Charge de Mario para A Tribuna de Minas

Charge de Mario para A Tribuna de Minas

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

1430311Jornais do Paraná

Gazeta do Povo: Banco Central aumenta juros 3 dias após reeleição de Dilma

Bem Paraná: A cada dia, dez ônibus sofrem ataques criminosos em Curitiba

Jornal Metro: Com caixa baixo, Fruet corta gastos e fecha 2 secretarias

Jornal de Londrina: Atrasou

Folha de Londrina: Levantamento revela ‘envelhecimento’ das mães brasileiras

O Diário (Maringá): Caixa socorre mercado de veículos e reduz juros

Diário dos Campos: Câmara aprova isenção de multas e juros para IPTU

Jornal da Manhã: Lei anistia multas e juros a devedores de impostos

Tribuna do Interior: Ferida brava

O Paraná: União repassa apenas R$ 3 mil por quilometro à segurança da fronteira

Gazeta do Paraná: Beto Richa e diretores terão que “esperar”

Jornal Hoje: Adolescentes depenavam carros no depósito da polícia

Gazeta do Iguaçu: 60% dos alunos da rede municipal ainda não receberam uniformes

Diário do Noroeste: Motorista que ultrapassar em faixa contínua vai pagar caro

Tribuna do Norte: VAL quer reajuste de 14% na tarifa de Apucarana

Jornais de outros estados

Globo: Três dias após eleição, BC suspreende e sobe juros

Folha: Três dias após a reeleição, BC sobe juros para 11,25%

Estadão: BC eleva juros para 11,25% ao ano, 3 dias após eleições

Correio Braziliense: Fraude milionária com dinheiro de 22 mil PMs

Valor: CVM investiga suspeita de fraude em oferta da Oi

Estado de Minas: Medo ronda escolas

Zero Hora: Juro sobe e dá tom do segundo mandato

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

ziraldo_bonato.jpgDepois de dez anos, o Tribunal Regional Federal (TRF-4), de Porto Alegre, por unanimidade, extinguiu nesta quarta-feira (29) uma ação do Ministério Público Federal que pedia a punição do cartunista Ziraldo e do jornalista Rogério Bonato. As representações foram movidas contra o 3º Festival Internacional de Humor Gráfico das Cataratas do Iguaçu (Festhumor), realizado em Foz do Iguaçu, reconhecidamente um dos maiores eventos do setor no Planeta.

Em 2003, Bonato criou o festival com o objetivo de esvaziar acusações da mídia nacional de que a tríplice fronteira servia como abrigo de terroristas. “O Festhumor cumpriu a sua missão, livrou a cara da cidade contra as acusações de estar envolvida com o Terrorismo. Foi assim que nos agradeceram…”, lamenta o jornalista iguaçuense.

O processo por improbidade administrativa contra o jornalista levou mais de 10 anos, por isso a Justiça reconheceu a extinção da punibilidade porque prescreveu o suposto crime. Nesse tempo todo, quem perdeu foi Foz do Iguaçu.

Bonato, parceiro do Blog do Esmael em Foz, agradeceu o empenho do advogado Oswaldo Loureiro de Mello Júnior e disse que desde o início sabia que nada havia feito de errado. Ele só lamenta pela cidade e pela sacanagem que fizeram com o Ziraldo.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

pizzolato_barbosa.jpgA recusa da Justiça italiana ao pedido brasileiro de extradição do ex-diretor de Marketing do Banco Brasil, Henrique Pizzolato, além da alegada péssima condição do sistema prisional brasileiro, tem a ver com a ausência do “duplo grau de jurisdição” ao condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Pizzolato fora condenado a 12 anos e 7 meses de prisão, mas o STF descumpriu a jurisprudência da Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) que garante novo julgamento e revisão da pena. Esse mecanismo é respeitado à risca pelos países da Comunidade Europeia e no mundo civilizado.

As condições desumanas das prisões brasileiras foram apenas mais um argumento para a defesa de Pizzolato, que foi solto pela Justiça italiana. O que prevaleceu mesmo foi o erro processual do STF à luz das leis internacionais.

No afã de condenar os réus na “Ação Penal 470″, o STF de Joaquim Barbosa — e demais juízes — não observou as leis internacionais e agora faz vergonha no exterior.

Será que os demais apenados, presos políticos, receberão um pedido público de desculpas da Suprema Corte?

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

richa_eleicao_suspensa.jpgO governador Beto Richa (PSDB) determinou nesta quarta-feira (29) suspensão, por tempo indeterminado, do processo eleitoral nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná, depois de derrota que sofreu na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). A sessão desta tarde caiu por “falta de quórum” em plenário (clique aqui).

