AUTO_son

Charge de S. Salvador para O Estado de Minas

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

capa_20141006Jornais do Paraná

Gazeta do Povo: Segundo turno terá Dilma e Aécio

Bem Paraná: Beto Richa, 0 (re)eleito

Jornal Metro: Dilma X Aécio no 2° turno

Jornal de Londrina: Richa é reeleito

Folha de Londrina: Beto é reeleito governador do Paraná com 55% dos votos

O Diário (Maringá): Maringá deve manter número de deputados

Diário dos Campos: Richa é reeleito com 55% dos votos

Gazeta do Paraná: Hoje começa o 2° turno com Dilma Rousseff e Aécio Neves na disputa

Jornal Hoje: Beto é reeleito, Dilma e Aécio disputam 2° turno

Gazeta do Iguaçu: Foz do Iguaçu elege um federal e dois deputados estaduais

Tribuna do Norte: Beto Richa é Reeleito

Jornais de outros estados

Globo: Aécio enfrenta Dilma no 2° turno; Marina sinaliza apoio ao tucano

Folha: Dilma lidera e enfrenta Aécio, que arranca com votos de SP

Estadão: Dilma e Aécio vão ao 2° turno; Marina indica apoio a tucano

Correio Braziliense: Discurso da mudança leve eleição ao 2° turno

Estado de Minas: Agora é voto a voto

Zero Hora: Surpreende, recomeça, confirma, reage

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Governador Beto Richa (PSDB) foi reeleito com 55,67% dos votos; senador Álvaro Dias (PSDB) também teve o mandato renovado com 77%.

Governador Beto Richa (PSDB) foi reeleito com 55,67% dos votos; senador Álvaro Dias (PSDB) também teve o mandato renovado com 77%.

O governador Beto Richa (PSDB) foi reeleito neste domingo (5) com 3.301.322 votos (55,67%) e o senador Álvaro Dias (PSDB) renovou seu mandato para mais oito anos ao obter 4.101.848 (77%).

A votação maior que Richa faz de Álvaro o principal general de Aécio Neves no segundo turno e, naturalmente, o nome do tucanato para o Palácio Iguaçu em 2018.

Com a totalização dos votos, Aécio conquistou no estado 3.018.548 votos (49,79%) ante os 1.972.761 votos (32,54%) da presidenta Dilma Rousseff (PT).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Os deputados eleitos Chico Brasileiro (PSD), Requião Filho (PMDB) e Maria Victoria (PP) são alguns das novidades para a próxima legislatura da Assembleia Legislativa do Paraná.

Os deputados eleitos Chico Brasileiro (PSD), Requião Filho (PMDB) e Maria Victoria (PP) são alguns das novidades para a próxima legislatura da Assembleia Legislativa do Paraná.

Candidatos eleitos (100% das urnas apuradas). Veja os 54 deputados estaduais: (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Os deputados federais eleitos Christiane Yared (PTN), Aliel Machado (PCdoB) e Sérgio Souza (PMDB) são as novidades da eleição de 2014.

Os deputados federais eleitos Christiane Yared (PTN), Aliel Machado (PCdoB) e Sérgio Souza (PMDB) são as novidades da eleição de 2014.

Candidatos eleitos (100% dos votos apurados). Veja os trinta deputados federais: (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Com 99,78% dos votos apurados, Beto Richa (PSDB) é reeleito governador do Paraná.

Com 99,78% dos votos apurados, Beto Richa (PSDB) é reeleito governador do Paraná.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

SP: Alckmin tem 52%, Skaf, 22% e Padilha, 20%
RJ: Pezão tem 34% e Garotinho, 28%
PR: Beto Richa tem 55% e Requião, 27%
RS: Tarso tem 35%, e Sartori, 29%
BA: Rui Costa tem 49%, e Souto, 39%
DF: Rollemberg tem 44%, e Frejat tem 29%
CE: Eunício tem 49%, e Camilo tem 44%
MG: Pimentel tem 53%, e Pimenta da Veiga 37%

* Números não oficiais.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Alvaro Dias PSDB 77,04% 1.349.033 VOTOS
Ricardo Gomyde PCdoB 12,06% 211.253 VOTOS
Marcelo Almeida PMDB 8,95% 156.718 VOTOS

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Deputados Federais:

