o Paraná deixou de ser 5!ª Comarca.

                    Quero resgatar o que disseram os mestres da Universidade Federal do Paraná (UFPR), a 28 de agosto de 2012, quando afirmaram em manifesto divulgado que os gestores da SEED não entendem nada de educação pública!.

                    Os professores da centenária UFPR, do Núcleo de Estudos sobre o Ensino da Filosofia, analisavam o desempenho do Paraná no Ideb e repudiavam as mudanças na matriz curricular pretendidas pela SEED.

                    Ao mesmo tempo, esta constatação é infundada, pois, além de não fazer uma avaliação correta do problema, ignora a importância das demais disciplinas, além da Língua Portuguesa e Matemática, que também trabalham com o desenvolvimento da capacidade de leitura, interpretação (Filosofia, Sociologia, História e Geografia) e cálculo (Física, Química). Trata-se de ser uma constatação! típica de gestores que estão mais preocupados com estatísticas do que com a qualidade do processo ensino-aprendizagem!, diz um trecho do documento.

                    Na época, os gestores da SEED atribuíram a queda no Ideb à  redução da carga horária nas disciplinas de português e matemática. Os professores da UFPR desmontaram essa tese enumerando possíveis causas:

                    1- Reprovação e evasão 18,4% (ensino médio) e 16,5% (Ensino Fundamental);

                    2- Ausência de bibliotecas, laboratórios de informática e de servidores;

                    3- Mantêm salas de aula superlotadas e em condições precárias de trabalho;

                    4- Adota uma política equivocada de fechamento e junção de turmas, colocando um número excessivo de alunos em uma mesma sala de aula;

                    5- Permite que professores PSS e QPM sem formação específica ou habilitados em outras áreas do conhecimento, deem aula de diversas disciplinas que não a de sua formação, para fazer de conta que o quadro de professores das escolas está completo;

                    6- Tem diminuído o número de funcionários e equipes pedagógicas nas escolas, tumultuando o ambiente escolar e precarizando o atendimento dos alunos;

                    7- Não tem um projeto de formação continuada e, quando oferta curso de formação, estes, quase sempre, são de baixa qualidade;

                    8- Realiza Semanas Pedagógicas de baixa qualidade formativa;

                    9- Não respeita o calendário de implantação da Lei do Piso Salarial Nacional do Magistério retroativo a janeiro de 2012, nem os 33% de hora atividade, desrespeitando a lei e a comunidade escolar;

                    10- No momento em que lutamos por redução de jornada em sala com aumento da hora atividade, o governo aprova resolução que permite ao professor trabalhar até 60 horas semanais;

                    11- A crescente condição de violência e indisciplina na escola à  qual estão submetidos todos os dias professores e alunos, tornando impossível a realização do trabalho pedagógico; e

                    12- Vêm realizando consultas públicas online, sem critérios objetivos de cientificidade e transparência, a fim de justificar a implementação de um plano de metas para a educação, evitando o debate aberto com os educadores. São essas algumas das situações objetivas com as quais se defrontam os educadores e estudantes no Paraná e que desaparecem da análise! da SEED.

                    Para a reflexão e compreensão do leitor !“ e da própria comunidade escolar !“ eu reproduzo abaixo, na íntegra, o manifesto dos professores da UFPR no qual afirmam que os gestores da SEED não entendem nada de educação pública!. Nada mais verdadeiro.

                    Manifesto do coletivo do NESEF/UFPR sobre o resultado Ideb do Paraná (mais…)

                    Compartilhe!

                      Fernando Henrique Cardoso.

                      As direções do PSDB, DEM e PPS pretendem levantar, novamente, a bandeira das privatizações nas eleições presidenciais de 2014.

                      Sob o comando do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, os oposicionistas dizem que querem se resgatar projetos que lhe foram tomados pelo PT.

                      “O PT adotou nosso programa em sua integralidade. Procurou disfarçar, mudar o rótulo, trocar o invólucro. Mas abraçou e pôs em prática todas as nossas políticas, da rede de proteção social à s parcerias com a iniciativa privada na infraestrutura!, afirma o ex-governador Alberto Goldman, primeiro vice-presidente do PSDB. (mais…)

                      Compartilhe!

                        por Marcos Coimbra*

                        Sociólogo Marcos Coimbra.

                        Ainda há quem duvide quando ouve que a mídia brasileira é partidarizada. Que tem posição política e a defende com unhas e dentes.