Pela Resolução nº 5719/2014-GS/SEED, assinada pelo secretário da Educação, Paulo Schmdit, a suspensão é “temporária” até a ALEP definir e aprovar lei com novos critérios para a escolha da comunidade escolar paranaense.

Mesmo sendo derrotado no parlamento, Richa não só suspendeu as eleições, cujo processo já está em curso, como enviou o comunicado de suspensão às escolas, porque contava como certa sua vitória na tarde de hoje. A mensagem do governador tucano prorrogaria por um ano o mandato dos atuais diretores de escola.

Portanto, a Assembleia deverá ser palco de nova batalha na semana que vem.

A seguir leia a íntegra da resolução do governo do Paraná que suspende a eleição para diretores de escola: (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

alep_galerias.jpgFaltou gasolina para o prometido “tratoraço” do governador Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa do Paraná. Depois de aberta, a sessão da tarde desta quarta-feira (29) caiu por “falta de quórum” na hora de votação de importantes projetos. São necessárias 28 presenças dos 54 deputados. Havia apenas 25 no plenário, conforme registro no painel eletrônico.

A pauta mais polêmica desta tarde foi a prorrogação da eleição para diretores das 2,1 mil escolas do estado. No início dos trabalhos legislativos, houve muito bate-boca e vaias entre parlamentares e as galerias, que estavam lotadas de educadores.

Segundo o deputado Antônio Anibelli Neto (PMDB), o Anibelinho, a prorrogação da eleição nas escolas gerou dúvidas entre os colegas na Casa. “É uma medida polêmica, mas acho que a eleição deva acontecer este ano e vamos rediscutir as próximas”, sugeriu.

Portanto, até segunda ordem, continua valendo a resolução da Secretaria de Estado da Educação (SEED) que convocou a eleição para diretor no próximo dia 26 de novembro.

O governo Richa também não conseguiu aprovar a anistia de até 95% do valor das multas e que concede desconto de 10% no IPVA, o que possibilitaria de engordar o caixa no final do ano (clique aqui).

Como se vê, derrota no parlamento não é uma exclusividade da presidenta Dilma Rousseff (PT).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do Brasil 247
alckmin_dilmaTrês dias após as eleições, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou nesta quarta-feira 29 que irá procurar a presidente Dilma Rousseff com pedidos de recursos financeiros e desoneração de impostos para que São Paulo enfrente a pior crise hídrica dos últimos 84 anos. O tom foi diferente do período das eleições, quando ele e Dilma trocaram acusações sobre o problema da água.

“A eleição já acabou. Não deve haver um terceiro turno. Isso prejudica a população. A nossa disposição é a do diálogo e da cooperação”, disse Alckmin durante visita a Santos, no litoral paulista, onde anunciou um repasse de R$ 4,4 milhões para o início das obras de duas policlínicas. A afirmação foi feita um dia depois de o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) ter dito em discurso que não aceita diálogo com o PT (leia aqui).

“O governo federal precisa tirar o imposto da água. A presidente prometeu que faria isso há quatro anos. Só a Sabesp paga R$ 680 milhões de PIS e Cofins. Vamos conversar com ela. O governo federal sempre foi nosso grande parceiro”, ressaltou. Ele também voltou a descartar o rodízio ou o racionamento de água em São Paulo. “Não há necessidade”, defendeu. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

O Blog do Esmael transmite ao vivo, direto de Curitiba, mais uma sessão da Assembleia Legislativa do Paraná, que nesta quarta-feira (29) transformará seu plenário em comissão geral.

Atendendo ordens do governador Beto Richa (PSDB), parlamentares deverão votar, a toque de caixa, projetos que anistiam multas e que prorroga por um ano os mandatos de 2,1 mil diretores de escolas da rede pública do estado.

As imagens são da TV Sinal/Rede Mercosul.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do Brasil 247
henrique_dilma_renanIntegrantes do PMDB e da oposição ressentidos com as eleições de 2014 derrubaram ontem decreto da presidente Dilma Rousseff que ampliava a participação popular em conselhos de gestão das principais políticas públicas. Em nova coluna em seu blog no 247, Tereza Cruvinel aponta como principal articulador para a derrota do governo federal o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via Agência Câmara

vargas.jpg

A reunião da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) reúne-se hoje para votar recurso do deputado André Vargas (PT-PR) contra a decisão do Conselho de Ética que recomendou a perda do seu mandato. O conselho considerou que as relações entre Vargas e o doleiro Alberto Youssef violaram as normas de decoro parlamentar. A reunião estava inicialmente marcada para ontem, mas foi cancelada, pela terceira vez, por falta de quórum.