1- Christiane Yared PTN 4,87% 90.894
2- Dilceu Sperafico PP 3,91% 73.059
3- Hermes Frangão Parcianello PMDB 3,05% 57.006
4- Alex Canziani PTB 3,00% 55.911
5- Luciano Ducci PSB 2,98% 55.604
6- Zeca Dirceu PT 2,95% 55.098
7- Delegado Francischini SD 2,93% 54.701
8- Valdir Rossoni PSDB
9- Joao Arruda PMDB 2,88% 53.754
10- Osmar Serraglio PMDB 2,50% 46.624
11- Takayama PSC 2,48% 46.221
12- Giacobo PR 2,36% 44.025
13- Sandro Alex PPS 2,08% 38.792
14- Aliel Machado PCdoB 1,94% 36.236
15- Rubens Bueno PPS 1,89% 35.319
16- Evandro Roman PSD 1,79% 33.417
17- Nelson Meurer PP 1,70% 31.654
18- Osmar Bertoldi DEM 1,69% 31.533
19- Marcelo Belinati PP 1,67% 31.225
20- Enio Verri PT 1,66% 31.071
21- Ricardo Barros PP 1,61% 30.112
22- Luiz Carlos Hauly PSDB 1,59% 29.709
23- Luiz Nishimori PR 1,58% 29.519
24- Alfredo Kaefer PSDB 1,56% 29.047
25- Sergio Souza PMDB 1,52% 28.317
26- Nelson Padovani PSC 1,45% 26.996
27- Paulo Martins PSC 1,44% 26.881
28- Reinhold Stephanes PSD 1,29% 24.025
29- Professor Sergio Oliveira PSC 1,25% 23.388
30- Edmar Arruda PSC 1,22% 22.692

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

1- Ratinho Junior PSC 5,17% 97.548
2- Schiavinato PP 2,23% 42.032
3- Alexandre Curi PMDB 1,94% 36.657
4- Ney Leprevost PSD 1,86% 35.043
5- Tiago Amaral PSB 1,67% 31.421
6- Paranhos PSC 1,66% 31.374
7- Traiano PSDB 1,46% 27.629
8- Marcio Pauliki PDT 1,45% 27.436
9- Plauto DEM 1,21% 22.868
10- Evandro Junior PSDB 1,16% 21.950
11- Adelino Ribeiro PSL 1,16% 21.922
12- Chico Brasileiro PSD 1,16% 21.853
13- Artagao Junior PMDB 1,08% 20.352
14- Mauro Moraes PSDB 1,06% 20.086
15- Zé do Carmo PTB 1,06% 19.964
16- Andre Bueno PDT 1,05% 19.796
17- Romanelli PMDB 1,02% 19.234
18- Gilberto Ribeiro PSB 1,00% 18.873
19- Marcio Nunes PSC 0,98% 18.456
20- Tadeu Veneri PT 0,97% 18.376
21- Requiao Filho PMDB 0,93% 17.628
22- Pedro Lupion DEM 0,92% 17.442
23- Fernando Scanavaca PDT 0,90% 17.035
24- Rubens Recalcatti PSD 0,90% 16.977
25-Elton Welter PT 0,89% 16.863
26- Palozi PSC 0,88% 16.584
27- Nereu Moura PMDB 0,88% 16.570
28- Professor Lemos PT 0,88% 16.512
29- Péricles de Holleben Mello PT 0,86% 16.135
30- Pastor Edson Praczyk PRB 0,82% 15.408

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Parcial para o governo do Paraná com 32,71% dos votos apurados pelo TRE-PR:

Beto Richa PSDB 56,59% 1.102.488 VOTOS
Requiao PMDB 26,80% 522.107 VOTOS
Gleisi Hoffmann PT 14,30% 278.653 VOTOS

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE) já começou a apurar os votos. Até agora apenas 0,56% dos sufrágios vindos do interior foram computados.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Contrariando os institutos de pesquisas, trackings internos do PT e PMDB apontam segundo turno entre Beto Richa e Roberto Requião daqui a 20 dias. O próprio Ibope, que no estado ganhou a corruptela de iBeto por questões óbvias, não sustenta mais a vitória do tucano como vinha fazendo até ontem. O Palácio Iguaçu também já considera a disputa em duas etapas. Murilo Hidalgo, presidente da Paraná Pesquisas, recomenda que eleitor não vote pensando em quem está na frente.