                        Por opção ideológica e preferência político-partidária, ela é contra o PT. Desaprova os dois presidentes da República eleitos pelo partido e seus governos. Discorda, em princípio, do que dizem e fazem seus militantes e dirigentes.

                        A chamada grande imprensa! é formada por basicamente quatro grupos empresariais. Juntos, possuem um vasto conglomerado de negócios e atuam em todos os segmentos da indústria da comunicação. Têm um grau de hegemonia no mercado brasileiro de entretenimento e informação incomum no resto do mundo. à‰ coisa demais na mão de gente de menos.

                        Afirmar que ela faz oposição ao PT e a seus governos não é uma denúncia vazia, uma conversa de petista!.

                        Ficou famosa, pela sinceridade, a declaração da presidente da Associação Nacional de Jornais (ANJ) e diretora-superintendente do Grupo Folha, Judith Brito, segundo quem (…) os meios de comunicação estão fazendo de fato a posição oposicionista deste País, uma vez que a oposição está profundamente fragilizada!. (mais…)

                        Compartilhe!

                          por André Gonçalves, via Gazeta do Povo

                          Gaevski, com o livro em que é citado como exemplo de combate à  corrupção e à  frente da placa na qual presta contas à  população. Foto: César Machado/GP.

                          Em 2008, o prefeito de Realeza, cidade de 16 mil habitantes no Sudoeste do Paraná, foi questionado pela Justiça sobre a cor de uns ônibus enormes que começavam a circular pela cidade. Eduardo Gaevski é do PT e os veículos têm o mesmo vermelho do partido. A polêmica foi parar na Justiça e só acabou quando ele conseguiu explicar a origem dos dois biarticulados e dois articulados utilizados no transporte escolar. Eles haviam sido cedidos sem custo pelo então prefeito de Curitiba, Beto Richa, e apenas mantinham as mesmas cores de quando rodavam na capital.

                          Ainda assim, permanece a dúvida: como um prefeito de uma cidadezinha arranjou os ônibus, negociando com um político de um partido oposto ao seu? Essa é uma das peripécias administrativas de Gaevski, cuja gestão é citada como exemplo de boas práticas por uma das maiores entidades sociais de combate à  corrupção no Brasil, a Amarribo, representante no país da Transparência Internacional. Na semana passada, ele participou como convidado da 15.!ª Conferência Internacional Anticorrupção, em Brasília. (mais…)

                          Compartilhe!

                            da Agência Brasil

                            A nova distribuição socioeconômica do país, com mais pessoas tendo acesso a bens de consumo, fez com que a classe C, ou classe média, passasse a ser maioria no uso de redes sociais na internet. A constatação foi feita por pesquisa do Instituto Data Popular (IDP), que será apresentada no Fórum Novo Brasil, amanhã (12) e terça-feira (13), em São Paulo. Um dos convidados é o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

                            De acordo com a pesquisa, que ouviu 1,8 mil pessoas nas ruas de 57 cidades e 20 mil pela internet, 48% dos 75 milhões de internautas brasileiros são da classe média – assim considerada a família com renda mensal entre R$ 1.540 e R$ 2.313. A pesquisa informa que 44% estão nas faixas A e B, que compõem a classe alta, e 8% são dos estratos sociais D e E, de mais baixo poder aquisitivo. (mais…)

                            Compartilhe!

                              Fruet e Mirian cumpriram agendas distintas neste final de semana.

                              Mesmo depois das eleições, Gustavo Fruet (PDT) e Mirian Gonçalves (PT) continuam na ativa em Curitiba. O prefeito e a vice, eleitos, permanecem em plena campanha! pelos bairros da cidade.

                              Ontem, por exemplo, Fruet participou de várias atividades da Virada Cultural. Até arranjou um tempinho para passar no Frans Café, no bairro Batel.

                              A vice Mirian Gonçalves também não quis ficar em casa. Hoje, ela participou do Capão Raso Fest Vida 2012, acompanhada pelo vereador Tito Zeglin (PDT). O evento tem por objetivo conscientizar a comunidade da importância da atividade física para a saúde e o bem estar.

                              Por que o moço e a moça não param? Simples. Eles estão fazendo o teste das ruas, fundamental para estabelecer a correlação de forças! na composição do secretariado. Sem esse mecanismo fica difícil chegar ao entendimento acerca dos nomes que comporão a equipe na prefeitura.

                              Compartilhe!
                                Copyright © 2009 Blog do Esmael Morais. Todos os direitos reservados.