Youssef emprestou a Vargas um jatinho para que ele e a família pudessem passar férias no Nordeste. Além disso, Vargas é suspeito de intermediar interesses de empresas fantasmas do doleiro em contratos com o Ministério da Saúde.

Parecer

O parecer do relator do caso na CCJ, deputado Sergio Zveiter (PSD-RJ), é pela rejeição do recurso. Na avaliação dele, o Conselho de Ética garantiu a André Vargas o amplo direito de defesa e o princípio do devido processo legal.

Se a CCJ negar o recurso de Vargas, o processo de perda de mandato estará pronto para ser incluído na pauta do Plenário da Câmara dos Deputados. A cassação depende do voto favorável de 257 deputados, em votação aberta.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

requiao_roma_artagao.jpgA bancada estadual do PMDB, a segunda maior na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), composta por oito deputados, foi enquadrada pelo senador Roberto Requião que determinou a disputa pela presidência da Casa. Dois nomes despontam na cabeça-de-chapa: Artagão Júnior e Luiz Cláudio Romanelli.

Os peemedebistas também foram autorizados a fazer composição com Ratinho Júnior, do PSC, dono da maior bancada com 12 parlamentares. A tropa requianista se reagrupa já pensando em 2018, quando Requião tentará novamente voltar ao Palácio Iguaçu.

Os deputados do PMDB trabalham com o seguinte cenário: Ratinho reassume a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU); para estimulá-lo, os peemedebistas prometem devolver R$ 50 milhões do orçamento do legislativo, a fundo perdido, para a pasta (o mesmo que fez o atual presidente da ALEP, Valdir Rossoni, do PSDB).

O PMDB também têm em seu radar os veteranos deputados Ademar Traiano (PSDB) e Plauto Miró (DEM), “desde que o partido fique na cabeça da mesa executiva”. PT e PDT, igualmente, estão nos planos da bancada peemedebista.

Para fiscalizar o cumprimento do “enquadramento” da bancada, o senador Requião destacou o deputado eleito Requião Filho.

A eleição para a mesa da ALEP ocorrerá no início de fevereiro de 2015, quando começa a nova legislatura.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do Brasil 247
lulaEm vídeo postado na noite desta terça-feira, o ex-presidente Lula agradeceu o apoio do povo e disse que os eleitores deram uma lição ao País. “Eu acho que o povo brasileiro, com todas as divergências, com todos os seus votos diferenciados, deu uma lição de política nos políticos”.

Assista ao vídeo:

Segundo ele, o Brasil melhorou muito com programas sociais como o Bolsa-Família: “A miséria absoluta acabou, as pessoas ganharam cidadania e quem mais ganhou com isso? Ganhou a classe média, ganharam as empresas”. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

O senador Roberto Requião (PMDB), coordenador da campanha de Dilma Rousseff (PT) no Paraná, em discurso no Senado, acusou ontem (28) a grande mídia de ser um partido de oposição no país que flerta com o fascismo.

O peemedebista denunciou ainda a mídia de tentar fragmentar o país ao fraudar o mapa do Brasil, dividindo-o entre vermelho (Dilma) e azul (partidários de Aécio Neves). O senador classificou os separatistas como “abjetos imbecis”, sobretudo os barões da velha mídia brasileira.

Para Requião, mais importante do que a reforma política é a economia. “Não há futuro político para um país com um PIB tão ridículo como o nosso”, discursou, citando James Carville, ex-marqueteiro do ex-presidente norte-americano Bill Clinton: “É a economia, estúpido”.

O senador acusou ainda o “mercado”, os banqueiros, de fazerem chantagem sob a bandeira de “unir o país” com o objetivo de serem “adotados” pela presidenta reeleita Dilma.