Contrariando os institutos de pesquisas, trackings internos do PT e PMDB apontam segundo turno entre Beto Richa e Roberto Requião daqui a 20 dias. O próprio Ibope, que no estado ganhou a corruptela de iBeto por questões óbvias, não sustenta mais a vitória do tucano como vinha fazendo até ontem. O Palácio Iguaçu também já considera a disputa em duas etapas. Murilo Hidalgo, presidente da Paraná Pesquisas, recomenda que eleitor não vote pensando em quem está na frente.

A eleição no Paraná promete ser emocionante do início até a apuração do último voto, pois, contrariando todas as pesquisas de intenção de voto, horas antes da votação que começa às 8 horas deste domingo (5), os trackings das campanhas do PT e PMDB apontavam tendência para o segundo turno.

Segundo levantamentos internos de peemedebistas e petistas, o governador Beto Richa (PSDB) deverá enfrentar o senador Roberto Requião (PMDB) no segundo turno daqui a 20 dias.

O próprio Ibope, que no estado ganhou a corruptela de iBeto por questões óbvias, não sustenta mais a vitória do tucano como vinha fazendo até ontem. O Palácio Iguaçu também já considera a disputa em duas etapas.

O deputado federal João Arruda (PMDB) telefonou ontem à noite ao tio Requião, durante transmissão da TV 15, a televisão caseira do candidato na internet, informando novos números do tracking diário do partido. O PT havia fechado seu “rastreamento” na manhã de sábado (4).

A realização do 2º turno será importante para que os eleitores tomem melhor conhecimento sobre os rumos do Paraná. O debate entre dois candidatos fará bem para a democracia e o futuro de nosso estado. Será a oportunidade de confrontarmos projetos distintos, comparar propostas.

Parafraseando Murilo Hidalgo, presidente da Paraná Pesquisas, não vote pensando em quem está na frente. Escolha o melhor candidato para comandar o nosso estado nos próximos quatro anos.

Bom voto para todos.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Rocha Loures, em sua coluna deste domingo, dia de eleição, destaca a importância do voto para a cidadania e democracia brasileiras; "É preciso votar em políticos com passado limpo e propostas que contribuam para a melhoria de vida da coletividade", afirma o colunista, alertando para que o eleitor não caia no senso comum segundo qual "todos os políticos são iguais"; "... existem muitos que são dedicados e procuram fazer um bom trabalho no cargo que exercem", sugere Rocha Loures; leia o texto e compartilhe.

Rocha Loures, em sua coluna deste domingo, dia de eleição, destaca a importância do voto para a cidadania e democracia brasileiras; “É preciso votar em políticos com passado limpo e propostas que contribuam para a melhoria de vida da coletividade”, afirma o colunista, alertando para que o eleitor não caia no senso comum segundo qual “todos os políticos são iguais”; “… existem muitos que são dedicados e procuram fazer um bom trabalho no cargo que exercem”, sugere Rocha Loures; leia o texto e compartilhe.

Rodrigo da Rocha Loures*

Chegou a hora de irmos às urnas para declarar o que queremos para o futuro da sociedade paranaense e brasileira. Um compromisso de suma importância que precisa ser levado muito a sério. Escolher com cuidado em quem vamos votar é de extrema relevância, pois estes cidadãos irão nos representar e executar os projetos que vão afetar as nossas vidas nos próximos anos.

Farão leis que deverão nos beneficiar e gerenciar os recursos que vêm dos impostos que pagamos. Serão responsáveis pela qualidade dos serviços de saúde que vamos receber. Pela educação das nossas crianças e jovens. Pela nossa segurança. Pelo desenvolvimento econômico e por uma distribuição de renda justa.

Cabe a nós avaliar a vida, as propostas e a capacidade de executar o que está prometendo cada candidato. Considerar o partido político a que ele pertence e se os valores e ideais são compatíveis com os nossos. Hoje não há desculpas para uma escolha mal feita. Além da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão temos muitas outras formas de averiguar o merecedor do nosso voto, principalmente com a ajuda da internet.

Sozinhos, na frente da urna, vivenciamos um momento único no qual todos os eleitores são iguais, não importa classe social ou econômica, a raça ou o sexo, pois cada cidadão tem direito a um voto. É o grande momento do exercício da cidadania.

O voto consciente é uma obrigação. É preciso votar em políticos com passado limpo e propostas que contribuam para a melhoria de vida da coletividade. Temos que entender os projetos e ideias propostos pelos candidatos, verificar se são factíveis e se há recursos disponíveis. Conferir, em caso de reeleição, se eles já cumpriram o que prometeram.

Não dá para se render à ideia de que todos os políticos são iguais e corruptos. Existem políticos corruptos e incompetentes, porém existem muitos que são dedicados e procuram fazer um bom trabalho no cargo que exercem. E cada um de nós pode contribuir para melhorar a qualidade da nossa representação, questionando e fiscalizando o político que recebeu o nosso voto.

Portanto, sua participação nas eleições deste domingo é mais que uma obrigação. É uma prova do seu compromisso como cidadão com a democracia brasileira.

*Rodrigo da Rocha Loures é empresário, ex-presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Charge de Aroeira - O Dia (RJ).

Charge de Aroeira – O Dia (RJ).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

folhaJornais do Paraná

Gazeta do Povo: 5 questões para ajudar a definir seu voto

Jornal de Londrina: 331 mil vão às urnas hoje na primeira eleição biométrica de Londrina

Folha de Londrina: Paranaense pode conhecer resultado para governo até as 18 horas

O Diário (Maringá): Maringá deve manter número de deputados

Diário dos Campos: 142 milhões de eleitores vão às urnas neste domingo

Jornal da Manhã: O Brasil vai às urnas

Tribuna do Interior: Hora do voto

O Paraná: Aécio ultrapassa Marina na disputa pelo segundo turno

Gazeta do Paraná: Só você, a urna e o voto

Diário do Noroeste: Dia de votação. Saiba o que pode e não pode ser feito

Tribuna de Cianorte: Mais de 53 mil cianortenses vão às urnas neste domingo

Umuarama Ilustrado: Neste domingo, o futuro do País nas mãos dos eleitores

Tribuna do Norte: Ibope e Datafolha apontam vitória de Richa no 1º turno

Jornais de outros estados

Globo: Ibope e Datafolha mostram Aécio à frente de Marina, mas empatados tecnicamente

Folha: Dilma lidera, Aécio acelera ascensão, e Marina recua

Estadão: Ibope: Aécio cresce, ultrapassa Marina, mas vaga no 2º turno fica indefinida

Correio: Pesquisas colocam Dilma e Aécio no segundo turno

Estado de Minas: Aécio ultrapassa Marina, apontam Ibope e Datafolha

Zero Hora: Das ruas às urnas

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Crente no 2º turno, Requião fez hoje a última transmissão em sua TV caseira da internet; em quase duas horas, o candidato do PMDB agradeceu aos eleitores e desafiou Beto Richa para debater olho no olho, sem mediador, na próxima etapa eleitoral; jornalista Beto Almeida participou nesta noite do programa derradeiro da TV 15.

Crente no 2º turno, Requião fez hoje a última transmissão em sua TV caseira da internet; em quase duas horas, o candidato do PMDB agradeceu aos eleitores e desafiou Beto Richa para debater olho no olho, sem mediador, na próxima etapa eleitoral; jornalista Beto Almeida participou nesta noite do programa derradeiro da TV 15.

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, a 12 horas do início da eleição, realiza às 20 horas a última transmissão pela TV 15 — a sua televisão caseira na internet — do primeiro turno.

O peemedebista deverá fazer um balanço da campanha e falar sobre o segundo turno. Ao Blog do Esmael, Requião disse que irá propor ao governador Beto Richa (PSDB), que luta pela reeleição, juntar os tempos no horário eleitoral para debaterem olho no olho sem mediador.

O candidato do PMDB também deverá pedir aos eleitores que votem amanhã “descolados” das pesquisas de intenção de voto.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

da revista Época

Reportagem de capa da revista Época, deste fim de semana, traz levantamento da Paraná Pesquisas, de Murilo Hidalgo, sobre o perfil de presidente que o eleitor brasileiro procura; segundo o pesquisador, os eleitores querem uma mulher e a sondagem diz que Dilma tem a confiança da maioria; "Em itens que envolvem confiança, mas não necessariamente empatia, Dilma pontua bem. Os eleitores preferem Dilma a Aécio ou Marina nas funções de síndica de prédio, representante numa ação judicial ou chefe no trabalho. Dilma passa uma imagem austera – seu temperamento forte, dado às explosões, é visto como valor positivo em algumas circunstâncias", relata Hidalgo.