Ironizando, Requião se solidarizou com o senador Aécio Neves (PSDB-MG) “mal compreendido” pela mídia que “não soube” interpretar sua referência ao apóstolo São Paulo durante coletivo em que reconheceu a derrota.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Charge de Regi para Amazonas Em Tempo

Charge de Regi para Amazonas Em Tempo

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

1430215Jornais do Paraná

Gazeta do Povo: Rebelião na base aliada provoca 1.ª derrota de Dilma após a reeleição

Bem Paraná: Encarar a morte não é negócio de outro mundo

Jornal Metro: MPF apura cem denúncias de preconceito pós-eleição

Jornal de Londrina: Hora de abrir o cofrinho

Folha de Londrina: Governo do Estado propõe pacotaço para reforçar caixa

O Diário (Maringá): Multa por ultrapassagem perigosa vai a R$ 1,9 mil

Diário dos Campos: Caixa acelera retomada de imóveis irregulares

Jornal da Manhã: Vereadores votam hoje novo horário do comércio

O Paraná: Porto Seco prometa suprir gargalos logísticos no PR

Gazeta do Paraná: Decisão sobre reajuste dos combustíveis sai sexta-feira

Jornal Hoje: Inadimplência sobre 11% em um ano em Cascavel

Gazeta do Iguaçu: Buraco na saúde já ultrapassa R$ 74 milhões

Diário do Noroeste: Prefeitura de Paranavaí destaca importância das obras em parceria com o Governo Federal

Tribuna de Cianorte: Alunos de Cianorte estão entre os mais gordinhos do Paraná

Tribuna do Norte: Acidentes matam 3 no vale do Ivaí

Jornais de outros estados

Globo: Câmara derrota Dilma e veta conselhos populares

Folha: Câmara impõe 1ª derrota a Dilma após a reeleição

Estadão: Pizzolato fica livre na Itália; Dirceu vai cumprir pena em casa

Correio Braziliense: Dirceu sai, Pizzolato fica, Estevão vem pra Papuda

Valor: Eleição faz crescer 20% o investimento público

Estado de Minas: Habilitação lidera multas da lei seca

Zero Hora: Pizzolato livre, Dirceu em casa

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

da Agência Brasil
jose_dirceu.jpgO ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu hoje (28) regime de prisão aberto ao ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Com a decisão, Dirceu poderá cumprir o restante da pena inicial de sete anos e 11 meses em casa.

Segundo informações da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Dirceu tem direito a progressão de regime semiaberto para o aberto desde o dia 20 de outubro, por ter cumprido 11 meses e 14 dias de prisão, um sexto da pena, requisito exigido pela Lei de Execução Penal.

Para alcançar o marco temporal para obter o benefício, o ex-ministro também descontou 142 dias da pena por trabalhar durante o dia em escritório de advocacia de Brasília e estudar dentro do presídio. Ele foi preso no dia 15 de novembro do ano passado.

De acordo com o Código Penal, o regime aberto deve ser cumprido em uma casa de albergado, para onde os presos retornam somente para dormir. No Distrito Federal, pela inexistência do estabelecimento no sistema prisional, os juízes determinam que o preso fique em casa e cumpra algumas regras, como horário para chegar ao domicílio, não sair da cidade sem autorização da Justiça e manter endereço fixo.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

richa_tadeu.jpgO deputado Tadeu Veneri, líder do PT na Assembleia Legislativa do Paraná, afirmou que o governo Beto Richa (PSDB) transformou o plenário de amanhã em comissão geral para, além de aprovar a prorrogação da eleição de diretor de escola, tentar resolver problema de caixa no final do ano.

A iniciativa do Palácio Iguaçu teria como objetivo juntar dinheiro para pagar o 13º salário do funcionalismo público. O governo do estado enfrenta séria crise de gestão e, no esforço para honrar a folha, impôs severo corte de 30% no custeio da máquina.

Segundo o petista, mensagens governamentais serão apreciadas nesta quarta-feira (29) permitem o refinanciamento de dívidas de ICMS, IPVA e ITCMD e aumentam o desconto para pagamento à vista e antecipado do IPVA.

“O que surpreende é que o governo faz um movimento anistiando devedores contumazes e reincidentes. Aqueles que não honraram os compromissos anteriores podem se inscrever nessa anistia. Com essas medidas, tudo o que o governo faz é reforçar a cultura da inadimplência”, criticou.

Veneri conta que um dos projetos, lido nesta terça-feira em plenário, estabelece anistia de 95% do valor da multa e 90% do valor dos juros dos débitos anteriores a 2013, relativos ao ICMs, ITCMD, IPVA, inscritos ou não em dívida ativa.

“Essas propostas remetem a uma pergunta. Como ficam os contribuintes que pagam suas dívidas em dia? O governo está estimulando as pessoas a não pagarem em dia. Quem pagou em dia não vai ter os descontos e benefícios. Isso demonstra o que estamos dizendo há muito tempo. O governo está com dificuldades de caixa e agora, passadas as eleições, vai tentar arrecadar de todas as formas”, afirmou Veneri.