Reportagem de capa da revista Época, deste fim de semana, traz levantamento da Paraná Pesquisas, de Murilo Hidalgo, sobre o perfil de presidente que o eleitor brasileiro procura; segundo o pesquisador, os eleitores querem uma mulher e a sondagem diz que Dilma tem a confiança da maioria; “Em itens que envolvem confiança, mas não necessariamente empatia, Dilma pontua bem. Os eleitores preferem Dilma a Aécio ou Marina nas funções de síndica de prédio, representante numa ação judicial ou chefe no trabalho. Dilma passa uma imagem austera – seu temperamento forte, dado às explosões, é visto como valor positivo em algumas circunstâncias”, relata Hidalgo.

Os brasileiros querem uma presidente que seja mulher, casada, de classe média, com curso superior, senso de justiça – e que, de preferência, não pinte o cabelo. O brasileiro deixaria seu filho pequeno aos cuidados de Marina Silva, gostaria de ter Dilma Rousseff como síndica e Aécio Neves como vizinho. As frases resumem a primeira parte de uma pesquisa feita para ÉPOCA pela empresa Paraná Pesquisas, centrada na personalidade dos candidatos. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

O senador Roberto Requião, apoiado por forças plurais e suprapartidárias, retomou neste sábado (4) a Boca Maldita no centro de Curitiba; ofensiva coincide com a confirmação do segundo turno no Paraná nos trackings e Ibope (iBeto); protestos contra a reeleição do governador Beto Richa também ocorreram esta manhã em diversos municípios do estado. (Fotos: Mesael Caetano Santos/Velozo Santos/Nelsão da Força - via Facebook).

O senador Roberto Requião, apoiado por forças plurais e suprapartidárias, retomou neste sábado (4) a Boca Maldita no centro de Curitiba; ofensiva coincide com a confirmação do segundo turno no Paraná nos trackings e Ibope (iBeto); protestos contra a reeleição do governador Beto Richa também ocorreram esta manhã em diversos municípios do estado. (Fotos: Mesael Caetano Santos/Velozo Santos/Nelsão da Força – via Facebook).

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, neste sábado (4), comandou uma megamanifestação na tradicional Boca Maldita, em Curitiba, pelo “Fora Beto”. Cerca de duas mil pessoas protestaram contra a reeleição do governador Beto Richa (PSDB).

A presença de Requião no centro da capital paranaense coincidiu com a confirmação do segundo turno pelos trackings das campanhas do PT e PMDB e do próprio Ibope (iBeto) no dia de hoje (clique aqui).

O movimento convocado pelas redes sociais com a hashtag #ForaBeto tinha as características plural e suprapartidária, pois, além de bandeiras de partidos políticos de oposição, havia faixas de movimentos populares.

Também ocorreram manifestações contra o tucano nos principais municípios do estado, tais como Londrina, Colombo, Paranavaí, dentre outros.

Resumo da ópera: na véspera da eleição, Requião conseguiu retomar a Boca Maldita que estava nas mãos de seu ex-arqueiro Doático Santos.

Assista ao vídeo (imagens de Cícero Venâncio):

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

segundo_turno_prA poucas horas do início da eleição deste domingo (5), os institutos de pesquisas vão se ajustando para não passarem muita vergonha com o resultado das urnas. O Ibope/RPC divulgado neste sábado (4) aponta para o segundo turno no Paraná.

De acordo com o instituto, Beto Richa (PSDB) tem 46%, Requião (PMDB), 29%,
Gleisi Hoffmann (PT), 11%. Branco ou nulo, 6%, indecisos somam 7%.

Bernardo Pilotto (PSOL), Geonisio Marinho (PRTB), Ogier Buchi (PRP), Rodrigo Tomazini (PSTU) e Tulio Bandeira (PTC) somados têm 1% da intenção de votos.

Hoje pela manhã, o Blog do Esmael anotou que trackings das campanhas do PT e PMDB também indicavam a realização do segundo turno no Paraná (clique aqui).

Pesquisa DatafAlha, que seria divulgada hoje à noite pela RPC, foi impugnada pela Justiça Eleitoral. O levantamento apresentou falhas nas amostragens e no registro do mesmo (clique aqui).

Pesquisa “iBeto” sob suspeição

No final de agosto, as campanhas de Gleisi e Requião colocaram o instituto sob suspeição. O Ibope tem contrato de quase R$ 5 milhões com o governo Richa (clique aqui).

Requião pediu providências do Ministério Público do Paraná alegando fraude eleitoral (clique aqui).

Nas hostes peemedebistas e petistas, a sondagem é chamada de “iBeto” por questões óbvias (clique aqui).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});