Na proposta de adiantamento do pagamento do IPVA o governo oferece desconto de 10% sobre o valor total. A data de vigência do benefício será definida em ato posterior do Poder Executivo. Para quem pagar à vista na data estabelecida no cronograma de 2015, o desconto permanece de 5%.

“O desconto representa economia significativa para o proprietário do carro e também é importante para estimular o pagamento antecipado, gerando maior receita para o Estado e os municípios”, desconversa Ademar Traiano (PSDB), líder e guru ideológico do governo Richa na Assembleia.

Os municípios recebem 50% do valor arrecadado com o IPVA.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do Brasil 247

Deputada ítalo-brasileira Renata Bueno, filha do líder do PPS Rubens Bueno, em novembro de 2013, chegou a anunciar uma “caçada” na Itália ao ex-diretor de marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, então incluído na lista de fugitivos da Interpol. Ele está preso no País da Bota desde fevereiro deste ano. O petista deverá ser solto nas próximas horas, pois pesou a seu favor as condições degradantes das prisões em solo verde-amarelo.

Deputada ítalo-brasileira Renata Bueno, filha do líder do PPS Rubens Bueno, em novembro de 2013, chegou a anunciar uma “caçada” na Itália ao ex-diretor de marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, então incluído na lista de fugitivos da Interpol. Ele está preso no País da Bota desde fevereiro deste ano. O petista deverá ser solto nas próximas horas, pois pesou a seu favor as condições degradantes das prisões em solo verde-amarelo.

O ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado na Ação Penal 470, o ‘mensalão’, participou nesta terça-feira 28 de julgamento em que a Justiça italiana negou o pedido do governo brasileiro para que ele seja extraditado e cumpra sua pena de 12 anos e 7 meses no Brasil. Cabe recurso da decisão. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

traiano_assembleia_lemos.jpgO governo Beto Richa (PSDB) ligou na tarde desta terça-feira (28) o rolo compressor para aprovar, na Assembleia Legislativa do Paraná, projetos de renúncia fiscal e que prorroga em um ano os mandatos dos 2,1 mil diretores de escolas da rede pública do estado. As inscrições de chapas ocorrem até amanhã e a eleição está prevista para o próximo dia 26 de novembro.

A Assembleia aprovou requerimento subscrito por 18 parlamentares que transforma nesta quarta-feira (29) o plenário em comissão geral. Com isso, várias mensagens do Palácio Iguaçu deverão ser aprovadas a “toque de caixa” sem muita discussão.

O tema que mais gerou debates hoje à tarde foi a prorrogação dos mandatos de diretores. Em eloquente discurso, o líder do PMDB, deputado Nereu Moura, considerou a proposta “um golpe contra a democracia nas escolas”.

“Quem tem direto de prorrogar os mandatos dos diretores são os professores, os funcionários, os pais e os alunos através do voto direto”, discursou o peemedebista.

O deputado Professor Lemos (PT) foi além em sua crítica. Para ele, o governador Beto Richa está fazendo de “bobos” os paranaenses. “Mais de dez mil pessoas já se inscreveram no processo eleitoral esperando a eleição no dia 26 de novembro”, disse.

Já o deputado Tadeu Veneri, líder do PT na Casa, ao considerar a prorrogação um “absurdo” denunciou que o “acordo” feito entre o governador e os diretores, para esticar os mandatos por mais um ano, deveria ter constado no Plano de Governo. “Cursinho, prorrogação é um desrespeito à comunidade escolar”.

O deputado Ademar Traiano, líder e guru ideológico do governo Richa, usou a tribuna para pedir “equilíbrio” aos oposicionistas. Segundo ele, no governo Roberto Requião (PMDB) também houve prorrogação dos mandatos dos diretores de escola.

O tucano defendeu ainda a reciclagem dos gestores “que hoje vivem em uma sociedade em tempo real, na era da internet”. “O Paraná inteiro defende a prorrogação dos mandatos”, garantiu.

Traiano adiantou que o próximo passo, após a prorrogação dos mandatos, será o governo encaminhar à Assembleia uma nova mensagem para aperfeiçoar o processo de escolha de diretores. Ele deu uma pista, já anotada anteriormente pelo Blog do Esmael: “Paridade dos votos”; ou seja, pais e alunos terão o mesmo peso que professores e funcionários na hora de escolher o diretor e vice. hoje vigora o sistema proporcional.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Transmissão encerrada.

As imagens são da TV Sinal/Rede Mercosul.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});